Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right 14 músicas sobre estar aborrecido e preguiçoso
Preguiçoso e aborrecido
Ashkan Forouzani/ Unsplash

14 músicas sobre estar aborrecido e preguiçoso

Não se vá abaixo e aproveite para dar corda aos ouvidos com estas 14 músicas sobre aborrecimento e preguiça.

Por Tiago Neto
Publicidade

O que mais dizer sobre os dias que vão desaguando dentro de quatro paredes? Pouco. Mais do mesmo. Caminhadas da sala para a cozinha, da cozinha para a sala, para o quarto, ensaboar e repetir. Mas a música está cá para ajudar. Não é que estejamos todos no mesmo barco, ou melhor, estamos, o que difere é o tamanho e o conforto da embarcação, mas é reconfortante saber que também as rockstars se aborrecem. E melhor, para consolo das gentes, fazem canções sobre isso. Estas são 14 músicas sobre estar aborrecido e preguiçoso: por títulos ou pelas letras, há qualquer coisa dentro que quebra a parede e nos faz sentir melhor. É ouvir.

Recomendado: 13 músicas para cantar no banho sem vergonha

Músicas sobre aborrecimento

'Boredom', Buzzcocks

Aborrecimento é aborrecimento, e o título da canção dos britânicos Buzzcocks é bastante directo. Uma malha punk a respirar desabafos e vontades em períodos pouco produtivos.

'Boredom', Tyler, The Creator

"Boredom got a new best friend", diz o primeiro verso da canção. Pegando nesse mote, Tyler, The Creator fez toda uma obra de arte musical à volta do facto de estarmos sem nada para fazer.

Publicidade

'Cooking Up Something Good', Mac DeMarco

A mensagem do canadiano Mac DeMarco nesta "Cooking Up Something Good" é simples: quando a vida se move assim tão devagar, arranja maneira de te desprender. Neste caso, pôr mãos à obra e queimar tempo seja de que forma for.

'Hang Fire', The Rolling Stones

É, paralelamente, uma música sobre fazer nada e sobre o quão prejudicial isso era para a Inglaterra da década de 80, durante o conturbado período Thatcher.

Publicidade

'I'm Bored', Iggy Pop

Iggy Pop está entediado e quer dizê-lo de todas as formas possíveis. Entediado de se drogar com as mesmas drogas e de gastar todo o seu dinheiro, no fundo. Não é para todos, mas é por isso que o adoramos.

'Inside', Earl Sweatshirt

Se o conceito de FOMO (Fear Of Missing Out) é algo que lhe assiste, ou é dado àquela sensação de que se não for a um evento vai perder a última bolacha do pacote, então deixe que seja Earl a traduzi-la. Não é bem sobre estarmos aborrecidos mas também acaba por ser.

Publicidade

'I Wanna Be Sedated', Ramones

Em tempo de quarentena, e havendo a possibilidade, nada melhor do que encher a cara para combater o aborrecimento. Já diziam os Ramones nesta "I Wanna Be Sedated". Pedimos-lhe só atenção ao que vai meter no corpo. Em dúvida, fique pelo vinho.

'Machu Picchu', The Strokes

Há letras sobre como se manter ocupado. "I'm just tryin' to find / a mountain I can climb", e Machu Picchu, no Perú, parece ser uma óptima forma de ocupar o tempo. É possível que o título tenha surgido como uma piada, mas acabou por encaixar bem na ideia.

Publicidade

'Patience', Tame Impala

Ainda que não seja totalmente sobre aborrecimento ou preguiça, Kevin Parker acena levemente aos dois, mas da perspectiva do público. "They would ask me all the time / Showin' up in ages / So what you doin' with your life?" "Patience" fala-nos da passagem do tempo e da pressão que isso pode trazer. Bonito paralelismo com o presente.

'Riot Van', Arctic Monkeys

A polivalência lírica de Alex Turner é tão boa que conseguiu escrever numa canção um tipo de aborrecimento que nos leva a arranjar problemas com a polícia só para termos alguma coisa que fazer. "We didn't do that much wrong / Still ran away though, for the laugh". Simples e eficaz.

Publicidade

'(Sittin' On) The Dock of the Bay', Ottis Redding

Não é preciso explicar muito, até porque, afinal de contas, é um clássico. Karaokes regados, ou de coragem pura, cantorias à fogueira, serenatas, bla bla. "Ooo, I'm just sittin' on the dock of the bay / Wastin' time". Há formas e formas de queimar tempo. Ottis Redding sabia bem como o fazer.

'Spent The Day In Bed', Morrissey

Quem nunca, não é? É importante contrariar a má vontade e tentar os mínimos olímpicos de maneira a não se dissolver nos lençóis. Mas se lhe der para isso, pelo menos teremos sempre Morrissey a tocar ao ouvido. 

Publicidade

'Steppin' Out', Joe Jackson

É o grito de revolta da lista, admitimos. E como não, se o título e a linha "So tired of all the darkness in our lives" encaixam na perfeição num momento que pouca coisa tem de positivo. Façamos de "Steppin' Out" um hino a quando tudo isto estiver para trás das costas. Até lá, faça o oposto.

'The Importance of Being Idle', Oasis

Bom resumo dos tempos que correm, esta "The Importance of Being Idle" dos extintos e muito saudosos Oasis, ensina-nos precisamente que o não fazer nada é uma arte. Uma arte necessária neste momento. Daí que seja um remate perfeito para a despedida.

Mais música em casa

Música
Wes Hicks/Unsplash

Cinco músicas fáceis para aprender a tocar na guitarra

Música

Quantos e quantas de nós imaginámos o que seria subir a um palco e tocar meia dúzia de cantigas. Ou serenar alguém. Pois bem, a internet está cá para ajudar e não faltam professores virtuais para nos fazer desempoeirar o instrumento e dar às cordas uma nova vida. São cinco músicas fáceis para (re)aprender a tocar na guitarra.

Músicas para trabalhar em casa
©Glenn Carstens-Peters/Unsplash

As músicas para trabalhar em casa que lhe fazem bem à produtividade

Música

Não há nada mais entediante do que trabalhar sem uma banda sonora digna, que nos dê aquele empurrão necessário à criatividade, que nos relaxe ou que nos leve a viajar uns minutos para voltarmos ao trabalho. Na Time Out queremos que faça a sua jorna caseira com (algum) entusiasmo e, por isso, damos-lhe 13 músicas para trabalhar em casa.

Publicidade
Caneca de café
©Íris Juana/Unsplash

Bom dia, alegria: músicas para começar bem o dia

Música

Ah, as manhãs. Esse pedaço de discórdia da humanidade, ora pendendo para os que de nós acordam em euforia ora pendendo para os que odeiam tudo no começo do novo dia. Mas não se inquiete porque, ao contrário dos nossos antepassados, temos muitas e boas soluções musicais para superar a pior das manhãs.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade