Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Restaurantes que vão abrir em Lisboa nos próximos meses
Vasco Lello
©Duarte Drago Vasco Lello novo Chef do Sea Me

Restaurantes que vão abrir em Lisboa nos próximos meses

A mesa ainda não está posta, mas fique atento à chamada. Eis os restaurantes que vão abrir em Lisboa nos próximos meses

Por Inês Garcia e Luís Filipe Rodrigues
Publicidade

Todas as semanas há restaurantes a abrir em Lisboa. Bons, diferentes, vegetarianos, vegan, de carnes, de peixe, de cozinha portuguesa (com ou sem twist), italianos, mexicanos... Podíamos continuar aqui a enumerar todas as gastronomias – a realidade é que a cidade está carregadinha de coisas novas todas as semanas (e para o comprovar, basta ler-nos atentamente). Mas há ainda mais mesas a caminho. Fomos conhecer os planos dos chefs e dizemos-lhe onde vai poder encher a barriga nos primeiros meses de 2020. Pelo caminho descobrimos outros projectos, sem dedo de chef conhecido, que também estão para abrir.

Recomendado: Os 149 melhores restaurantes em Lisboa

Restaurantes que vão abrir em Lisboa nos próximos meses

Chef Manuel Lino
Chef Manuel Lino
Fotografia: Manuel Manso

Audaz

Com um menu criado pelo chef executivo Manuel Lino, o gastropub Audaz pretende colmatar a falta de sítios com boa comida e animação até mais tarde em Campo de Ourique. Deve inaugurar no primeiro trimestre do ano e, de quinta- -feira a sábado, estará aberto até às duas da manhã.

Honest Greens
Honest Greens
©DR

Honest Greens

Um americano, um dinamarquês e um francês juntam-se para abrir um restaurante... Parece a premissa de uma anedota, mas é o começo da história da cadeia Honest Greens. Os primeiros restaurantes abriram há uns anos em Madrid, entretanto expandiram-se para Barcelona e em 2020 vão chegar a Portugal. A especialidade é a comida saudável, feita com produtos locais e biológicos, que vamos poder provar a partir de Janeiro no Parque das Nações. E já há planos para a expansão, daqui a uns meses, para o Amoreiras Plaza.

Publicidade
Mercado de Benfica
Mercado de Benfica
©DR

Marhaba

O Marhaba, que vai abrir no Mercado de Benfica, tem boas intenções e – espera-se – bons pitéus. A ideia do projecto, que se apresenta como o primeiro restaurante com comida da Eritreia (e Médio Oriente) em Lisboa, é ajudar refugiados e requerentes de asilo e inseri-los na comunidade local. Vai funcionar num antigo talho, onde os migrantes confeccionam comida dos países de origem com técnicas modernas. Os menus vão ser sazonais e pensados para minimizar o impacto ambiental.

Pistola y Corazón
Pistola y Corazón
©Manuel Manso

Novo Pistola y Corazón

Os donos do Pistola Y Corazón vão abrir uma nova casa no Beato. Ainda não há nome, nem data para a abertura, todavia Damian Irizarry, um dos donos da taqueria do Cais do Sodré, está entusiasmado com o que vem aí. A inspiração para o novo espaço vem um pouco de todos os lados, da cadeia de fast food americana Chuck E. Cheese às cantinas mexicanas da velha guarda, passando pelos Clifton’s, nos anos 30, ou a Danceteria, uma discoteca nova-iorquina dos 80s, e o próprio prédio onde vai funcionar o restaurante. O espaço vai ser grande, no entanto, a ideia é dividi-lo em diferentes áreas, incluindo um bar de cocktails, uma pequena cantina e taqueria, os estúdios da East Side Radio e salas privadas para eventos.

Publicidade
Sea Me
Sea Me
©Duarte Drago

Sea Me Next Door

A peixaria moderna Sea Me vai abrir um novo espaço, umas portas ao lado do original. Aparentemente será mais pequeno e funcionará com uma barra e mesas altas. Não se conhecem muito mais detalhes, porém a qualidade do peixe está assegurada.

José Avillez
José Avillez
©Arlindo Camacho

Maré

O chef José Avillez volta mais uma vez a casa para abrir um segundo negócio em Cascais. Depois d’O Cantinho do Avillez, chega o Maré, nome que nos revelou no Verão passado. Vai funcionar na morada do antigo Raio Verde, na Estrada do Guincho, e apostar tudo no peixe e mariscos.

