10 sítios para celebrar a hora extra de luz

É a hora mais aguardada durante os meses de Inverno e a desculpa por que todos esperam para começar a vadiar. Siga este roteiro
Mercearia -1
Fotografia: Arlindo Camacho
Por Mariana Correia de Barros |
Publicidade

Declaramos oficialmente aberta a gloriosa época do copo ao fim do dia. Conheça estas novidades e pique o ponto nos clássicos de sempre. 

As novidades

Mercearia -1
Fotografia: Arlindo Camacho
Noite, Cafés/bares

Mercearia -1

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

Dia 2 de Março, a página de Facebook da Mercearia do Campo, em Campo de Ourique, anunciava, “A Mercearia -1 já abriu! Bar com cocktails, snooker, Sport TV…” O sonho antigo dos dois sócios tornava-se realidade e, em boa verdade, o desejo dos habitantes do badalado bairro, também. Ter um bar aberto até mais tarde, com vinhos, cocktails e cervejas artesanais – Dois Corvos, Bolina e D’Ourique, por exemplo.

Heterónimo Baar
©DR
Bares, Bares

Heterónimo Baar

icon-location-pin Marvila

Chakall descobriu aquilo que os lisboetas estão a descobrir agora: os encantos de Marvila. Ao seu El Bulo, juntou recentemente a pizzaria Refeitório do Senhor Abel, sítio que ganhou em Dezembro um belíssimo complemento: um bar de cocktails cujo nome é inspirado nos vários heterónimos de Fernando Pessoa, acessível por uma passagem semi-secreta. Agora imagine o cenário: sair do trabalho às seis, beber um Johnnie, Make My Day, com Johnny Walker, pêra, louro, limão e espuma de cerveja IPA, comer uma pizza e ainda sair dali de dia.

Publicidade
Restaurantes, Português

Prova - Enoteca

icon-location-pin Belém

É um bar? É. É uma mercearia? É. É um restaurante? É. A Prova- -Enoteca, vizinha do Careca, no Restelo, abriu as portas no fim de Novembro passado e é o sítio certo para combinar aquele programa de fim de tarde à espanhola, que é como quem diz, beber uns copos e dividir uns pratos. Tem mais de 80 referências de vinhos, escolhidas com ajuda do escanção Manuel Moreira (dirige um workshop de vinhos dia 7 de Abril) que pode beber a copo e tem petiscos como tábuas de queijos e enchidos ou tibornas para dividir.

Cerveja Twist and Stout - Musa
©DR
Coisas para fazer

Musa

icon-location-pin Marvila

Desde o Outono que nenhuma visita a Marvila fica completa sem picar o ponto na Musa, a fábrica de cerveja artesanal que inaugurou uma tap room e instalou várias mesas e cadeiras para apreciar os vários exemplares com tempo. Têm uma dúzia de torneiras de cerveja feita no local, a que deram nomes como Red Zeppelin Ale ou Mick Lager, e estão prontos a explicar aos clientes o que distingue uma IPA de uma Stout.

Publicidade
crafty, crafty corner
Fotografia: Manuel Manso
Bares

Crafty Corner

icon-location-pin Cais do Sodré

Dúvidas houvesse que a cerveja artesanal ainda tem lugar nos boletins de tendências anuais lisboetas e a abertura de mais um bar dedicado à especialidade, na última semana de Janeiro, ajudou a dissipá-las. O Crafty Corner fica no Cais do Sodré, tem 12 torneiras de cerveja à pressão, toda nacional, e dois andares com mesas, cadeiras e sofás para a degustar.

Flor de Lúpulo
Fotografia: Manuel Manso
Bares

Flor de Lúpulo

icon-location-pin Beato

Mais uma voltinha, mais um bar de cerveja artesanal, desta feita em Arroios e com uma pinta de rock’n roller. Há dez torneiras com referências portuguesas e estrangeiras, há petiscos que mudando ao longo da semana e ainda televisão sintonizada nos canais de desporto. É um bom sítio para ver quem vai ganhar o campeonato, portanto.

Os clássicos

Park
© ARLINDO CAMACHO
Bares

Park

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Todos os anos juntamos as mãos em oração para que o Park saia só por umas semanas do radar da moda e deixe alguns lugares vagos para os lisboetas poderem beber um copo depois do trabalho sem andar aos empurrões. Ainda assim não conseguimos deixar de o incluir na lista dos melhores sítios para um copo ao fim do dia. Um tiro no próprio pé, não acham?

esplanada riberia das naus
Fotografia: Inês Calado Rosa
Bares, Cafés/bares

Esplanada Ribeira das Naus

icon-location-pin Cais do Sodré

Aquelas espreguiçadeiras em frente ao rio são a inveja de qualquer trabalhador que entra às dez e sai às seis (sabendo sempre que o dia se arrasta um bocadinho…). A boa notícia é que com uma hora a mais elas podem ser suas, pela módica quantia de uma corridinha até à Ribeira das Naus, podendo usufruir delas até ao sol se pôr – um belíssimo cenário. Mais: dias 20 de Abril e 18 de Maio, duas sextas-feiras primaveris, há música boa a partir das 17.00, pelas mãos da Assemble Music.

A Time Out diz
Publicidade
Lxfactory
©DR
Atracções

Café na Fábrica

icon-location-pin Alcântara

As luzinhas com ar de enfeite de arraial e os artistas que lá tocam à tarde tornam o Café na Fábrica um dos melhores sítios da cidade para a prática do copo ao fim do dia. O sítio parece ter mel, está sempre bem composto, a imperial sai gelada e o vinho a copo da casa é agradável. Se o cenário já era apetecível nos meses frios, imagine agora que chegou a Primavera.

esplanada portas do sol
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes, Cafeteria

Quiosque das Portas do Sol

icon-location-pin Castelo de São Jorge

Muitas vezes esquecida pelos lisboetas, por não quererem rodear-se de turistas, a esplanada das Portas do Sol é aquele sítio que, para um alfacinha de gema, devia fazê-lo gritar o contrário: “Olhem só aquilo que nós temos e vocês, forasteiros, não têm!” Um sítio que continua a tirar-nos a respiração, quer lá vamos ao fim do dia beber um cocktail ou só picar qualquer coisa e aproveitar os 60 minutos extra de luz natural.

Mais Primavera em Lisboa

Coisas para fazer

Sete corridas de Primavera em Lisboa

Não são só as alergias que a Primavera traz, com ela vêm também as corridas, aquelas para as quais treina todo o ano para agora cortar a meta depois de palmilhar uns bons quilómetros. Declaramos a abertura oficial da época dos dorsais, da roupa de licra e das barrinhas energéticas. 

Publicidade
Publicidade