Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores filmes de Elle Fanning

Os melhores filmes de Elle Fanning

Com 'Um Dia de Chuva em Nova Iorque' e 'Maléfica: Mestre do Mal' nos cinemas, passamos em revista os melhores filmes de Elle Fanning

Por Eurico de Barros |
Publicidade
MALEFICENT Ellie Fanning
©Frank Connor

Não são muitos os actores e actrizes que começam as carreiras na tenra infância e conseguem manter-se à tona no mundo do cinema, chegando à idade adulta firmemente seguras no topo. Elle Fanning e Dakota, a sua irmã mais velha, são duas dessas excepções, já que ambas se estrearam quando tinham pouco mais de dois anos e continuam em primeiro plano em Hollywood. Elle Fanning vai estar duplamente nos cinemas portugueses, porque Maléfica: Mestre do Mal já se encontra em exibição e estreia-se agora Um Dia de Chuva em Nova Iorque, de Woody Allen. Eis sete filmes de Elle Fanning a não perder.

Recomendado: Oito filmes de Angelina Jolie memoráveis

Os melhores filmes de Elle Fanning

‘Somewhere – Algures’, de Sofia Coppola (2010)

Há mais crianças sensatas do que adultos no cinema americano contemporâneo, e Elle Fanning interpreta, e bem, uma delas nesta fita de Sofia Coppola que ganhou o Festival de Veneza. Fanning é Cleo, a filha do actor-coqueluche Johnny Marco (Stephen Dorff), que está mergulhado numa crise existencial num hotel de luxo de Hollywood. A mãe tem um colapso nervoso e Cleo tem que ficar com o pai, a quem ajuda a sair da depressão, fazendo-o perceber que tem que ser responsável e portar-se como um adulto.

‘Super 8’, de J. J. Abrams (2011)

Este filme de ficção científica passado na década de 70, apontado ao público juvenil e a regurgitar de referências ao cinema de Steven Spielberg (que é o produtor), revelou-se uma montra perfeita para Elle Fanning. Ela interpreta a jovem Alice Dainard, que vive numa cidadezinho do Ohio e juntamente com um grupo de amigos que estão a rodar um filme de terror em Super 8, mete-se numa aventura que envolve uma entidade extraterrestre. Foi um papel importantíssimo para o avanço da carreira da actriz, então com 13 anos.
Publicidade

‘Ginger & Rosa’, de Sally Potter (2012)

Ginger (Elle Fanning) e Rosa (Alice Englert) são adolescentes e amigas inseparáveis, apesar de terem formações, personalidades e vidas familiares bastante diferentes e vivem na Londres do início dos anos 60. O medo de uma guerra nuclear que caracterizou a época, problemas de família e os rapazes vão afectar a vida das duas amigas. Elle Fanning tem uma interpretação de uma naturalidade confiante e grande maturidade dramática, envolvendo-nos na vida emocional e interior de Ginger.

‘Joe Albany-O Fim de Uma Lenda do Jazz’, de Jeff Preise (2014)

Elle Fanning tem de novo o papel de uma rapariga com um pai problemático, nesta fita passada nos anos 60 70 e baseada em factos reais. O pai é o pianista de jazz Joe Albany (John Hawkes), viciado em heroína e que passa o tempo a entrar e a sair da prisão, e Fanning é Amy-Jo Albany. O filme é contado do ponto de vista dela, uma rapariga frágil que sofre de asma que Joe tenta escudar da vida que leva, e Fanning transmite toda a aflição de Amy-Jo perante o drama do pai, bem como a sua própria vulnerabilidade.

Publicidade

'Maléfica', de Robert Stromberg (2014)

Há por aí muitas actrizes capazes de interpretar uma princesa da Disney num filme de imagem real do estúdio, mas poucas seriam capazes de o fazer sem se sentirem intimidadas pela presença de uma estrela como Angelina Jolie. Elle Fanning fá-lo nesta leitura revisionista da animação A Bela Adormecida, em que a sua luminosa princesa Aurora é criada pela fada Maléfica (Jolie) como se fosse filha desta. O filme pertence a Angelina Jolie, mas Fanning compõe uma Aurora perfeita.

‘Galveston’, de Mélanie Laurent (2018)

O cinema independente tem proporcionado a Elle Fanning alguns dos seus papéis mais interessantes, e Galveston, realizado pela francesa Mélanie Laurent nos EUA, um drama policial passado nos anos 80, é um desses filmes. Fanning personifica Rocky, uma jovem prostituta que tem uma irmã pequena e envolve-se acidentalmente com um assassino profissional, ficando sob a sua protecção. Galveston é um filme de um realismo carregado e áspero, a que Fanning corresponde com a sua interpretação.
Publicidade

‘Teen Spirit: Conquista o Sonho’, de Max Minghella (2018)

Além de representar, Elle Fanning mostra que também sabe cantar, neste filme realizado pelo filho de Anthony Minghella. Ela interpreta Violet, uma adolescente de origem polaca, de poucas palavras e escassa sociabilidade, que vive com a mãe na Ilha de Wight, estuda e trabalha num pub. E quer cantar, muito, e por isso candidata-se a um concurso do tipo A Voz. Fanning revela a cantora pujante que há por trás da rapariga acanhada.

Os melhores filmes de...

Filmes

Dustin Hoffman

Ganhou dois Óscares, uma data de Globos de Ouro e prémios BAFTA, foi nomeado um ror de vezes, mais de 50, e no entanto sempre pareceu um tipo discreto. Com o seu nariz, diz-se. O que lhe valeu alguns amargos, e uma integridade artística a toda a prova. Parabéns, pá. E obrigado por estes sete filmes imperdíveis.

Filmes

Jeanne Moreau

Patti Smith comparou-a a “uma vedação de arame farpado em chamas.” E essa pode muito bem ser a melhor definição do trabalho de Jeanne Moreau, a actriz que se tornou ícone da nova vaga do cinema francês, mas não ficou por aí. Além do teatro, entrou em dezenas de filmes. Muitos maus, ou assim-assim. Mas nestes sete que seguem, A Moreau é sempre sublime.  

Publicidade
OS HOMENS DO PRESIDENTE (1976)
©DR
Filmes

Robert Redford

Ele já tinha anunciado, em 2016, a vontade de se reformar. Agora confirmou que O Cavalheiro com Arma, de David Lowery, é o último filme em que o vamos ver. Para assinalar o fim de uma longa, prestigiada e premiada carreira de actor que começou na televisão, há quase 60 anos, recordamos alguns dos melhores filmes de Robert Redford, à frente e atrás das câmara.

You may also like

    Publicidade