Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Natal com sabores sírios: Mezze lança novos pratos e ceia de Natal
Mezze
Mezze

Natal com sabores sírios: Mezze lança novos pratos e ceia de Natal

O restaurante sírio, no Mercado de Arroios, junta dois novos mezzes à carta e lança uma ceia de Natal disponível para take-away durante todo o mês de Dezembro.

Por Margarida Coutinho
Publicidade

Com as ruas a iluminarem-se, o espírito natalício está a chegar a todas as portas. Incluindo às do Mezze, o restaurante sírio que emprega refugiados do Médio Oriente. Aqui a proposta passa por uma ceia de Natal diferente, onde o prato principal é típico da Síria e do Líbano: o dijaj mahshi (ou frango recheado). Além desta novidade natalícia, chegaram dois novos mezzes à carta – um vegetariano, outro marroquino. Já disponíveis para comer no restaurante, levar para casa ou fazê-los chegar à sua porta.

Se o típico prato natalício servido nas mesas portuguesas é o peru, já na Síria e no Líbano as famílias optam pelo frango recheado. E é esta a estrela da ceia de Natal do Mezze: um frango recheado com arroz com carne picada e especiarias, acompanhado de arroz fumado. O frango chega à casa dos clientes inteiro, sob o arroz, pronto a ser facilmente cortado e distribuído pela família. O menu especial de Natal inclui ainda várias entradas como o yalanji, folhas de videira recheadas com arroz, tomate e salsa e uma sobremesa à escolha.  

E porque o Natal é quando o homem quiser, esta ceia vai estar disponível durante todo o mês de Dezembro, em regime de take-away. Os clientes podem optar pela versão para quatro (70€) ou para seis pessoas (95€).

Para já e perante as recomendações do Governo, o Mezze lançou uma campanha promocional para incentivar o take-away. Assim, os clientes podem optar por uma das três promoções já em vigor: 25% de desconto em cada mezze, na compra de um mezze, oferta de uma garrafa de vinho, ou na compra de dois mezzes, oferta do terceiro. Também pode fazer chegar esta comida do Médio Oriente a sua casa, a partir das plataformas takeaway.com ou noMENU – mas não inclui as promoções.

Com o país em estado de emergência, o restaurante sírio mantém o horário habitual e no próximo fim-de-semana, assim como no anterior, vai estar aberto até às 13.00 para take-away e a partir daí está disponível para delivery.

O restaurante, que nasceu através da Pão a Pão – Associação para a Integração de Refugiados do Médio Oriente, tem também outras novidades em formato mezze ou à la carte. Mostramos-lhe o que há de novo.

Recomendado: Os 150 melhores restaurantes em Lisboa

Seis novos pratos para provar no Mezze

Mezze
Mezze
Mezze

Ceia de Natal

Além do frango recheado com arroz, borrego e especiarias, com frutos secos, o menu especial de Natal inclui ainda bolas de labneh com tostas de pão árabe, hummus, babaganoush, um puré de beringela assada, tomate e xarope de romã, yalanji, folhas de videira recheadas com arroz, tomate e salsa, kibbeh nayyah, um bolinho de bulgur com tomate, pasta de pimento vermelho e xarope de romã. E ainda tem uma sobremesa à escolha entre mousse de chocolate e café árabe, acompanhada com bolacha de sésamo, baklava, um folhado tradicional de pistácio, ou halawt el-jibn, um doce de queijo com água de flor de laranjeira e calda de açúcar.

Preço: 70€ para quatro pessoas, 95€ para seis pessoas

Mezze
Mezze
Mezze

Mezze 1

O mezze que ocupa agora o primeiro lugar da carta é totalmente vegetariano e inclui sheikh el-mehshi, beringela recheada com carne picada, tomate e pinhões, ruz ma shayreeyeh, arroz branco com aletria (numa versão diferente da portuguesa, por isso não espere o sabor adocicado), tabbouleh, salada de salsa picada, bulgur e tomate, o famoso hummus, pasta de grão com tahini e khubz, pão sírio.

Preço: 14€.

Publicidade
Mezze
Mezze
Mezze

Mezze 6

Outra novidade é o mezze marroquino. Este inclui dijaj walhamid, frango com limão de conserva artesanal e azeitonas verdes, kuskus, sémola de trigo com passas e amêndoas, fervido lentamente com água e leite, zaalouk, pasta de beringela assada com tomate e especiarias, salat jareer, salada de rúcula com cebola e sumaq e, como não podia faltar, o khubz, pão marroquino. Este pão é mais alto e fofo que o pão sírio mas também serve de acompanhamento ao resto dos pratos.

Preço: 14,5€

Mezze
Mezze
Mezze

Mnazalet zahra

Um prato de couve-flor frita com coentros, limão, especiarias e pinhões, acompanhada por arroz fumado. Pode servir como prato principal, juntamente com outros pratos para partilhar, ou como acompanhamento.

Preço: 8€

Publicidade
Mezze
Mezze
Mezze

Makdous

Trata-se de uma conserva caseira de beringelas bebé, recheadas com nozes e pimentão. Estas beringelas são um prato muito típico da Síria de sabor intenso e habitualmente servidas como entrada. Chegam à mesa três unidades.

Preço: 4€

Mezze
Mezze
Mezze

Yalanji

Este é um dos pratos que está incluído na ceia de Natal e trata-se de folhas de videira recheadas com arroz, tomate e salsa. Incluem três unidades e podem ser comidas à mão, se quiser obedecer à forma mais tradicional.

Preço: 4€

Publicidade
Mezze
Mezze
Mezze

Kibbeh nayyah

Estes bolinhos de bulgur, tradicionais de Alepo, são feitos com tomate, pasta de pimento vermelho e xarope de romã. O que lhes dá uma consistência mais mole, ideal para barrar no khubz, pão sírio. 

Preço: 2,5€

Restaurantes do mundo em Lisboa

El Bulo
Fotografia: Arlindo Camacho

Os melhores restaurantes latino-americanos de Lisboa

Restaurantes Pan-sul-americano

Não sabe onde comer causas, tacos, moquecas, ceviches, empanadas e guacamole na cidade? Atravessámos o Atlântico sem sair da cidade para lhe apresentar os melhores restaurantes latino-americanos em Lisboa. Para escorregar melhor, pode escolher entre mojitos, pisco sours, caipirinhas e margaritas. Mantenha um copo de água por perto, que a coisa pode aquecer.  

Confraria LX
©DR

Os melhores restaurantes japoneses de Lisboa

Restaurantes Japonês

A oferta de restaurantes japoneses em Lisboa cresceu em larga escala nos últimos anos. Nem tudo o que abriu, porém, tem a qualidade de matéria-prima desejada ou mãos que a saibam tratar como merece. Bem espremidos, são poucos aqueles servem bom sushi, seja ele mais ou menos tradicional. São poucos, mas já fazem um conjunto agradável. Ei-lo. 

Publicidade
Dim sum do Estoril Mandarim
Fotografia: Ana Luzia

Os melhores restaurantes chineses de Lisboa

Restaurantes Chinês

Os Golden Visa não mudaram só o panorama do imobiliário da cidade. A procura de comida chinesa autêntica e regional aumentou e já não é tudo arroz chau chau e rebentos de soja. Do Martim Moniz ao Estoril, consegue-se comer de tudo um pouco, mesmo que por vezes tenhamos de ir ao apartamento dos senhores. 

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade