A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
hey mate
Duarte DragoGelado de Oreo e lima

Alvalade: nove paragens obrigatórias na Rua Acácio de Paiva

O Bairro de Alvalade é um dos mais típicos de Lisboa e estas são as paragens obrigatórias da Rua Acácio de Paiva.

Escrito por
Renata Lima Lobo
Publicidade

Começou por se chamar “Rua 21 do Sítio de Alvalade”, até que em 1950 o município a baptizou com o nome do escritor Acácio de Paiva (1863-1944), autor que publicou centenas de poemas sob o pseudónimo "Belmiro", além de diversas peças de teatro. Aliás, a toponímia do Bairro de Alvalade está polvilhada com nomes ligados à literatura, de João Saraiva a José d’Esaguy ou Maria Amália Vaz de Carvalho. A Rua Acácio de Paiva liga a Avenida da Igreja à Rua João Saraiva e tem apenas 300 metros de comprimento. Parece pouco, mas chega para muito. Chega para fazer exercício, para comer, para beber, para ouvir música, ver uma exposição ou dar banho ao cão.

Recomendado: Alvalade está no top 20 dos bairros mais cool do mundo

Alvalade: nove paragens obrigatórias na Rua Acácio Paiva

  • Restaurantes
  • Padarias
  • Grande Lisboa

A nova loja da padaria criada por Diogo Amorim instalou-se no número 3B da Rua Acácio de Paiva, em Alvalade. Além do pão de fermentação natural pela qual se tornou conhecida, a padaria tem novos produtos como o panettone ou vegan buns. No total, são agora 24 as variedades de pão disponíveis.

  • Compras
  • Moda
  • Alvalade

A Retrosaria MKD é um negócio fundado há 39 anos por Mukesh Kumar Dulabdas que já trabalhava neste ramo em Moçambique antes de rumar a Portugal. Começou por apostar nas lãs, mas acabou por transformar a pequena loja numa retrosaria que também tem um bom stock de lingerie para homem e senhora. E numa loja online (retrosariamkd.pt), onde investiu recentemente, gerida pela filha, para “dar a volta a isto”, diz o genro Bruno, militar da Marinha, que passou pela loja para ajudar com um problema no toldo. “Tenho muitas encomendas, até de Torres Vedras ou Arruda dos Vinhos, está a crescer o interesse”, conta Mukesh que também tem assistido a um renovado interesse das gerações mais novas pelas retrosarias. “Tenho clientes jovens que não sabiam pregar um botão e estão a aprender. É preferível do que estar a pagar, porque é caro”. Aqui também encontra os clássicos napperons para bordar (que têm as cruzes marcadas) e uma máquina para forrar botões de vários tamanhos.

Publicidade
  • Compras
  • Alvalade

Foram os primeiros a tornarem-se bra fitters em Portugal – e dificilmente terá serviço igual noutra loja. A Dama de Copas começou no Chiado mas cresceu para os lados e abriu mais uma série de lojas em Lisboa. Exemplo disso é a de Alvalade, com cerca de 70 m2, que fica num edifício com tectos altos e azulejaria tradicional, mantendo-se fiel à beleza histórica do bairro. A loja segue o estilo de decoração das restantes, com inspirações nas divas de Hollywood, quadros educativos sobre lingerie e detalhes vintage na mobília e acessórios. Em vez de um balcão típico, as lojas têm antes uma mesa redonda onde a consultora se senta com a cliente. Os serviços de aconselhamento mantêm-se personalizados, como sempre, e com um leque extenso de tamanhos e modelos para todas as ocasiões – soutiens de dia-a-dia, cai-cais, sports bra, roupa desportiva, colecção de noiva ou loungewear. Depois do aconselhamento, cada cliente ficará com uma ficha com o registo das peças experimentadas e compras, para facilitar visitas futuras e até compras online

  • Arte
  • Galerias
  • Alvalade

A Appleton, fundada por Vera Appleton em 2007, é uma importante associação cultural que apoia várias áreas de expressão artística. Localizada em Alvalade, na Rua Acácio de Paiva nº 27, divide a sua programação entre dois espaços de uma antiga garagem: a Square, no piso superior e onde moram as exposições mais prolongadas; e a Box, no piso inferior, preparada para receber eventos ou exposições de curta duração. Mas há sempre vontade para mais e desde 2019 inclui a Appleton Garagem, um novo espaço de concertos com uma programação desenhada pelos músicos Manuel Mota e David Maranha.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Geladarias
  • Alvalade

Os amigos António Dias e Ricardo Paulos descobriram os gelados de rolinho tailandeses pela primeira vez nas ilhas Gilli, na Indonésia. Quando voltaram a Portugal, abriram a Hey Mate primeiro na Casa da Guia, em Cascais, e depois expandiram-se para Portimão e para bairros de Lisboa. Um deles é Alvalade. São preparados na hora à frente do cliente, numa placa gelada a -20 ºC onde se misturam os ingredientes. Não devem ser ingeridos sem antes serem partilhados nas redes sociais. #foodporn #instafood #yolo.

  • Saúde e beleza
  • Alvalade

Este espaço acolhedor e familiar em Alvalade proporciona serviços de banho e spa ao seu animal de quatro patas. As marcações podem ser feitas através do site e dispõem de quatro tipos de serviços. O banho spa inclui a lavagem, secagem, limpeza de orelhas e tratamento de unhas. Mas se preferir, pode optar por dar o banho você mesmo — o espaço disponibiliza-lhe a banheira, o shampoo, as toalhas, o secador, escova, pente e corta-unhas.

Publicidade
  • Bares
  • Alvalade

Este bar/loja de cerveja artesanal fica em Alvalade e tem 105 diferentes para levar para casa ou para consumir ali. O espaço, capaz de satisfazer tanto geeks da cerveja como leigos, foi criado por Martha Varella e Pedro Mendes. O casal do Rio de Janeiro, a morar em Lisboa, viajou por “todos os festivais de cerveja” para conheceram as pessoas do meio. Na ArtesanaLis, todas as mais de 100 garrafas nas prateleiras também estão disponíveis frescas, para consumir ali, e todas as semanas há duas cervejas diferentes à pressão.

  • Compras
  • Livrarias
  • Alvalade

Só na Grande Lisboa, a Edicare tem 12 lojas, das ruas aos centros comerciais mais concorridos da nossa praça. E uma delas fica no Bairro de Alvalade desde 2013, um dos mais genuínos de Lisboa. É na Rua Acácio de Paiva que também pode entrar no mundo desta editora dedicada ao universo infanto-juvenil, recheada de literatura para os mais novos que também ensina, diverte e desafia. Os jogos didácticos também são um dos fortes da casa, bem como os artigos da daybyday, uma marca de papelaria e presentes pensada para jovens, mas também para adultos.

Publicidade
  • Desporto
  • Alvalade

Fundado em 1949, é um dos alicerces sociais e desportivos do bairro de Alvalade. A principal actividade desportiva é a ginástica, mas aqui também mora uma escola de dança, uma escola de artes marciais e um clube saúde e bem-estar orientado para adultos, com aulas de manutenção, fitness, artes orientais e um ginásio de cardiofitness.

Mais Lisboa para descobrir

  • Compras

Reunimos as novas lojas que abriram nos últimos meses para que não perca o fio à meada na hora de renovar o armário, de repensar a decoração da sala ou até mesmo de pensar numa mudança de visual. Há espaços que dão nova vida aos bairros e outras que vão buscar inspiração ao outro lado do mundo ou a outras épocas. Mesmo para aqueles que se preocupam com a sustentabilidade há sítios à espera de visita. As lojas abriram e nós registámos. Agora é só definir o orçamento e fazer a lista de compras, ou simplesmente deixar-se levar por este roteiro de novidades.

  • Coisas para fazer

Já imaginou como seria marcar cestos numa obra de arte urbana? Em Lisboa e noutras localidades da área metropolitana, como o Barreiro e Cascais, não precisa de imaginar: pode mesmo fazê-lo. Há cada vez mais campos desportivos, a maior parte exclusivos à prática de basquetebol, transformados em obras de arte. Com intervenções a cargo de artistas como Akacorleone, Pitanga, Samina ou a dupla Halfstudio, são um regalo para os olhos. E uma perdição para todos os desportistas com sentido estético. Aliás, se nem é muito de desporto, quem sabe se não se sentirá inspirado depois de visitar os campos de basquetebol mais bonitos de Lisboa.

Publicidade
  • Coisas para fazer

Bem-vindo a um arquivo sem-fim de livros, monografias, fonogramas, periódicos e muito, muito mais. Temos museus e recantos municipais, espaços que nos fazem recuar à época medieval e outros que ainda cheiram a fresco. Apresentamos algumas das melhores bibliotecas em Lisboa para pôr na sua lista de “próximos locais a visitar na cidade”. Estes espaços vão poder finalmente reabrir: a Rede de Bibliotecas de Lisboa já o anunciou, avisando só que continua a ser preciso fazer marcação para uso de mesas e computadores. Mas habitue-se às novas regras por causa da pandemia: o uso de máscara é obrigatório e o melhor é reservar ou saber em que turnos pode visitar as bibliotecas da cidade. Boas leituras. Ah, se ainda está a pensar na palavra “incunábulo” aqui vai uma pequena ajuda: trata-se de um livro impresso nos primórdios da imprensa, com recurso a tipos móveis.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade