A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Ilustração de Veterinários
Ilustração: José Carlos Fernandes

Actividades para miúdos que gostam de animais

Fomos à procura dos melhores programas para crianças que gostam de animais.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Ficam enternecidos com o pardal dos vizinhos, mesmo quando ele teima em cantar de manhãzinha, durante a hora dos desenhos animados. Pedem póneis, coelhos e furões como presentes de aniversário. Não se importam de receber beijinhos molhados dos amigos peludos que fazem nos passeios pelos parques e jardins da cidade. Quando os pais se distraem, então é um caos... é entrar no quarto na altura em que os bichos-da-conta se tornam em borboletas ou descobrir a nova criação de lesmas. Também há os que só têm pedras de estimação, mas essas não fazem mal a ninguém (a não ser quando se tropeça nelas, claro). Não se preocupe: se o seu filho adora animais, estas são as melhores actividades para os entreter.

Recomendado: Quintas pedagógicas: leve-os ao campo sem sair da cidade

Programas para zoólogos em potência

  • Miúdos
  • Eventos activos
  • Cascais

Para não chegarmos àquele dia apocalíptico em que só vamos conhecer o aspecto de um frango quando o virmos embalado no supermercado, nada como ir directo à fonte. Na primeira Quinta Pedagógica Biológica do país, perto de Cascais, as crianças descobrem o quotidiano no campo e podem alinhar em oficinas. É o autêntico Fungagá da Bicharada. Para além de um burro de Miranda chamado Eléctrico, vivem na Quinta Pedagógica Armando Villar, também conhecida como Quinta das Patinhas, galinhas, ovelhas de raça merino, perus, patos, gansos, coelhos, cabras e porcos pretos do Alentejo. Quem trata deles é o senhor Tudor, que apesar do nome não faz parte da realeza. Quando há visitas, este moldavo goza de ajuda extra. É rara a criança que resiste a entrar no abrigo para alimentar os animais e a passar-lhes a mão pelo pêlo – “Porque os animais são nossos amigos!”, já dizia o saudoso Fialho Gouveia na saudosa Arca de Noé. Também vale a pena estar atento à programação de fim-de-semana: há sempre actividades para famílias, de amassar o pão a caças ao tesouro, construção de terrários e de casas-ninho ou oficinas de lã. 

Seg-Sex 14.00-18.00, Sáb-Dom 10.00-13.00/14.00-18.00. Crianças (maiores de 4 anos): 4€; Adultos: 5€; Bilhete Família: 15€.
  • Atracções
  • Zoológicos e aquários
  • Sete Rios/Praça de Espanha

Sabia que 98% do ADN de um chimpanzé é igual ao seu? E que a tromba de um elefante tem mais de 40 mil músculos? Estas são apenas duas das curiosidades sobre os animais do Jardim Zoológico reveladas na actividade Sábados Selvagens. Os seus filhos gostam muito de Cerelac? Pois, os lémures do Zoo também lhe chamam um figo. E como são amistosos, dá para chegar bem pertinho deles e estender-lhes umas barras besuntadas com a mistela. A visita de dia inteiro é guiada por tratadores e biólogos, com direito a entrar no habitat de alguns dos bichos (descanse que não estamos a falar dos leões…). No fim podem assistir ao show dos golfinhos, andar no teleférico ou dar uma voltinha pelo resto do parque, caso ainda tenham pernas para andar. 

Sáb 10.00-16.30. Criança: 25€; Adulto: 35€.

Publicidade
  • Atracções
  • Parque das Nações

Num país com uma extensão de costa destas, e com uma tradição marítima que se perde nos tempos, era praticamente criminoso imaginar que o peixe só tem lugar no prato. Vai daí, em 1998 (é verdade, já foi em 1998) a exposição universal que aconteceu em Lisboa, no actual Parque das Nações, encontrou neste edifício um dos seus pontos altos. Pequenos e grandes visitantes encontram no Oceanário de Lisboa um gigante aquário com milhões de litros de água salgada e uma série de inquilinos para conhecer com entusiasmo, entre águas temperadas, tropicais e frias, porque o planeta faz-se de diversidade. Para além da recomendável romaria à exposição permamenente, conte com mostras temporárias e actividades múltiplas (que tal dormir com os tubarões?).

Seg-Dom 10.00-19.00. Grátis até aos 3 anos. 12€ dos 4 aos 12 anos e 18€ a partir dos 13. O bilhete de família (2 adultos e 2 crianças até aos 12 anos) custa 47€ (exposição permanente + temporária).

  • Miúdos
  • Sintra

O trânsito e os horários para tudo e para nada perdem todo o sentido quando se fala dos Burros do Magoito. Os pais levam os burrinhos à mão e esquecem a semana de cão que tiveram, os miúdos montam o lombo destes dóceis animais num passeio pela bucólica aldeia do Magoito, e todos gozam a vista de cortar a respiração do Parque Natural de Sintra-Cascais. Se quiserem mesmo entrar no espírito da vida de campo, ajudem a alimentar as cabras ou a escovar o pêlo dos burros e dos póneis. Ou corram simplesmente atrás da porca-vietnamita que também vive na quinta pedagógica. Por mais uns trocos podem complementar a visita com um passeio de charrete. 

Passeios de 1h – Criança: 10€, Pais: gratuito.

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Benfica/Monsanto
Raposas, esquilos e borrelhos-de-coleira. Gaivotas-de-patas-amarelas, ratinhos-ruivos e mochos-galegos. No Parque Florestal de Monsanto há 150 espécies de fauna e flora que poderão conhecer de perto percorrendo a Rota da Biodiversidade. O melhor é vestir os miúdos com roupa que se possa sujar e uns ténis todo-o-terreno. Depois é só descarregar o percurso de 14 km no site da Câmara de Lisboa e escolher se querem fazê-lo a pé ou, ainda mais giro, de bicicleta. No mesmo site estão disponíveis as fichas de algumas aves, mamíferos e répteis (respire fundo), para imprimir e ter à mão durante o passeio pelo Parque Florestal de Monsanto, o pulmão da cidade. 
  • Coisas para fazer
  • Grande Lisboa

Pedalar, caminhar, fotografar cogumelos, observar aves, mas não só. Apesar de o edifício do Centro de Educação Ambiental (CEA) estar temporariamente encerrado, a Mata Nacional da Machada, no Barreiro, continua a receber grupos para actividades relacionadas com o desenvolvimento sustentável. O programa Reserva o Verão em Família convida-o a explorar os recantos pouco conhecidos da mata. A última sessão decorreu no primeiro fim-de-semana de Agosto, mas esperam-se mais novidades. É estar atento à página de Facebook do CEA. Com actividades programadas ou não, a Mata da Machada vale sempre o passeio e de certeza que os miúdos a vão gostar de explorar em família (e encontrar o baloiço de pneu, que por lá se esconde, algures).

Mais ideias para entreter os miúdos

  • Miúdos

Esqueça a Mattel, a Lego ou a Hasbro. Agora, mais do que nunca, é tempo de apostar no que de melhor se faz por cá. Desde brinquedos científicos a propostas faça-você-mesmo ou peças tão bonitas que até para decoração servem (é capaz de nem se importar de ver os objectos espalhados pelo chão), não faltam marcas portuguesas para entreter os miúdos.

Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade