Os melhores restaurantes mexicanos em Lisboa

Forre o estômago para o preparar para o picante e prove tudo nos melhores restaurantes mexicanos em Lisboa.
pistola y corazon, desanuio
Fotografia: Arlindo Camacho Pistola y Corazon
Por Inês Garcia |
Publicidade

O melhor é pedir uma marguerita ou um cocktail com mezcal assim que chegar um destes restaurantes mexicanos em Lisboa – afinal a cozinha mexicana é conhecida pelo seu nível de picante (e aqui convém ter atenção às malaguetas assinaladas nas cartas, que não estão lá para enganar ninguém).

As maiores influências desta cozinha vêm dos povos pré-colombianos e dos costumes dos colonizadores espanhóis, mas os pratos típicos variam consoante a zona (a partir da cozinha mexicana surgiu, entretanto, a tex-mex, que reúne os sabores do estado do Texas, nos Estados Unidos, com o México). A base da cozinha mexicana tradicional é o milho – daí que não seja fácil fugir às tortilhas, que acompanham quase todas as refeições –, o feijão e a pimenta. Prove os tacos, o chilli com carne ou as enchiladas. 

Recomendado: Onde comer os melhores tacos em Lisboa

Os melhores restaurantes mexicanos em Lisboa

Izcalli
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Mexicano

Izcalli Antojeria

icon-location-pin Alcântara

Se quisesse viver o México ao máximo e levar um sombrero para este restaurante, provavelmente não se poderia sentar com ele – nada contra, mas o Izcalli, uma antojeria típica mexicana em Alcântara, que serve pequenos pratos desta cozinha, é um restaurante pequenino, com sete lugares ao balcão e dois na esplanada. O menu é muito simples e aqui é feito tudo de raíz: no Verão, Ivo Tavares, o chef, privilegia os pratos frios, das regiões costeiras, no Inverno troca os ingredientes mas repete os processos, todos manuais.

Coyo Taco
©Duarte Drago
Restaurantes, Mexicano

Coyo Taco

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Não passa minimamente despercebido: as paredes do edifício do novo restaurante do Príncipe Real são de um azul eléctrico e há um neón forte a iluminar o nome do restaurante. O Coyo Taco é uma cadeia que nasceu em Miami pela mão de três amigos e chegou a Portugal em Novembro de 2018 com a chancela Multifood. A carta de street food mexicana é bastante completa e tem tacos clássicos e twists, como o de carnitas de pato, burritos e quesadillas. Melhor ainda: à semelhança de outros restaurantes do grupo, como o Tapisco, ali ao lado, tem uma janela onde vende margaritas e outros cocktails para a rua.

Publicidade
Chérie Paloma
©Manuel Manso
Restaurantes, Mexicano

Chérie Paloma

icon-location-pin Santos

Outro queridinho para pequenos-almoços (e não só) em Lisboa. Os donos do minimalista Dear Breakfast abriram um segundo espaço na cidade em Dezembro de 2018, o Chérie Paloma, um café-restaurante mexicano para todas as horas do dia, com ritmos mais latinos. A lógica é muito simples: nem todas as manhãs têm de começar com uma meia de leite ou uma bica, também pode pegar numa margarita e dar os buenos dias com sotaque. Há huevos bem temperados, dos rancheros e divorciados aos benedictinos, uma versão mexicana dos benedict com molho holandês tradicionais. Há sempre guacamole, uns tacos e aguachilles e aos jantares, com uma forte vertente de cockteleria mexicana, com mezcais e tequilas, vão servir pratos que vão além da mais básica street food mexicana. No menu haverá polvo na brasa, carnitas de salmão com cinco especiarias, enchiladas ou frango de mole negro, uma receita feita com um molho rico e dezenas de ingredientes, uma das mais representativas da cultura mexicana.

Barra Cascabel
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes, Mexicano

Barra Cascabel

icon-location-pin São Sebastião

A Barra Cascabel é o espaço mais animado de todo o food court no sétimo piso do El Corte Inglès – a meio do serviço há cantoria com megafones, muitas palmas e interacção com os clientes, fazendo jus à afamada animação mexicana. O restaurante é uma parceria entre o mexicano Roberto Ruiz (o chef que tem uma estrela Michelin no Punto Mx, em Madrid) e o grupo Avillez e serve comida mexicana autêntica, do cocktail de camarão acompanhado com totopos de milho e maionese de jalapenõ às tostadas de bonito. Se a boca ficar a arder, peça um dos cocktails com mezcal.

