Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Três sítios para comer “huevos rancheros”

Três sítios para comer “huevos rancheros”

Um prato com ovos entra logo à partida na categoria de comfort food. Prove estes “huevos rancheros” com ritmos latinos para comprovar.

Cherie Paloma - Huevos Rancheros
©Manuel Manso Huevos Rancheros do Cherie Paloma
Publicidade

Um prato com ovos entra logo à partida na categoria de comfort food. Estes não são típicos portugueses mas entram já em vantagem nessa lista. Aconchegam qualquer estômago, quer decida comê-los ao pequeno-almoço, como se faz no México – de onde vem a receita original –, quer os coma a qualquer outra hora do dia. À tortilha de milho que serve de base juntam-se os ovos fritos, cobertos com molho de tomate picante (cujo grau pode variar e fazê-lo gritar Arriva Mexico!). A acompanhar estão habitualmente o feijão, o arroz mexicano ou fatias de abacate, a colorir e a dar pujança ao prato.

Recomendado: Os melhores sítios para comer ovos Benedict em Lisboa

Três sítios para huevos rancheros

Chérie Paloma
©Manuel Manso
Restaurantes, Mexicano

Chérie Paloma

icon-location-pin Santos

O novo café-restaurante mexicano da cidade defende que de manhã é que se começa o dia e porque não fazê-lo logo com ritmos e temperos calientes? Os huevos rancheros, um clássico das manhãs mexicanas, são servidos a todas as horas do dia e têm uma tortilha de milho orgânica na base, feijão, ovos fritos e salsa vermelha no topo. As fatias de abacate e a lima estão lá para refrescar o prato. E o picante.

Preço: 10€

Pistola y Corazon - Huevos Rancheros
Fotografia: Arlindo Camacho
Restaurantes, Mexicano

Pistola y Corazon

icon-location-pin Cais do Sodré

Aos domingos, a taqueria mais famosa da cidade transforma-se em espaço de desayunos tipicamente mexicanos. Há menus a partir dos 20€, que incluem dois pratos à escolha, sumo, e café ou chocolate quente mexicano. Os huevos rancheros, um prato vegetariano e picante, fazem parte da escolha. Levam ovos fritos e tortilhas de milho com queijo.

Preço: menus a partir de 20€

Publicidade
la pura vida
Fotografia: Francisco Santos
Restaurantes, Latino-americano

La Pura Vida

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

La Pura Vida é sentar-se à mesa de um restaurante com um grupo de amigos e pedir uma série de pratos e pratinhos para partilhar. Neste restaurante, que serve petiscos da América Latina, há estes ovos servidos com molho de tomate bem temperado e pão torrado.

Preço: 4,80€

Comida pornográfica em Lisboa

Crush donuts
©Inês Félix
Restaurantes

#foodporn: a comida mais obscena de Lisboa

A lista que se segue é uma ementa entre a gula e a luxúria. Dos preliminares das entradas ao êxtase das sobremesas, tudo tem imagens gastronomicamente explícitas e potencialmente excitantes. É essa a génese da hashtag #foodporn, comida pornográfica em bom português, que comemos primeiro com os olhos (e com o telemóvel, para registar tudo para as redes e fazer babar os outros) e, só depois, com faca e garfo. É um repasto absolutamente decadente, temos noção, mas estes pratos são um bocadinho mais do que isso: repetimos a dose mais do que uma vez ao longo de 2018 e garantimos que vai ser uma boa barrigada. 

Mousse de Chocolate - Cacué
©Manuel Manso
Restaurantes

Três sítios para comer mousse de chocolate

É a sobremesa caseira mais segura em todas as festas de aniversário e jantares de família ou amigos. Mas fora de casa, a coisa pode complicar-se. Antes de mais nada porque é facilmente comparável com a da avó, da mãe ou da tia, depois porque os níveis de cacau do chocolate variam facilmente e há quem goste dela mais intensa ou mais cremosa e consistente, outros preferem chocolate com menos percentagem de cacau ou com cheirinho. Nestes três restaurantes em Lisboa, a mousse de chocolate é servida como deve ser. Perfeita para um final de refeição guloso. 

Publicidade
Mac 'n' Cheese
©DR
Restaurantes

Três sítios para comer mac 'n' cheese

Macarrão e queijo. Muito queijo. É #foodporn (guarde a hashtag para as redes) e é, indiscutivelmente, comida de conforto para um dia de ressaca, para o estômago ficar aconchegado depois de um dia difícil ou pelo simples prazer do queijo. Mac 'n' cheese é um casamento vencedor em qualquer parte do mundo mas o primeiro sítio em que alguém se dedicou a este prato foi no Canadá. Entretanto pode ser comido sozinho ou como acompanhamento de proteínas diferentes. O prato tornou-se conhecido na cozinha americana durante a Grande Depressão, quando era vendido ao desbarato em pequenas doses. Nestes restaurantes o mac 'n' cheese é feito como manda a receita original, com vários tipos de queijo e, em alguns, com outros ingredientes a dar textura e crocância, do cebolinho ao pão torrado. 

Publicidade