Lisboa icon-chevron-right As grandes obras que vão mudar os transportes em Lisboa

As grandes obras que vão mudar os transportes em Lisboa

O Metro de Lisboa está a crescer. A Linha de Cintura vai ligar-se à de Cascais. Na Margem Sul, nascerá um aeroporto.
Corredor Verde de Alcântara
Corredor Verde de Alcântara
Por Hugo Torres |
Publicidade

Menos carros e mais gente a pé nas ruas, transportes públicos e meios suaves de mobilidade (bicicleta, trotineta) em barda, e melhor qualidade de vida. Os planos da Câmara de Lisboa apontam para uma cidade menos congestionada e poluída, mas antes de lá chegarmos haverá muito pó e ruído de maquinaria pesada no ar.

A expansão do Metro é o principal projecto de mobilidade dentro da cidade. As estações da Estrela e de Santos, que vão ligar-se ao Cais do Sodré e tornar a Linha Verde numa linha circular, a partir de 2023, são as primeiras a avançar. Mas já há planos para expandir a Linha Vermelha até às Amoreiras e Campo de Ourique (e a autarquia quer ir mais longe, chegando a Alcântara e ao Alto de Santo Amaro, ponto de partida para um futuro metro de superfície que chegará à Cruz Quebrada, concelho de Oeiras). Em estudo está também a ligação do Aeroporto da Portela às Avenidas Novas – ao Campo Grande ou a Entrecampos.

A construção de um novo aeroporto, no Montijo, será outra obra de grande envergadura, com conclusão prevista para 2022. Lá mais para o fim da década, será a vez de a ferrovia ganhar um novo impulso, com a ligação da Linha de Cintura à Linha de Cascais. Será construída uma estação subterrânea em Alcântara, desactivando a actual de Alcântara-Terra (o projecto abaixo é ainda preliminar). Uma novidade que estará na confluência do Corredor Verde de Alcântara, que está quase concluído e liga a Campolide por ciclovia e zona pedonal.

O que vai atirar o Terreiro do Paço ainda mais para os braços dos turistas é a renovada Estação Sul e Sueste, que será o centro dos barcos que levam a passear quem quer andar para cima e para baixo no rio e dar uma vista de olhos pelo estuário. A empreitada ainda agora começou mas já tem fim à vista (lá para o próximo Inverno).

Cinco obras que vão melhorar o sistema de transportes

metro de lisboa
©DR

Metro de Lisboa

Promotor: Metro de Lisboa
Onde: Estrela e Santos
Estado da obra: por iniciar
Conclusão prevista: 2023-2024
Projecto: Metropolitano/Ferconsult
Investimento: 210 milhões de euros

Corredor Verde de Alcântara

Corredor Verde de Alcântara

Promotor: Câmara de Lisboa
Onde: Vale de Alcântara
Estado da obra: em execução
Conclusão prevista: 2019
Investimento: 1,4 milhões de euros

Publicidade
Estação Sul e Sueste
Ana Costa

Estação Sul e Sueste

Promotor: Câmara de Lisboa
Onde: Terreiro do Paço
Estado da obra: em construção
Conclusão prevista: 2019
Projecto: Ana Costa
Investimento: 7 milhões de euros

Novo aeroporto do Montijo, aeroporto do Montijo, montijo
ANA - Aeroportos de Portugal

Aeroporto do Montijo

Promotor: ANA – Aeroportos de Portugal
Onde: Base Aérea do Montijo
Estado da obra: por iniciar
Conclusão prevista: 2022
Projecto: Quadrante
Investimento: 1747 milhões de euros (inclui expansão e remodelação do Aeroporto de Lisboa)

Publicidade
Ligação Desnivelada de Alcântara                   Ligação Desnivelada de Alcântara
SSC

Nova estação ferroviária de Alcântara

Promotor: Infraestruturas de Portugal
Onde: Alcântara
Estado da obra: por iniciar
Conclusão prevista: 2027
Investimento: 200 milhões de euros

Lisboa 2030

Coisas para fazer

As grandes obras que vão mudar os transportes em Lisboa

Menos carros e mais gente a pé nas ruas, transportes públicos e meios suaves de mobilidade (bicicleta, trotineta) em barda, e melhor qualidade de vida. Os planos da Câmara de Lisboa apontam para uma cidade menos congestionada e poluída, mas antes de lá chegarmos haverá muito pó e ruído de maquinaria pesada no ar.

Publicidade
Parque Ribeirinho Oriente
f/c
Coisas para fazer

Parque verde vai ligar a zona oriental de Lisboa

Lisboa esperou duas décadas por isto: o Parque das Nações está a deixar de ser uma zona desgarrada do resto da cidade. Xabregas, Beato, Marvila, Braço de Prata e Cabo Ruivo estão finalmente a renovar-se e a fazer a ligação a Santa Apolónia.

Cidade da Água
Santa-Rita Arquitetos
Notícias, Vida urbana

A marginal de Almada vai rivalizar com a de Cascais

Quando chegarmos aos anos 30 deste século, Lisboa também será conhecida como aquela cidade de onde se vê muito bem a novíssima e elegante Margem Sul. A Cidade da Água e o novo Cais do Ginjal são os dois projectos com que Almada vai contribuir para essa mudança.

More to explore

Publicidade