A Time Out diz
Publicidade
Las Ficheras
© Ana Luzia
Restaurantes, Mexicano

Las Ficheras

icon-location-pin Cais do Sodré

Las Ficheras era o nome dado às mulheres que trabalhavam nos cabarés mexicanos, a quem os homens entregavam uma ficha em troca de uma bebida, companhia ou uma dança – no restaurante do Cais do Sodré é recriado esse ambiente de cabaré. O chef Akis Konstantinidis, grego radicado em Portugal, fez a consultoria da carta, que vai muito além do básico tex-mex. Tem um fresco guacamole com totopos para entrada, nachos com carne (picantes), ceviches, tacos, quesadillas. Vale a pena provar o chili com carne (13,50€) ou a carrillada de cerdo com salsa de chipotle, umas bochechas de porco estufadas lentamente em molho de chipotle e servidas com puré de feijão preto e arroz (14,50€). Há cheesecake de horchata ou pudim de maracujá com tequilla para sobremesa e uma longa lista de mezcais – “para todo o mal; mezcal, para todo bien, tambien”, dizem – e diferentes tequillas.

A Time Out diz
Pistola y Corazón
Fotografia: Francisco Santos
Restaurantes, Mexicano

Pistola y Corazón

icon-location-pin Cais do Sodré

Dois mexicanos e uma italiana entram num supermercado – não é o início de uma anedota, é o início do Pistola y Corazon, a taqueria de Damien Izarry, Marta Fea e Aaron. A estes três juntou-se Cesar Polo, também cozinheiro, para um negócio com fila certa à porta para comer tacos como o tinga de pollo, de camarão ou de chicharrón (torresmos de barriga de porco que metem respeito com as suas quatro malaguetas, o nível máximo de picante da lista). A lista de bebidas e cocktails mexicanos também é das melhores da cidade. Aconselha-se a ida cedo, seja almoço (altura em que têm menus bem simpáticos) ou jantar, porque a lista de nomes escritos à porta é sempre infindável. 

A Time Out diz
Publicidade
la siesta
©DR
Restaurantes, Mexicano

La Siesta

icon-location-pin Oeiras

Fica em frente ao rio Tejo e não há como passar despercebido: o restaurante mexicano La Siesta é dos mais antigos da especialidade na zona da grande Lisboa e só o edifício em si traduz logo um bocadinho da fiesta que é o México, com um vermelho forte, amarelo e azul. À mesa servem-se camarões endiabrados (13,40€) de entrada, tacos, sopas tradicionais, como a pozole, picante, com grão de milho como base, ou a cocada fria ou quente. A ementa divide-se em pratos de porco, frango, vaca, marisco e peixe e aos dias de semana a almoço há menus bem económicos (entre os 9,20€ e os 12€). Animação e música, com ou sem margueritas, há todos os dias, aos almoços e jantares.

O mundo em Lisboa

Ararate
Fotografia: Duarte Drago
Restaurantes

Os 80 melhores restaurantes do mundo em Lisboa

Já sabemos que não há comida como a nossa, mas é bom variar. Hoje em dia não tem de ir aos shoarma de centro comercial nem aos chineses com chop soy para ser uma boca viajada. O mundo é redondo como um prato e cabe inteirinho em Lisboa. Se dúvidas houvesse, demos a volta ao mundo em Lisboa com uma visita a 80 restaurantes que nos pôs a barriga a dar horas em todos os fusos horários. Dizemos-lhe onde comer em Lisboa a comida internacional. Aperte o cinto e atire-se aos melhores restaurantes do mundo em Lisboa. 

Za'atar
©Grupo José Avillez
Restaurantes, Libanês

Quatro restaurantes libaneses onde vale a pena reservar mesa

Uma mesa libanesa quer-se cheia e colorida, afinal a gastronomia do Líbano é das mais completas do mundo, com muitas especiarias aliadas a vegetais frescos e ingredientes mais delicados. Lisboa não é estranha aos sabores libaneses e já vai perdendo o preconceito de prescindir dos talheres para pegar no pão achatado para comer os pratos condimentados, de partilhar mezze, do húmus ao falafel, ou de se atirar a um bom kebab. Nestes quatro restaurantes libaneses em Lisboa há os pratos mais clássicos e tradicionais e uma boa dose de modernidade, vinhos libaneses para conhecer e também sobremesas.  

Publicidade
Restaurante Zero Zero
Fotografia:Ana Luzia
Restaurantes, Pizza

As melhores pizzarias em Lisboa

É um assunto sensível, sobretudo numa cidade onde há cada vez mais restaurantes de pizzas de qualidade. E a verdade é que uma pizza é capaz de ser o prato mais consensual e com mais adeptos um pouco por todo o mundo. Mas a escolha teve de ser feita. Escrutinámos uma lista de dezenas de pizzarias, pensámos nas melhores pizzas trincadas nos últimos anos e chegámos a um veredicto final. Estas são as melhores pizzarias em Lisboa, que vendem tanto pizzas redondas ou quadradas como rectangulares sem nunca esquecer aquelas que as cortam à fatia.

Publicidade