Pijama de inverno: sobremesas em Lisboa para enfrentar o frio

Estes são gulosos o suficiente para enfrentar frio e intempéries. Servimos-lhe um pijaminha de sobremesas em Lisboa
Manuel Manso
Publicidade

Não lhe vão ser servidas numa tigelinha no sofá enquanto está enrolado em mantas e chove copiosamente lá fora. Vai mesmo ter de sair de casa e atravessar o frio, mas garantimos que por estas cinco novas sobremesas vai valer a pena. 

Pijama de inverno: sobremesas em Lisboa para enfrentar o frio

bastardo, bomba de chocolate
Arlindo Camacho
Restaurantes, Cozinha contemporânea

Bomba de chocolate no Bastardo

icon-location-pin Baixa Pombalina

Esta bomba é à prova de qualquer intempérie – e o lifesaver em qualquer dia cinzento. A esfera no centro do prato é recheada com uma mousse de natas e mesmo no interior leva uma geleia de framboesa para comer à colher. Por fora, um glacé brilhante de chocolate negro, mesmo a pedir para partir, e um pão-de-ló de chocolate. Tudo assente num biscuit brownie, explica o chef Duarte Madeira, o responsável pela cozinha de pratos de conforto mas com twist. Neste doce, a framboesa é, literalmente, a cereja no topo do bolo.

Preço: 8€

A Time Out diz
kanazawa, wagashi
Manuel Manso
Restaurantes

Wagashi, no Kanazawa

icon-location-pin Belém

Wagashi significa “os nossos doces”, isto é, os doces japoneses, explica Paulo Morais. Durante o lanche que o Kanazawa começou a fazer este Inverno, cada um escolhe cinco docinhos para acompanhar o chá: há os coloridos wagashi, feitos de uma trabalhosa massa de feijoca, os mochi recheados com sésamo preto, por exemplo, dorayakis, as panquecas com doce de feijão que o Doraemon celebrizou, ou castella, a versão japonesa do pão-de-ló (aqui serve-se o da casa Kasutera). Nestes tabuleiros os docinhos vão mudando todas as semanas, consoante aquilo que Miyuki, a pasteleira, e o chef querem ir aplicando.

Preço: 10€

A Time Out diz
Publicidade
Mil-folhas, lumni
Manuel Manso
Restaurantes, Português

Mil-folhas de amêndoa com queijo da Serra, no Lumni

icon-location-pin Bairro Alto

Miguel Castro e Silva pensou esta sobremesa para acompanhar um copo de vinho do Porto. Não é muito doce, avisa, mas é equilibrada – no menu de degustação de sete momentos funciona como pré-sobremesa (a seguir vem o soufflé de chocolate). É um mil-folhas com várias texturas, feito com massa filo, “só um bocadinho de açúcar”, amêndoa e frutos secos. É recheado com um creme de queijo da Serra no interior e acompanha ora com sorvete de goiaba, ora com sorvete de figo.

Preço: 3,60€

A Time Out diz
bolo quente de tâmaras, duplex
Manuel Manso
Restaurantes

Bolo quente de tâmaras, no Duplex

icon-location-pin Cais do Sodré

À primeira vista parece um petit-gateau com gelado – aquela sobremesa aconchegante básica que nunca nos deixa mal – mas este bolo quente é feito com tâmaras e servido com uma calda de toffee que lhe dá o doce e humidade certos. O gelado de baunilha deve ser comido em conjunto com o bolo. Foi a última adição às sobremesas do restaurante do Cais do Sodré, que já tinha um quindim com gel de caipirinha e o duplex de chocolate com gelado de chocolate dignos de nota.

Preço: 6,90€

A Time Out diz
Publicidade
loco, sobremesa
Manuel Manso
Restaurantes

Batata doce assada em calda de vinagre de pinho, no Loco

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

A batata, só por si, já é doce, por isso, depois de cozida e assada inteira, fica numa calda com apenas água e vinagre de pinho – antes, esta sobremesa era feita com abóbora, que tinha de ser mais trabalhada para ganhar o doce e ficar “mais chewy”, explica Carolina Pereira, chef pasteleira. Vem com um toffee de miso de passas caseiro, feito por Manuel Lieubaut no I+D do Loco e passas de uva preta maceradas em vinagre de spruce (um pinho nórdico), servidas quentes. O último elemento do prato é como neve: um pó de pinho que liga tudo.

A Time Out diz

Mais sobremesas em Lisboa

Chocolates da Arcádia
©DR
Compras, Chocolates e doces

Os melhores chocolates em Lisboa

As feiras de chocolate tornaram-se eventos gourmet de massas. Apareceram mercados e mercadinhos da especialidade por todo o país e são um sucesso. Há quem diga que o cacau é um vício, há quem garanta que tem substâncias psicotrópicas – e isso poderá explicar em parte o fenómeno. Seja o que for, é bom, e Lisboa tem cada vez melhor oferta, seja em estado bruto, seja transformado em alta pastelaria. Reunimos os melhores chocolates de Lisboa numa só lista de tentações. Passamos por barras que mais parecem de ouro, imaginamos pirâmides de brigadeiros, salivamos por bolos que se desfazem na boca.   

waffles
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Três sítios para comer waffles

Altos, fofos, simples, recheados, doces ou até salgados: partimos em busca de três sítios para comer waffles em Lisboa e voltámos, de barriga cheia, para contar a história. 

Publicidade
lxeesecake
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Três sítios para comer cheesecake

Base de bolacha, recheio com muito queijo e um toppings que vão do clássico morango e frutos vermelhos aos mais criativos. O que há para correr mal num cheesecake? Garantidamente nada se for a estes três sítios em Lisboa. 

Mais restaurantes em Lisboa
Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com