A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Wednesday, Netflix
Photograph: Daniel Iskandar

‘Wednesday’: menos Tim Burton que o desejado

Spinoff de ‘A Família Addams’, a série da Netflix aposta mais no público juvenil, aproximando-se do universo Harry Potter, do que no horror gótico-melancólico burtoniano.

Escrito por
Eurico de Barros
Publicidade

★★★☆☆

Para uma primeira incursão do autor de Eduardo Mãos de Tesoura no streaming, a série Wednesday (Netflix), um spinoff de A Família Addams, centrado na adolescente Wednesday Addams, a filha mais velha do casal Morticia e Gomez Addams, não tem tanto e tão bom Tim Burton (que supervisionou, produziu e realizou quatro dos oito episódios) como seria desejado pelos seus admiradores (e ainda tem menos a ver com o mundo da família inofensivamente sinistra criada por Charles Addams, que já foi levado à televisão e várias vezes adaptado ao cinema). Se há uma direcção para onde Wednesday aponta, em localização, ambiente e tipo de fantasia, é na do universo de Harry Potter, ao passar-se num colégio particular para jovens com características de criaturas fantásticas ou poderes especiais e paranormais, e ter um enredo que depende da resolução de enigmas e inclui monstros e situações sobrenaturais. Wednesday perde em encanto lúgubre e em horror gótico-melancólico burtoniano, para puxar a brasa à sardinha potteriana e apelar a um público mais juvenil e de satisfação mais fácil e imediata, embora não deixe de ter os seus momentos altos. E boa parte deles graças a Jenna Ortega numa impassível Wednesday Addams, que faz jus aos pergaminhos deliciosamente funéreos da família. 

Mais críticas de televisão

Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade