Notícias / Vida urbana

Lisboa vai ter cinco pianos na rua para quem quiser tocar

Lisboa vai ter cinco pianos na rua para quem quiser tocar

Entre a correria do dia-a-dia e o olho de lince com que deveria andar na rua poderá encontrar pianos pela cidade. Jardins, estações de metro ou praças não são certamente o cenário mais comum para colocar este instrumento, mas de 20 a 24 de Abril há teclas à espera de serem tocadas livremente, é o Liberdade para Tocar.

Já lhe tínhamos falado desta iniciativa aqui, inserida no programa do Abril em Lisboa, mas reforçamos a ideia. Liberdade para Tocar põe ao dispor dos cidadãos cinco pianos espalhados pela cidade ao longo destes dias. A ideia é simples: ser espontâneo, onde cada um é livre de tocar o que bem entender.

“A ideia dos pianos não é nova, já foi feito lá fora mas decidimos fazê-la cá num apelo à espontaneidade”, disse à Time Out Joana Gomes Cardoso, presidente da EGEAC, sobre a programação do Abril em Lisboa. “Como a música é uma linguagem universal achámos que isto é uma forma de união, de espontaneidade, de multiculturalidade. Queríamos que o piano fosse um objecto democrático, até porque normalmente está associado a outros ambientes – queríamos trazer para a rua um elemento disruptivo.”

Entre as 10.00 e as 20.00 de cada um dos dias, conte com os pianos sempre em locais diferentes. Na sexta-feira, dia 20, vão estar nas estações de Santa Apolónia, Rossio, Cais do Sodré, Entrecampos e Oriente. No dia seguinte, é dia de coretos: o da praça José Fontana, do Jardim da Estrela, do Largo da Graça, o de Carnide e o coreto do Jardim da Parada.

No domingo, os cinco pianos distribuem-se por cinco jardins da cidade, desde o do Príncipe Real ao do Campo Grande, passando pelo de São Pedro de Alcântara, jardim do Arco do Cego e do Torel. Segunda, dia 23, é a vez da Praça do Município, Praça do Rossio, Praça do Cais do Sodré, Largo do Carmo e a Praça do Martim Moniz.

Na véspera do feriado, há apenas um local, em jeito de comemoração estarão os cinco pianos na Praça do Comércio.

+ Festival Política: dos debates ao speed date com deputados

+ Coisas para fazer em Lisboa este mês

Publicidade
Publicidade

Comentários

0 comments