A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
  1. Filme, Cinema, Guerra, Biografia, Drama, Camille (2019)
    ©DRCamille de Boris Lojkine
  2. Filme, Cinema, Drama, Fantasia, Vif-argent (2019)
    ©DRVif-argent de Stéphane Batut
  3. Filme, Cinema, Animação, Biografia, Josep (2020)
    ©DRJosep de Aurel
  4. Filme, Cinema, Comédia, Felicità (2020)
    ©DRFelicità de Bruno Merle
  5. Filme, Cinema, Drama, Les héros ne meurent jamais (2019)
    ©DRLes héros ne meurent jamais de Aude Léa Rapin
  6. Filme, Cinema, Documentário,  Adolescentes (2019)
    ©DR Adolescentes de Sébastien Lifshitz
  7. Filme, Cinema, Comédia, Énorme (2019)
    ©DRÉnorme de Sophie Letourneur

MyFrenchFilmFestival: sete filmes a não perder no Filmin

O MyFrenchFilmFestival pode ser visto no Filmin até 15 de Fevereiro. E há pelo menos sete filmes a não perder.

Escrito por
Eurico de Barros
Publicidade

Até 15 de Fevereiro, a 11.ª edição do MyFrenchFilmFestival está no Filmin com 33 filmes, entre longas e curtas-metragens, de ficção, documentais e animadas, que ilustram o melhor cinema feito pela nova geração de realizadores franceses e francófonos, organizado por secções temáticas (Forever Young, True Heroines, On the Road...). As longas-metragens podem ser vistas por 1,99€ cada (ou 7,99€ o pacote), enquanto que as curtas – incluindo as animações da secção Kids Corner, para crianças – têm acesso gratuito. Para não se perder, escolhemos sete filmes.

Recomendado: Sete policiais franceses para noites de insónia

MyFrenchFilmFestival: sete filmes a não perder no Filmin

1. ‘Camille’, de Boris Lojkine

Esta é a história de Camille Lepage, uma destemida fotojornalista francesa que foi morta aos 26 anos, quando fazia uma reportagem na República Centro Africana. Nina Meurisse interpreta Camille e o realizador Boris Lojkine explora a sua psicologia e personalidade, nomeadamente a sua preferência por trabalhar em zonas de guerra com grande risco.

2. ‘Vif-Argent’, de Stéphan Batut

O cinema fantástico francês costuma ter um forte pendor poético e romântico, como se pode ver mais uma vez em Vif-Argent, que tem como protagonista Juste, o fantasma de um rapaz que ajuda aqueles que morreram recentemente a transitar para o Além. Até que um dia é visto por alguém que está vivo: uma rapariga que o conhecia.

Publicidade

3. ‘Josep’, de Aurel

Nomes como Sergi López e Valérie Lemercier dão as suas vozes a esta longa-metragem de animação realista, a primeira do desenhador e cartoonista Aurel. É a história do artista catalão Josep Bartolí, contada em flashback por um polícia francês moribundo, que o conheceu num campo de concentração em França, após a Guerra Civil de Espanha.

4. ‘Felicità’, de Bruno Merle

Uma comédia em família em que participam os próprios filhos do realizador, Bruno Merle, bem como a sua namorada, Emmanuelle Destremeau. O Verão está a chegar ao fim, tal como as férias grandes, os pequenos Tim e Chloé estão já a contar os dias até ao começo das escolas e a família a antecipar a confusão do início do ano lectivo.

Publicidade

5. ‘Les Héros ne Meurent Jamais’, de Aude Léa Rapin

Adèle Haenel (Retrato de uma Rapariga em Chamas) é uma das principais intérpretes desta primeira fita da realizadora Aude Léa Rapin. Um road movie dramático sobre um homem que viaja de França a Sarajevo na companhia de duas amigas, para descobrir se é ou não a reencarnação de um soldado bósnio.

6. ‘Adolescentes’, de Sebastien Lifshitz

Emma e Anais nasceram numa cidade de província francesa e, apesar de terem origens sociais muito diferentes, são grandes amigas desde a infância. Para fazer este documentário, o realizador Sebastian Lifshitz acompanhou-as desde que elas tinham 13 anos, seguindo-as durante a adolescência e registando a sua evolução física, emocional e intelectual.

Publicidade

7. ‘Énorme’, de Sophie Letourneur

Frédéric é casado com Claire, uma famosa pianista que passa o tempo em digressão, e por isso decidem não ter filhos. Mas ele muda de ideias depois de assistir a um parto num avião e a mulher acaba por ficar à espera de bebé. Uma esfuziante comédia burlesca sobre os altos e os baixos da gravidez, com Jonathan Cohen e Marina Fois.

Mais filmes em streaming

  • Filmes

É verdade que as séries originais do serviço de streaming são o grande chamariz da Amazon Prime. Mas o catálogo de filmes da gigante de Jeff Bezos tem surpresas bem guardadas à espera de serem descobertas. Fomos à procura dos melhores filmes na Amazon Prime e descobrimos algumas novidades e clássicos que merecem ser vistos. Aproveite e faça um programa cinematográfico em casa.

  • Filmes

Além de todos os clássicos da Disney, o Disney+ tem conteúdos das marcas e dos estúdios adquiridos pela casa do Rato Mickey ao longo dos anos, como a Pixar, a Marvel, a Lucasfilm, a National Geographic ou a Fox. O principal trunfo do novo serviço de streaming são precisamente as séries e os filmes criados por estas empresas. Mas entre os filmes do Disney+ encontra-se mais uma ou outra surpresa.

Publicidade
  • Filmes

Há drama, há comédia, há acção, histórias para rir desmedidamente, para roer as unhas, para colar ao ecrã horas a fio sem qualquer noção de vida exterior. Compilámos o que de melhor existe actualmente na plataforma de streaming para que não tenha de o fazer e damos-lhe uma boa dose de sugestões abaixo. Prepare os snacks, as pipocas, se as tiver, hidrate-se e ponha os olhos nos melhores filmes na Netflix.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade