Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right As melhores novas sopas em Lisboa

As melhores novas sopas em Lisboa

Apresentamos-lhe cinco novas sopas para devorar o Inverno à colher.

Sopa de abóbora do Lumi Rooftop
©Luis Ferraz
Publicidade

Frio ou calor, não há estômago que não fique mais aconchegado com uma sopinha. Na verdade, assim que o tempo começa a esfriar, queremos é sopas e descanso. Seja a meio de um dia de trabalho para ganhar forças e não precisar de ares condicionados para o resto da tarde ou à noite, já em casa, para não precisar de mantas nem de ligar o aquecimento. Este lote tem cinco, todas elas parte das cartas de restaurantes que abriram portas nos últimos meses. Há caldos asiáticos ou sopas tradicionais portuguesas para encher e aquecer. 

Recomendado: Os melhores sítios com lareira em Lisboa para se aquecer neste Inverno

As melhores novas sopas em Lisboa

Afuri
Duarte Drago
Restaurantes, Japonês

Yuzu Ratan do Afuri Lx

icon-location-pin Chiado

O yuzu é o citrino japonês que dá nome a estas taças com caldos fumegantes do Afuri, o restaurante japonês que chegou a Lisboa em Agosto com uma série de opções diferentes de ramen. Este Yuzu Ratan tem como base um caldo de galinha leve, resultado de uma cozedura lenta de oito horas (“chintan”, se quiser chamar as coisas pelos nomes) e chega à mesa carregadinha de rebentos de bambu, ovo temperado, barriga de porco, alga nori, alho francês e sésamo. Reconfortante.

Preço: 15€

Sopa de abóbora do Lumi Rooftop
©Luis Ferraz
Restaurantes

Abóbora hokkaido do Lumi Rooftop Bar & Restaurant

icon-location-pin Bairro Alto

No novo Lumi, no topo do hotel The Lumiares, o chef João Silva, comprometido com a sazonalidade dos produtos, serve um creme de abóbora hokkaido, aquelas de casca laranja forte mais redondinhas, assada com amêndoa. No topo tem umas sementes de abóbora a dar crocância. E isto tudo para comer num terraço com vista para a cidade, devidamente aquecido  e semitapado, para poder desfrutar dele o ano inteiro.

Preço: 5,50€

Publicidade
Restaurantes, Georgiano

Kharcho do #Treestory

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Apesar do nome estrangeiro que pode causar dúvidas na pronunciação, vai reconhecer facilmente os ingredientes desta sopa do primeiro restaurante georgiano da cidade. A Kharcho é uma sopa rica de carne de vaca com arroz e especiarias que é uma refeição completa. No que toca a sopas, vai reconhecer também a sopa de feijão com fiambre (4€), servida com ou sem fiambre.

Preço: 6€

Caldo de Frango do Boteco da Dri
©DR
Restaurantes, Brasileiro

Caldo de Frango do Boteco da Dri

icon-location-pin Cais do Sodré

Esta sopa é típica dos botecos brasileiros, onde é servida bem quente, no Inverno, para manter a temperatura corporal. A base do caldo é um parmentier, com batata e alho francês e leva milho doce, peito de frango desfiado, leite de coco e rebentos de manjericão. Se for pessoa de muito alimento, pode sempre acompanhar com o bom pão de queijo com chouriço e linguiça e uma batida de coco, que também aquece. 

Preço: 5€

Publicidade
Sopa no pao
©Duarte Drago
Restaurantes

Sopa no Pão

icon-location-pin Grande Lisboa

Dois alemães abriram em Lisboa um restaurante em que a comida do mundo, das sopas aconchegantes a outros pratos robustos sem caldinhos, é toda servida em taças de pão alentejano. Dois anos desde a abertura, o menu tem crescido e todas as semanas há novidades – tanto pode haver uma massada no mar ou um strogonoff de frango. Às sextas-feiras, durante todo o Inverno, é dia de cozido à portuguesa no pão, servido com arroz de farinheira numa outra taça de pão à parte.

Preço: 7,20€

Mais comfort food

tripas do dom feijão, tema  526
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

O melhor da cozinha tradicional portuguesa em Lisboa

Demos uma volta ao país sem sair da cidade e reunimos uma colecção de grandes exemplares da cozinha tradicional portuguesa, região por região, servidos nos restaurantes de Lisboa. É muito provável que a sua comida de conforto esteja aqui. Esta é a nossa zona de conforto. 

Jorge d'Amália
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes

Tascas a não perder em Lisboa

O que é uma tasca? O dicionário diz-nos que é "um estabelecimento modesto que vende bebidas e refeições", mas também nos ensina que "tasca" é o nome do "utensílio em que se espadela o linho". Para que não haja dúvidas: estamos a falar dos restaurantes. 

Publicidade