A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Pôr-do-sol no restaurante A Choupana
Fotografia:Arlindo CamachoPôr-do-sol no restaurante A Choupana

Os melhores restaurantes em Vila Nova de Milfontes

Não pode mesmo perder os melhores restaurantes em Vila Nova de Milfontes — porque ir ao Alentejo e não se sentar numa destas mesas não vale

Escrito por
Mariana Correia de Barros
e
Nelma Viana
Publicidade

Atire-se aos pratos e diga que o empurraram. Não pode mesmo perder os melhores restaurantes em Vila Nova de Milfontes — porque ir ao Alentejo e não estragar a dieta, não vale. Vila Nova de Milfontes podia muito bem ser Vila Nova do Mil restaurantes, tantas são as mesas à nossa espera. Vá por nós, almoce e jante por aqui. Quer carne ou peixe? Marisco ou só tapas? Petiscos, marisco, peixe ou carne — aqui há de tudo, para todos. Jante junto ao mar ou no meio da vila. Descubra os melhores restaurantes em Vila Nova de Milfontes.

Recomendado: Os melhores hotéis da Costa Alentejana

Restaurantes em Vila Nova de Milfontes

  • Restaurantes
  • Português

É destino de boas comidas obrigatórias para quem frequenta esta costa e, acredite, vale cada quilómetro feito. Pode lá ir em modo petisco e pedir o queijo fresco com tomate e a linguiça frita com ovos mexidos, ou então atacar sozinho uma das carnes ou peixes grelhados. E só temos pena de não ter tempo infinito para falar das outras especialidades alentejanas.

  • Restaurantes
  • Petiscos

O nome não deixa grande margem para dúvidas: aqui servem-se tapas e petiscos para dividir, naquilo que o palato dos portugueses tanto aprecia. Exemplos? Tábuas de queijos e enchidos, requeijão com mel e nozes, tiras de choco frito, saladas de polvo, pica-pau de porco preto, tudo para regar com sangria. Se a noite estiver quente – raro na zona, mas nunca se sabe – peça as mesas da esplanada.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Petiscos

No meio de tantos restaurantes de cozinha tradicional, sabe bem encontrar um espaço com onda internacional, boa música e alguma comida do mundo. A cozinha serve-se dos melhores produtos da região para apresentar tanto uns hambúrgueres de carne do Alentejo como um nasi goreng, tanto um chouriço de porco preto como um ceviche ou um caril de frango. 

  • Restaurantes

O menu de brunch mais completo dá direito a bacon, ovos, salsichas, sumo natural e café, mas se prefere começar o dia em modo saudável, os mesmos 6,5€ podem ser convertidos num iogurte natural com fruta e granola e café incluído. O Stresssfree, sendo uma das mecas de pequeno- -almoço na vila, é também boa casa de pasto e snack-bar à antiga. Entre o mexilhão com tomatada, as moelas, as tostas e as bifanas vale a pena fazer um desvio para as bruschettas, só para se maravilhar com o que um filete de peixe-espada marinado em limão e azeite pode fazer a uma simples fatia de pão.

Publicidade
  • Restaurantes
O nascimento do primeiro filho de Marília Martins e André Silva deu-lhes o alento necessário para se lançarem num restaurante a dois. Trabalharam juntos mais de uma década no Algarve e há coisa de um ano regressaram às origens para dar nova vida a uma escola primária abandonada a caminho da Praia das Furnas e “trazer a inovação que faltava” em matéria de oferta gastronómica na região. O Alento abriu há três meses e foi criado “para estar e desfrutar” e para mostrar que a boa gastronomia tradicional portuguesa não tem de ser sempre mais do mesmo. Na cozinha prepara-se tudo num fogão a lenha, que a troco de 150 kg de madeira se mantém nuns confortáveis 300 graus ao longo do dia. Marília, que é quem manda nos tachos, diz que depois de se lhe apanhar o jeito, não custa nada. É de lá que saem o bacalhau assado, o leitão com risoto de cogumelos, o tataki de atum e os peixes e mariscos que André apresenta à mesa e que podem ser grelhados, assados ou servidos ao natural (mais aí já não passam pelo dito fogão), como é o caso das ostras e do ceviche com puré de cenoura e citrinos. No Verão há uma food truck no jardim a servir hambúrgueres, crepes e caracóis até altas horas da noite. Tem parque infantil, puffs, mesas com sombra e brevemente um forno a lenha exterior para fazer pão.
  • Restaurantes

Mercearia tradicional, venda a granel, garrafeira e serviço de petiscos e refeições leves. A Portuguesa vai no segundo ano de funcionamento e continua a ser a montra mais completa do que se produz no Alentejo, desde queijos e enchidos, a chás e infusões, frutas e legumes, compotas e mel, e, claro está, vinhos, licores e cervejas artesanais. Há um menu de saladas, sandes e tábuas para partilhar, bolos e salgados caseiros sempre quentinhos, e um pátio simpático para um fim de tarde entre amigos. Os pratos do dia são veganos ou vegetarianos e mudam consoante a inspiração da cozinha.

Publicidade
  • Restaurantes

É um café-restaurante a caminho da Praia dos Aivados que sopra este ano 100 velas. E só lhe podemos desejar outros 100, para que as gerações vindouras possam ainda provar a qualidade dos peixes e carnes que rodam na grelha controlada por Dona Júlia. É ela quem escolhe os peixes da Arrifana, as sardinhas de Sines, quem trata do lume, quem escolhe e corta as frutas que acompanham a carne, por isso, só lhe podemos desejar também uma longa vida.

  • Restaurantes
  • Português

No Facebook apresentam-se como “restaurante em frente ao mar, especializado em grelhados, sempre com peixe fresco”. Tudo verdade. Permitam-nos, porém, uns acrescentos. Cá vai: restaurante em estilo cabana em frente ao mar, perfeito para ir ao pôr-do-sol, especializado em grelhados, feitos por quem percebe da matéria, sempre com peixe da costa muito fresco.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Petiscos

O cenário é sempre o mesmo: o Sol começa a baixar, a lancheira está vazia e o estômago a dar horas. O destino óbvio é A Fateixa, mesmo em frente ao rio, com uma varanda coberta (ainda bem, porque ao fim do dia entra frio), para picar umas amêijoas, umas gambas e uns percebes. Pode sempre estender o programa e ficar a jantar os pratos de tacho. 

  • Restaurantes
  • Português

Umas férias em Vila Nova de Milfontes não ficam completas sem uma ida à Estrada no Canal, paragem para apreciar o pôr-do-sol e, já agora, um jantar no Porto das Barcas. A cozinha tem nos peixes e marisco frescos e nas carnes alentejanas as suas munições, que vai apresentando ora em versão mais simples, ora em pratos modernos, como os ceviches, torradas de sardinha, entre outros.

O melhor da Costa Alentejana

  • Viagens

São (só) 212 quilómetros que separam Lisboa de um paraíso de águas cristalinas, areias soltas e formações rochosas imponentes. A Zambujeira do Mar tem uma costa rasgada e vincada, perfeita para quem gosta de explorar segredos. Acabaram-se as desculpas – calce as sandálias e faça-se à estrada. 

  • Viagens

Duas horas. Não demorará muito mais a chegar a Vila Nova de Milfontes e uma coisa conseguimos garantir: demorará menos ainda a esquecer-se que há vida em Lisboa. Praias, restaurantes, lojas. Não se fala do melhor da Costa Alentejana sem mencionar Vila Nova de Milfontes, seja pela praia e pelo rio, como pela gastronomia – e que bem que se come aqui. A verdade é que não faltam coisas para fazer em Vila Nova de Milfontes, mesmo que o sol teime em não aparecer. Siga o nosso roteiro e não se preocupe com mais nada.  

Publicidade
  • Viagens

Se tudo o que quer fazer é estender-se ao sol, então não vá mais longe. Entre Vila Nova de Milfontes e a Zambujeira do Mar, esconde-se Almograve. É o destino certo para se aventurar na costa alentejana com as suas bonitas praias encaixadas nas falésias e com extensos areais. Tem tudo o que precisa para umas férias bem passadas e com pouco trabalho. Mas não se preocupe, se o sol não aquecer há muito fazer também. O roteiro perfeito para Almograve inclui praia e petisco. Está preparado para se deixar guiar? 

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade