Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Dez filmes românticos para ver na Netflix

Dez filmes românticos para ver na Netflix

A oferta pode ser limitada, mas há pelo menos duas mãos cheias de filmes românticos que tem de ver na Netflix

Our Souls At Night
©Kerry Brown/Netflix
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

Já se sabe que a oferta cinematográfica na Neflix é muito limitada e relativamente volátil – hoje um determinado filme está lá, amanhã (ou no mês que vem) não sabemos. Mesmo assim, começando por Os Bons Amantes (1986), de Spike Lee, e acabando em Nós, ao Anoitecer (2017), de Ritesh Batra, encontrámos duas mãos cheias de filmes românticos na Netflix que vale a pena ver (ou rever) agarradinho ao mais que tudo ou sozinho e a queixar-se de como o mundo é injusto. Em casa ou num dos melhores hotéis românticos de Lisboa.

Recomendado: Os 100 melhores filmes de comédia de sempre

Dez filmes românticos que estão na Netflix

1

Os Bons Amantes (1986)

Spike Lee já tinha assinado algumas curtas-metragens e uma média quando se revelou com esta fita a preto e branco sobre uma rapariga que anda com três homens muito diferentes ao mesmo tempo (um deles interpretado pelo realizador), sem se decidir por um. Os Bons Amantes – que entretanto foi transformado numa série da Netflix pelo próprio realizador – valeu a Lee o rótulo de “Woody Allen negro”, de que rapidamente se descolaria.

2

A Princesa Prometida (1987)

Cary Elwes e Robin Wright são os protagonistas desta fábula pós-moderna, filmada por Rob Reiner a partir de um argumento de William Goldman, que combina comédia, aventura e romance. A história e os diálogos são encantadores, mas o que torna o filme especial é o elenco secundário onde se destacam os nomes de Mandy Patinkin, Christopher Guest, Billy Crystal ou o wrestler André the Giant. Uma das pérolas escondidas no catálogo da Netflix.

Publicidade
3

Um Sonho de Mulher (1990)

Nesta comédia romântica de Garry Marshall, Julia Roberts veste a pele da prostituta Vivian Ward, que ainda não perdeu o sonho de encontrar o seu príncipe encantado. Neste caso acaba por ser um monótono, solitário e milionário Edward Lewis, interpretado pelo então já veterano Richard Gere, aqui a servir de muleta a Roberts que lhe rouba as cenas todas. O resto é um verdadeiro conto de fadas com um elenco secundário de peso – Ralph Bellamy, Jason Alexander, Laura San Giacomo ou Hector Elizondo, a coqueluche do realizador Garry Marshall.

4

Lendas da Paixão (1994)

Baseado num romance de Jim Harrison, com Brad Pitt, Anthony Hopkins, Aidan Quinn, Henry Thomas e Julia Ormond nos papéis principais, e Edward Zwick atrás das câmaras, Lendas da Paixão acompanha a família Ludlow ao longo das décadas. É uma história de amor, ou melhor, de amores, épica e melodramática que começa no início do século XX, passa pela Primeira Guerra Mundial e os anos da Lei Seca e termina na década de 60. Foi nomeada para três Óscares, vencendo na categoria de melhor fotografia.

Publicidade
5

As Meninas de Beverly Hills (1995)

Com direcção de Amy Heckerling, As Meninas de Beverly Hills (Clueless, na versão original) acompanha Cher Horowitz (Alicia Silverstone), uma adolescente obcecada por compras e roupa, enquanto guia da recém-chegada Tai (Brittany Murphy) pelos difíceis, tortuosos e cruéis caminhos da popularidade liceal. Parece um filme de adolescentes como outro qualquer, mas é mais do que isso, registando com distância crítica a futilidade como forma de vida.

6

Conhece Joe Black? (1998)

O milionário William Parrish (Anthony Hopkins) tem os dias contados, neste filme de Martin Brest. Mas a vida – ou a morte – trocam-lhe as voltas quando a encarnação do ceifeiro (Brad Pitt) lhe entra pela porta adentro e decide passar uns dias no mundo dos mortais ao seu lado. O que a morte não esperava era, durante esta espécie de férias, apaixonar-se por uma das filhas do milionário, interpretada por Claire Forlani.

Publicidade
7

Amor, Estúpido e Louco (2011)

O quarentão Cal (Steve Carell) é deixado pela mulher (Julianne Moore) e passa as noites a auto-comiserar num bar, até que o engatatão interpretado por Ryan Gosling se farta de o ouvir e decide fazer dele um sedutor implacável. Mas a situação não tarda em complicar-se neste filme de Glenn Ficarra e John Requa, em cujo elenco se destacam ainda Emma Stone, Marisa Tomei e Kevin Bacon.

8

Aguenta-te aos 40 (2012)

Cinco anos depois de Um Azar do Caraças, o realizador Judd Apatow volta a filmar as personagens de Pete (Paul Rudd) e Debbie (Leslie Mann) daquele filme. Agora a caminho dos 40 e com um casamento à beira da ruptura, fruto do desgaste e de uma crise de meia idade, o casal terá de perceber se consegue (e vale a pena) salvar o matrimónio.

Publicidade
9

A Bela e O Monstro (2017)

O realizador Bill Condon recriou, em 2017, um dos mais bem amados clássicos da Disney com actores de carne e osso e efeitos especiais. A adaptação é fiel ao filme original de 1991 e ao posterior musical da Broadway, repetindo até muitas das músicas. Com Emma Watson no papel da Bela do título, que é feita prisioneira mas se acaba por apaixonar pelo Monstro que é Dan Stevens (Downton Abbey).

10

Nós, Ao Anoitecer (2017)

Dois dos nomes mais icónicos de Hollywood voltam a encontrar-se em Nós, Ao Anoitecer. Falamos de Robert Redford e Jane Fonda, que protagonizam uma longa-metragem pela quarta vez. Eles são vizinhos há décadas, mas nunca tiveram grande contacto. Agora, viúvos, neste filme realizado por Ritesh Batra a partir de um livro de Ken Haruf, os dois reencontram-se e começam a dormir juntos platonicamente para aliviar a sua solidão, dando início a um verdadeiro romance.

À procura de romantismo?

Verride Palácio Santa Catarina
©Paulo Carvalho
Hotéis

Os melhores hotéis românticos em Lisboa

Que Lisboa é a cidade mais romântica já nós sabíamos, mas que tinha tantos hotéis para levar as escapadinhas românticas a um novo nível foi uma surpresa. Seja com pequenos-almoços na cama ou vistas de cortar a respiração, os melhores hotéis românticos em Lisboa não desiludem.

Filmes

Sete filmes mais românticos que os filmes românticos

Criar uma boa história de amor é uma incógnita. Na vida, que vem sem argumento, é esperar e ver no que dá. Na ficção, por seu lado, é imaginar e fazer. Não é simples, por fina ser a linha entre romantismo e xaropice. Porém há realizadores que conseguem evitar as armadilhas e quebrar o mais empedernido coração – com estilo. Estes sete filmes românticos são a prova disso. 

Publicidade