Publicidade
Manel Perestrelo
Manel Perestrelo
Fotografia: Arlindo Camacho

Manel Perestrelo no Cais do Sodré

O chef Manel Perestrelo, que no Verão inaugurou o Qura, em Campo de Ourique, e recentemente abriu o Boato, perto da Avenida da Liberdade, prepara-se para abrir um terceiro restaurante, desta feita no Cais do Sodré. “Não é uma cozinha de autor, nem de produto, mas vamos respeitar a sazonalidade e dar destaque ao produto, que não vai ter grandes transformações”, segundo ele. “O sabor vem do carvão e da lenha. Tudo muito natural, muito bruto.” Só não lhe conseguimos arrancar o nome do novo espaço.

Bruno Caseiro
Bruno Caseiro
©Facebook/Bruno Caseiro

Cav

O chef Bruno Caseiro, que tem estado à frente da cozinha da Cavalariça, na Comporta, prepara-se para abrir um novo restaurante em Lisboa. Chama-se CAV e deve começar a servir refeições em Abril. Tudo o resto é um mistério.

Publicidade

Provincia

Depois de expandir a família com o Memoria, em Campo de Ourique, o grupo Non Basta vai abrir o Provincia, no primeiro trimestre do ano. Neste espaço promete estreitar a ligação à horta biológica própria, trazendo para a cidade o que de melhor se produz na “província”. Vai ter um tipo de pizza diferente dos restantes espaços e massas frescas feitas de raiz. Terá ainda sugestões na grelha (marisco, peixe e carne) e um bar de mozarelas. Mais: haverá uma mesa do chef, com um menu de degustação da autoria do chef William Blake.

Mesas obrigatórias em Lisboa

Soão
©Manuel Manso

Os 21 melhores restaurantes japoneses em Lisboa

Restaurantes Japonês

A cozinha japonesa apareceu em Lisboa nos anos 1980 mas só nos anos 2000 atingiu o seu boom. Nos últimos anos a oferta de restaurantes tem crescido em larga escala por toda a cidade, em parte por culpa dos buffets de sushi que democratizaram a relação dos portugueses com estas pecinhas de arroz e peixe e cru. Nem tudo o que abriu, porém, tem a qualidade de matéria-prima desejada ou mãos que a saibam tratar como merece. Comida japonesa não é, de todo, só sushi, mas há já umas boas mãos cheias de restaurantes que servem sushi de qualidade e confeccionado com talento, seja ele mais ou menos tradicional. E cada vez mais restaurantes japoneses onde o sushi assume o papel secundário. Prove o melhor da gastronomia daquele país num destes 21 restaurantes japoneses em Lisboa. 

O Botanista
©Duarte Drago

Os 11 melhores restaurantes vegan em Lisboa

Restaurantes

Quanto mais restaurantes vegan aparecem em Lisboa, mais criativa fica esta dieta restritiva. Não há ovos, leite ou manteigas de origem animal – e naturalmente nem vale a pena falar em carne ou peixe – mas estes menus não são um interminável desfile de saladas. Estes são os melhores restaurantes vegan em Lisboa. Animais entram, mas só pela trela. Descubra o que comer nestes dez espaços, mesmo que continue a ser um carnívoro inveterado. Entrada, prato principal e sobremesa. O difícil vai ser resistir a tantos pratos bons e apetecíveis. Carne? Peixe? É que nem se vai lembrar disso. 

Publicidade
Manteigaria Silva
©Duarte Drago

Os melhores sítios para comer tábuas de queijos e enchidos em Lisboa

Restaurantes

Faça contas à vida para, ao final da tarde, poder sentar-se sossegado a relembrar a tabuada. Não se alarme se não é amigo de números porque nesta lista fala-se é das tábuas de queijos e enchidos bem carregadinhas que tão bem já deve conhecer. Afinal, uma tábua de queijos e enchidos é aquele clássico das patuscadas com amigos que nunca se deve ignorar. O melhor de tudo é que na maioria destes sítios as tábuas ainda não estão pré-definidas, portanto pode juntar o útil ao agradável: conhece um sítio novo e escolhe o que quer, só queijos, só enchidos ou uma mista para provar de tudo. 

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade