A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Miolo
D.R.Miolo

Quarteirão: 5 motivos para visitar o bairro alternativo de Ponta Delgada

É nesta zona da cidade que vão surgindo os negócios mais criativos de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, nos Açores.

Escrito por
Ágata Xavier
e
Clara Silva
Publicidade

As ruas Carvalho Araújo, Pedro Homem e D’Água, no centro histórico de Ponta Delgada, foram recuperadas e ganharam uma nova vida. O projecto Quarteirão agrega uma série de espaços como galerias, estúdios, livrarias, bares, ateliês, restaurantes e até uma tipografia. Há mais: uma praça com bancos desenhados pelo colectivo de arquitectos italianos Orizzontale para o Festival Walk & Talk, e onde qualquer um se pode sentar e mergulhar na cultura e arte local. O objectivo é continuar a trazer as indústrias criativas para o centro da cidade — e, para tal, o Quarteirão está num bom caminho. Damos-lhe cinco bons motivos para lá passar.

Recomendado: As melhores coisas para fazer em São Miguel

Quarteirão

  • Arte
  • Grande Lisboa
A Galeria Fonseca Macedo é um dos mais emblemáticos espaços de arte contemporânea na ilha, com seis exposições por ano. Aberta desde 2000, representa os artistas Beatriz Brum, Belén Uriel, Catarina Branco, Isabel Madureira Andrade, João Miguel Ramos, José Loureiro, Manuela Marques, Marco Pires, Maria José Cavaco, Miguel Palma, Mudaulane, Pedro Cabrita Reis, Sandra Rocha, Sofia Caetano e Vasco Barata.         
Rotas da Ilha Verde
  • Restaurantes
  • Grande Lisboa
O Rotas, como é conhecido pelos residentes, inaugurado há 12 anos, foi o primeiro restaurante vegetariano de São Miguel – e continua a ser o único. Claro que já há vários com opções vegetarianas, mas esta antiga sala de chá é uma das melhores escolhas para almoços e jantares saudáveis.
Publicidade
  • Compras
Sapatos, malas, carteiras, porta-chaves, tudo em pele e feito pelas mãos de Fábio Oliveira, em parceria com a designer Sara França. A loja, que também é ateliê, é uma das mais conhecidas do Quarteirão e aceita encomendas com desenhos, ideal para pôr em marcha aquela ideia para sapatos que tem em mente.  
Miolo
  • Arte
A livraria/galeria/editora de Vítor Marques e Mário Roberto foi a grande impulsionadora deste Quarteirão e da injecção de criatividade numa zona outrora devoluta. A imagem impressa, com serigrafias, gravuras, ilustrações e fotografias, é o miolo da casa.    
Publicidade
BRÜI
  • Arte
O francês Gregory Le Lay é o inquilino mais recente do Quarteirão. A sua loja/galeria/ oficina, a Brüi (barulho em francês), abriu em Maio no espaço de um escritório de contabilidade reabilitado pelo próprio e que ainda conserva um tanque de água antigo. Tem das melhores escolhas para almoços e jantares saudáveis.  

À descoberta dos Açores

  • Restaurantes

Deixe-se levar pela vistas e pelos trilhos mas quando lhe der a fome, não se deixe enganar. Não o deixamos arranjar lugar em qualquer buraco - vá por nós e encha a barriga com os melhores sabores dos Açores. 

  • Hotéis

São nove as ilhas e 21 as nossas sugestões. Dormir num destes hotéis é por si só uma experiência a não perder nos Açores. Já escolheu onde vai ficar depois daquele passeio e daquele mergulho?

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Caminhadas e passeios

E aqui está o single de apresentação. O cartão de visita das nove ilhas, a canção que toda a gente anda a trautear. É a mais conhecida, a maior e a mais acessível das nove ilhas, aquela que está nas bocas do mundo – mas cuja dimensão e oferta podem ser demasiado grandes para mastigar. Não se preocupe, está aqui a papinha toda a feita: um roteiro para aqueles que querem passar um, dois ou três dias em São Miguel.

  • Viagens

As ruas Carvalho Araújo, Pedro Homem e D’Água, no centro histórico de Ponta Delgada, foram recuperadas e ganharam uma nova vida. O projecto Quarteirão agrega uma série de espaços como galerias, estúdios, livrarias, bares, ateliês, restaurantes e até uma tipografia. Há mais: uma praça com bancos desenhados pelo colectivo de arquitectos italianos Orizzontale para o Festival Walk & Talk, e onde qualquer um se pode sentar e mergulhar na cultura e arte local. O objectivo é continuar a trazer as indústrias criativas para o centro da cidade — e, para tal, o Quarteirão está num bom caminho. Damos-lhe cinco bons motivos para lá passar. Recomendado: As melhores coisas para fazer em São Miguel

Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade