Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Super Bock Super Rock: seis concertos a não perder
Lana Del Rey

Super Bock Super Rock: seis concertos a não perder

O Super Bock Super Rock volta ao Meco com concertos imperdíveis. Conheça-os

Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

As confirmações ainda não abundam e o cartaz está longe de fechar, mas já se vai respirando música para os lados do Meco, nesta que será a 26.ª edição do Super Bock Super Rock. A$AP Rocky, GoldLink, Kali Uchis ou Foals são alguns dos nomes grandes que vão encher o palco, mantendo a veia eclética que é já assinatura do festival, e não faltam boas confirmações no seguimento, como Boy Pablo e King Gizzard & The Lizard Wizard. Dias 16, 17 e 18 de Julho, a Herdade do Cabeço da Flauta é o epicentro da música, e estes são os concertos que não pode perder.

Recomendado: Guia completo dos festivais de Verão

Super Bock Super Rock: seis concertos a não perder

A$AP Rocky

16 de Junho.

Um dos fundadores do colectivo A$AP Mob, Rocky é um nome bem conhecido na praça desde que, em 2011, mostrou às ruas "Purple Swag". Depois disso, a história é bem conhecida: hit atrás de hit, moldando a sonoridade até então feita em Nova Iorque, à boleia de Live. Love. A$AP, Long. Live ASAP ou, mais recentemente Testing, fomentando a sinergia entre Moda e música, tornando-se uma referência.

GoldLink

17 de Julho.

D'Anthony William Carlos tem, nos últimos anos, vencido ao seu próprio ritmo, desdobrando-se em colaborações e datas em grandes festivais. Este ano é a vez do Meco receber a estreia do seu alter-ego, GoldLink, em Portugal, e bater o pé ao som de faixas como "Crew", "Joke Ting" ou "Zulu Screams".

Publicidade

Foals

18 de Julho.

Encabeçados pelo grego Yannis Philippakis, os Foals são um nome recorrente no circuito festivaleiro português, trazendo quase sempre um disco novo na mala aquando da visita. Desta feita, os britânicos levam ao Meco Everything Not Saved Will Be Lost, o disco editado em 2019. Mas não há como esquecer "This Orient", "Spanish Sahara", "Blue Blood" ou "Mountain At My Gates". 

Kali Uchis

18 de Julho.

Deixou muitas cabeças baixas quando cancelou o concerto no NOS Primavera Sound em 2019 mas, em 2020, há mais uma data para que Kali Uchis possa mostrar serviço. A primeira vez em solo nacional, na verdade. Depois de se tornar uma das vozes mais requisitadas para colaborações nos últimos anos, Uchis chega ao SBSR e promete trazer os ritmos que lhe deram nome. Destacam-se "After The Storm", "Ridin Round" ou, mais recentemente, "Solita".

Publicidade

Boy Pablo

18 de Julho.

Facilmente ligado a Mac DeMarco, Boy Pablo conseguiu, nos últimos tempos, esticar a sonoridade a outro território de bpm e subiu a fasquia, apesar de continuar a hastiar a bandeira do indie. "Feeling Lonely" é um bom exemplo desse novo caminho do norueguês, que tem ganho rodagem nos mais importantes festivais (Primavera Barcelona e Pitchfork Paris incluídos), e que chega ao Meco com dois EP: Roy PabloSoy Pablo, além de uma mão cheia de singles.

King Gizzard & The Lizard Wizard

18 de Julho.

A trupe australiana regressa a território familiar e chega de armas e bagagens no dia 18, para manter bem viva a fasquia do rock, que todos os anos é lembrada por centenas de festivaleiros. "Rattlesnake", "Self-Immolate" e "Fishing For Fishies" devem constar do alinhamento.

Mais para fazer

Lenny Kravitz
©Nadine Koupaei

Os melhores concertos em Lisboa até ao final do ano

Música

Há sempre música entre nós, como diz a canção. O que, neste caso, quer dizer que há sempre concertos em Lisboa que vale a pena ver e ouvir. Algumas destas datas já estão esgotadas e os outras para lá caminham, por isso sugerimos que não espere muito mais para comprar os bilhetes para estes espectáculos. Resta-nos esfregar as mãos e bater palmas.

O Filipe
©Arlindo Camacho

Restaurantes em Sesimbra onde deve reservar mesa

Restaurantes

Sesimbra é tudo de bom do que vem do mar. E tanto podem ser uns carapaus gordos, como umas sardinhas, robalos ou pregados, salmonetes ou imperadares. Falta dizer que é também a arte que há em terra para cuidar tanto tesouro – não é só na grelha que se esconde o segredo de um bom prato à mesa. Sesimbra não é apenas um destino de praia, pode bem ser uma escapadinha gastronómica. Ora atente nesta lista dos melhores restaurantes em Sesimbra.

Publicidade
Praia do Meco
Photograph: Manuel Manso

Três praias no Meco que não vai querer perder

Coisas para fazer

Às vezes o trânsito logo à saída da ponte é de tal ordem que nos faz querer fugir para bem longe. Para o Meco, porque não. Há várias praias por onde escolher, com mais ou menos gente. Por estas bandas há vários rituais, como espalhar argila pela pele (na Praia da Tramagueira), o nudismo (mais perto da Praia das Bicas) ou os mergulhos em Alfarim, numa praia selvagem ideal para levar os cães. Dizemos-lhe três praias no Meco que não vai querer perder.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade