Três novos pratos para provar no Segundo Muelle

O restaurante peruano Segundo Muelle tem novos pratos, cocktails e sobremesas na carta.
Segundo Muelle
©DR Há novos pratos no Segundo Muelle
Por Inês Garcia |
Publicidade

Um dos motivos que levou Daniel Manrique, dono da cadeia Segundo Muelle, que chegou a Portugal através do grupo Portugália em 2016, a abrir um restaurante peruano em Lisboa foi o atum. “No Peru é muito difícil encontrar atum fresco”, diz aos jornalistas no almoço de apresentação da nova carta do Segundo Muelle, no Cais do Sodré. É este atum fresco português que é utilizado num dos cinco novos pratos apresentados, o ceviche nikkei.

O menu deste restaurante peruano, uma cozinha ainda não massificada em Lisboa, está organizado consoante as diferentes raízes desta gastronomia: começa pelos clássicos, passa para os pratos de mar, o Mediterrâneo, o Oriente e os crioulos. Uma das principais novidades da nova carta é o menu de degustação Influências, para quatro (28,45€ por pessoa) ou seis pessoas (28,70€ por pessoa). No menu para quatro pessoas há o prato piqueo tres cebiches, com três ceviches diferentes, a causa de camarão, o atum teriyaki, o tártaro de salmão, o risoto de quinoa e três sobremesas. Se forem seis pessoas o menu cresce para 11 pratos.

A nova carta tem também um novo cocktail, o frutos rojos sour, com batido de Pisco Quebranta, frutos vermelhos e clara de ovo, e duas novas sobremesas. Estes são três pratos da nova carta que deve pedir na próxima visita.

Recomendado: Os melhores restaurantes peruanos em Lisboa

Três novos pratos para provar no Segundo Muelle

ceviche nikkei do Segundo Muelle
©DR

Ceviche nikkei

Cubos de atum fresco português com abacate são envolvidos em molho nipónico. A acompanhar há ervilha torta e choclo salteado, uma variedade de milho.

Preço: 15€

Risotto Camarones do Segundo Muelle
©DR

Risotto Camarones

O risoto de quinoa com lombo salteado é um dos pratos best sellers do Segundo Muelle, portanto na hora de acrescentar coisas à carta, veio mais um risoto. Desta vez é um cremoso de camarão, perfumado com açafrão e enriquecido com aji amarillo, ervilhas e pimento vermelho.

Preço: 15,50€

Publicidade
Mousse de lucuma do Segundo Muelle
©DR

Mousse de lucuma

A lucuma é uma fruta originária da América do Sul e por lá chamam-lhe “o ouro dos Incas”, dada a cor amarelo-alaranjada do interior. A polpa deste fruto é fibrosa e doce. A nova sobremesa é uma mousse de lucuma, chocolate e caramelo salgado.

Preço: 5€

Comer o mundo em Lisboa

pistola y corazon, desanuio
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Mexicano

Os melhores restaurantes mexicanos em Lisboa

O melhor é pedir uma marguerita ou um cocktail com mezcal assim que chegar um destes restaurantes mexicanos em Lisboa – afinal a cozinha mexicana é conhecida pelo seu nível de picante (e aqui convém ter atenção às malaguetas assinaladas nas cartas, que não estão lá para enganar ninguém). As maiores influências desta cozinha vêm dos povos pré-colombianos e dos costumes dos colonizadores espanhóis, mas os pratos típicos variam consoante a zona (a partir da cozinha mexicana surgiu, entretanto, a tex-mex, que reúne os sabores do estado do Texas, nos Estados Unidos, com o México). A base da cozinha mexicana tradicional é o milho – daí que não seja fácil fugir às tortilhas, que acompanham quase todas as refeições –, o feijão e a pimenta. Prove os tacos, o chilli com carne ou as enchiladas.  Recomendado: Onde comer os melhores tacos em Lisboa

Dim sum do Estoril Mandarim
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Chinês

Os melhores restaurantes chineses em Lisboa

Os Golden Visa não melhoraram só o panorama do imobiliário da cidade. A procura de comida chinesa autêntica e regional aumentou e já não é tudo arroz chau chau e rebentos de soja. Do Martim Moniz ao Estoril, consegue-se comer de tudo um pouco, mesmo que por vezes tenhamos de ir ao apartamento dos senhores. Estes são os melhores restaurantes chineses em Lisboa

Publicidade
Publicidade