Bômau
Fotografia: Gabriell Vieira

Três novos pratos para provar no Bômau

O “laboratório de foodies para foodies” da Rua Alexandre Herculano está novamente de portas e esplanada aberta. E há novos pratos para provar.

Raquel Dias da Silva
Publicidade

A história do Bômau até pode ter começado lá fora, mas faz-se cá dentro. Foi em Lisboa, no número 61 da Rua Alexandre Herculano, que Vijay e Kanan Jayachandran decidiram tornar realidade o sonho de uma vida. Apesar dos primeiros meses a funcionar apenas em regime de delivery e take-away, o “laboratório de foodies para foodies” tem feito sucesso com o seu conceito de conscious comfort food e uma equipa multicultural e multifacetada. Agora, de portas abertas e esplanada montada, celebram não só a Primavera como o seu primeiro aniversário. Para fazer a festa, apresentam novos sabores inspirados em cozinhas do mundo, do Médio Oriente ao México e ao Japão. As estrelas são os cogumelos ostra da NÃM, a primeira quinta urbana de Lisboa. Mas os restantes ingredientes não ficam atrás: são frescos, biológicos e de produção local ou caseira.

Recomendado: A magia dos cogumelos e onde comprar kits para produzir em casa

Três novos pratos para provar na esplanada do Bômau

1. Manush

Inspirado num alimento popular da cozinha levantina, este flatbread leva húmus, abacate, sementes de romã e halloumi, um queijo tradicional cipriota. A massa é feita pelo hábil padeiro sírio Yaser Balaoot. E, à semelhança da pizza, pode ser consumido em fatia ou dobrado.

8€

2. Salada Primavera

Preparada com base de cogumelos ostra, esta salada biológica sazonal inclui noodles de arroz e verduras frescas, como cenoura, ervilhas tortas e agrião, com molho de sésamo torrado. A inspiração é assumidamente japonesa.

9€

Publicidade

3. Chipotle Mushroom Slider

Se for fã de sabores mexicanos, não deixe passar a oportunidade de provar este novo slider, com cogumelos ostra biológicos, salteados com cebola, e cebola roxa macerada, repolho branco, coentros e sumo de lima. Leva ainda molho de chipotle caseiro, para verdadeiros apreciadores de picante. Aproveite para pedir o cocktail de Primavera (8€), uma bebida refrescante e cítrica, que mistura gin e um xarope caseiro de tomilho fresco e limões biológicos de produção local.

5€

Para adoçar

Não se deixe enganar pelo nome: pão de banana não é um pão com sabor a banana. É um bolo, normalmente feito nas formas de bolo inglês, aquelas compridinhas. Para comer ao pequeno-almoço, ao almoço ou como um snack (atenção que pode fazer o efeito inverso e ser muito calórico se comido em demasia, naturalmente).

Alerta rolinho! E não estamos a falar dos rolinhos das plantas (se está dentro da revolução das plantas que lhe contamos nesta edição e do fenómeno do Instagram que é A Tripeirinha, saberá do que falamos). Estes são rolinhos bem perfumados com canela e outras especiarias. É pão doce que está por todo o lado no Norte da Europa. Na Dinamarca é conhecido como kanelsnegl, ou seja, o caracol de canela, mas apesar do nome tem pouco a ver com os caracóis cheios de frutas cristalizadas que despertam desamores. Damos-lhe seis sítios para comer cinnamon rolls em Lisboa e assumir o melhor estílo nórdico.

Recomendado: Pão fresco em casa: estas padarias têm entregas e take-away

Recomendado
    Também poderá gostar
    Também poderá gostar
    Publicidade