Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Oito documentários para ver na HBO

Oito documentários para ver na HBO

Não faltam boas histórias para lá da ficção para ver em streaming. Estes são oito documentários que pode ver na HBO

Leaving Neverland
©IMDB Michael Jackson em Leaving Neverland
Por Tiago Neto |
Publicidade

A oferta ainda não é muita nesta parcela de entretenimento. Mas a HBO caminha para construir uma biblioteca de ofertas cada vez mais variada e espera-se que chegue a Portugal uma boa tranche daquilo que está disponível na plataforma do lado de lá do Atlântico. Para já, há alguns títulos que devem fazer parte da lista de obrigatórios; histórias de crime, de fraude, histórias de impérios que se perdem e voltam a erguer-se, histórias de coragem contra sociedades e governos e mentalidades. Estes oito documentários na HBO são alguns dos melhores que se encontram pelo vasto mundo do streaming, e só tem de se sentar e vê-los.

Recomendado: As 23 séries da HBO que tem de ver

Uma foto da Time Out Magazine

A Time In Portugal já está disponível

Pode ler a última edição no conforto do seu sofá

Ler a revista

Documentários para ver na HBO

The Jinx: The Life And Deaths of Robert Durst (2015)

Um documentário de seis partes que investiga a história do herdeiro imobiliário Robert Durst, suspeito do desaparecimento não resolvido da sua mulher em 1982, bem como dos assassinatos da amiga da família Susan Berman e da vizinha Morris Black. Tudo com uma extensa entrevista com o próprio Durst. 'The Jinx' resulta de quase uma década de pesquisa que expõe arquivos policiais, testemunhas-chave, cenas nunca vistas, gravações privadas em prisões e milhares de páginas de documentos anteriormente ocultos. 

The Zen Diaries of Garry Shandling (2018)

O comediante Garry Shandling, que faleceu em 2016, deixou para trás uma legião de fãs e colegas que se lembram dele como um dos principais nomes do formato stand-up, além da uma importante figura da televisão. Uma dessas pessoas é o realizador e produtor executivo Judd Apatow, que presta homenagem ao seu amigo e mentor com este documentário de quatro horas e meia. Profundamente revelador e detalhado, The Zen Diaries of Garry Shandling inclui conversas com mais de 40 membros da família e amigos de Shandling, entre eles James L. Brooks, Jim Carrey, Sacha Baron Cohen, Jay Leno, Conan O'Brien, Jerry Seinfeld e Sarah Silverman. Há também décadas de aparições televisivas, além de diários pessoais que retratam Shandling de uma forma fascinante, engraçada, triste e, acima de tudo, autêntica.

Publicidade

What's My Name: Muhammad Ali (2019)

What's My Name: Muhammad Ali leva-nos até à história de uma das mais icónicas figuras da história do desporto – e dos Estados Unidos –, Muhammad Ali. Campeão mundial de boxe, activista social inspirador, o homem que nasceu Cassius Clay é aqui descontruído e explicado através da sua própria voz, com acesso a material de arquivo nunca antes visto. 

Leaving Neverland (2019)

O realizador Dan Reed descreveu Leaving Neverland como um "estudo da psicologia do abuso sexual infantil, contado por duas famílias comuns". No filme, Wade Robson e James Safechuck alegam que Michael Jackson os abusou sexualmente quando eram crianças; Safechuck a partir de 1988 e Robson a partir de 1990, atirando descrições gráficas dos actos sexuais de Jackson, ocorridos na sua casa, o rancho Neverland, e noutros locais. Foi um dos títulos mais polémicos do ano de 2019 e contou com várias reacções, uma das quais do comediante Dave Chappelle, que num dos seus especiais diz não acreditar nas versões de Robson e Safechuck.

Publicidade

Who Killed Garrett Phillips? (2019)

Como em tantos outros exemplos de casos do sistema penal norte-americano, Who Killed Garrett Phillips? leva-nos numa viagem de culpa ou inocência no caso do assassinato de uma criança de 12 anos. O documentário examina e narra os anos seguintes ao assassinato de Garrett Phillips, e o julgamento subsequente do técnico de futebol da Universidade Clarkson, Oral "Nick" Hillary, padrasto da criança, que jura inocência, à medida que figuras dos dois lados da barricada vão juntando ou quebrando as pontas do caso.

I Love You, Now Die: The Commonwealth v. Michelle Carter (2019)

As acções da adolescente Michelle Carter chocaram uma nação inteira quando o caso chegou aos tribunais. Ela terá sido a responsável por incentivar o suicídio de um rapaz, mas o que é que aconteceu verdadeiramente atrás da cortina? Este especial da HBO mostra o ponto de vista do Ministério Público e, alternadamente, da defesa.

Publicidade

The Pioneer (2019)

Esta série documental mostra a vida do político espanhol, magnata do futebol e do imobiliário Jesús Gil. Um homem curioso, extravagante, responsável por fazer de Marbella um ponto turistíco de grandes dimensões, por pegar no Atlético de Madrid e levantar o clube mas também por alguns negócios arriscados e falências. Um documentário que mostra altos e baixos, com a participação de vários membros da família, amigos e parceiros de negócio.

McMillions (2020)

Foi um escândalo marcante na década de 1990 quando chegou à imprensa mas, até lá, a história do Monopólio do McDonald's parecia apenas uma promoção sem grandes consequências. McMillions é um relato detalhado de um golpe que apanhou dezenas de pessoas pelo meio de um esquema financiado por milhões de dólares, contado pelos participantes do caso, incluindo os vencedores e os agentes do FBI envolvidos na investigação.

Mais para ver

Blue Valentine
©IMDB
Filmes

Momentos de música em filmes que não são musicais

A lista que se segue leva-nos a recortes cinematográficos incomuns, excertos, recados, pequenos pedaços de música que se deixam encaixar no meio da história sem que lhe definam a estética. São momentos íntimos ou intimistas, são actores e actrizes que, por uns quantos minutos, nos desprendem da trama principal e nos levam a outro território. Conheça alguns dos momentos de música em filmes que não são musicais.

Zero Zero Zero
DR
Filmes

As 23 séries da HBO que tem de ver

Fizemos-lhe uma selecção das séries na HBO que vale a pena ver e que nunca o farão perder tempo. Recuperamos os clássicos que não pode perder e as novidades que têm dado que falar. De Os Sopranos e A Guerra dos Tronos até à aclamada Zero Zero Zero, de Roberto Saviano, estas são as 23 séries na HBO que tem de ver.

Publicidade
The Office
©IMDB
Filmes

11 séries na Amazon Prime Video que valem a pena

Há clássicos a fazer parte do cardápio e títulos mais recentes que justificam um mergulho demorado pela plataforma. É certo que a escolha agora é grande, e a concorrência faz-se de apostas cada vez melhores no que diz respeito ao conteúdo original, mas a Amazon Prime Video não quer ficar para trás e tem pescado bons títulos pelo caminho. Prova disso são estas onze séries.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade