A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Sintra, Azenhas, Madonna

As novidades em Sintra que tem de conhecer

Pelo menos quase tão frescas como a cerveja que sai das torneiras do HopSin, o novo brewpub de Colares. Gelados, comida vegetariana, um hostel, um miradouro de cara lavada e até um roteiro Madonna. Conheça as novidades da estação

Escrito por
Clara Silva
Publicidade

Sintra será sempre um postal, não há volta a dar. Um postal cheio de monumentos, restaurantes clássicos imperdíveis, lojas de souvenirs e bons doces tradicionais. Mas há muito mais para descobrir para lá de todos os clichés incontornáveis e nos últimos tempos Sintra tem crescido muito. Há restaurantes saudáveis, a seguir as tendências do centro da capital, parques de trampolins para ser criança por um dia ou deixar o seu rebento à solta, gelatarias e uma aldeia enorme, já perto das praias, com carrinhas de street food, uma garrafeira e um bar de cerveja artesanal. No regresso à vila, tem um hotel novo para repor as energias. Fique a par destas novidades em Sintra.

Recomendado: Dê um mergulho nestas piscinas oceânicas em Lisboa

Novidades em Sintra

  • Bares
  • Cervejaria artesanal
  • Sintra
  • preço 1 de 4

Começou como uma brincadeira de Sérgio Pardal, que trabalhava na indústria farmacêutica em Londres, e de um primo seu do Magoito. A paixão por cerveja artesanal tornou-se uma coisa mais séria e valeu-lhes um prémio num importante concurso nacional em 2016, com a cerveja Mag8 (lê-se Magoito). Há um mês e meio, Sérgio e a filha, Marta Pardal, que também tem o bar Hops & Drops na Aldeia da Praia, abriam este HopSin Brewpub na antiga estação de eléctricos de Colares. Em frente à Adega Regional, é aqui que funciona a fábrica da Mag8, com cervejas como a Seteais, uma muito elogiada New England IPA, e que serviu “de rampa de lançamento” à marca, diz Marta, e a cerveja Colares, a mais recente e a primeira criada na nova fábrica. O bar tem oito torneiras com uma mistura de cervejas da casa e convidadas, e também serve petiscos, nas mesas ou no terraço. Em breve, terão uma programação cultural regular e será aqui a próxima edição do concurso nacional de cerveja artesanal, em Novembro.

  • Restaurantes
  • Vegetariano
  • Sintra
  • preço 2 de 4

Shani Rosner, de 29 anos, filha de pai americano e mãe alemã, a viver na zona há 35 anos, diz que a cozinha sempre fez parte da sua casa. “Os meus pais conheceram-se a cozinhar”, conta. O ano passado, voltou do Havai, onde esteve a viver durante oito anos e a trabalhar muitas vezes como chef privada. De lá trouxe várias influências, da cozinha havaiana à tailandesa, e uma ideia: abrir um restaurante vegetariano na zona onde cresceu. “Não havia um vegetariano em Sintra, mas há óptimos restaurantes
 de carne e peixe, então achei que não valia a pena competir numa área com muitos produtos de qualidade”, explica. O menu deste novo Shani’s Kitchen,
o vegetariano da Aldeia da Praia, vai mudando diariamente, consoante 
os ingredientes de produtores locais. “Faço muitas vezes caril e quando não faço as pessoas vêm cá perguntar onde está”, ri-se. Conte com opções vegan e pratos asiáticos como os summer rolls.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Pizza
  • Sintra
  • preço 1 de 4

Miguel Esteves Cardoso é o fã número um das pizzas da Souldough, que diz serem não só as melhores de Portugal como “possivelmente de todo o mundo”. Isso ajudou a que a romaria à Aldeia da Praia, a novidade do ano passado no espaço da antiga colónia de férias da CP, aumentasse. A ideia das pizzas de fermentação lenta é dos italianos Enrico e Jasbhagat, também professor de yoga, e do estónio Tanpreet. As pizzas napolitanas começaram a ser feitas o ano passado numa carrinha e em Junho deste ano ganharam uma nova cozinha, mais moderna, com um forno potente. Ainda assim, as mesas continuam a ser ao ar livre para, como diz MEC, continuarmos este “piquenique sem qualquer esforço”.

  • Restaurantes
  • Geladarias
  • Sintra
  • preço 1 de 4

O ano passado, André Dias e a mulher, Andreia Araújo, tinham na Aldeia
 da Praia uma carrinha cor-de-rosa, a Candy Truck, que servia waffles com gelado. Este ano, a 8 de Julho, abriram o Il Gelataio, uma gelataria que, segundo André, “segue a receita tradicional italiana”, que foi aprender a Rimini. Gaba-se de ter um dos melhores sabores de chocolate que conhece, “à antiga”, e um gelado de ameixa, entretanto esgotado, feito com fruta trazida por uma cliente. Ao lado, têm uma casa de panquecas, a Pura, que serve também pequenos-almoços (e lanches) saudáveis, com taças de açaí e smoothies. Há ainda gelados para levar para casa (entre 10 a 18 euros a caixa, dependendo do tamanho). Com o frio que se costuma pôr à tarde não devem derreter no caminho.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Sintra
  • preço 1 de 4

Reabriu no fim de Junho em frente ao mar da Praia das Maçãs, com nova gerência (de Gonçalo Araújo) e depois de obras de requalificação. O Quiosque das Maçãs, todo em madeira, já é o novo ponto de encontro na praia, antes de um mergulho no mar ou ao fim do dia, antes de um mergulho na banheira. Há festas, música ao vivo na esplanada e aqui encontrará os gelados artesanais italianos da Davvero, uma das melhores gelatarias de Lisboa. O menu inclui tostas, tigelas de açaí e de iogurte grego com granola, pregos, saladas e guacamole.

  • Hotéis
  • Sintra

É a mais recente novidade da Aldeia da Praia. Depois do glamping inaugurado o ano passado, a Aldeia da Praia ganhou em Julho um hostel com 50 camas e 11 quartos no espaço onde funcionava a colónia de férias dos filhos dos funcionários da CP. “A maioria das pessoas que vem aqui está interessada no surf ”, diz o uruguaio Diego Faral, um dos responsáveis pelo hostel, que também começou ali a trabalhar por causa do surf e da proximidade das praias. “No Uruguai não há ondas tão boas”, explica. O hostel tem quartos de casal e para grupos de oito, seis e quatro pessoas a preços convidativos que começam nos 17,5€/noite em época alta.

Publicidade
Leitaria da Quinta do Paço
©DR

7. Leitaria da Quinta do Paço

É apenas uma notícia, e vai ter de esperar até 2020 para provar em Sintra os éclairs 
da Leitaria da Quinta do Paço. A leitaria portuense vai comemorar 100 anos da abertura da primeira loja e celebra a ocasião com a abertura de mais espaços, um deles em Sintra. Por enquanto ainda não se sabe onde nem quando, mas já nos está a crescer água na boca só de pensar nisso.

Miradouro e Esplanada das Azenhas do Mar
©Duarte Drago

8. Miradouro e Esplanada das Azenhas do Mar

O miradouro das Azenhas do Mar, um ponto de paragem obrigatório para todos os caçadores de likes no Instagram, ganhou um novo look. O acesso foi interditado aos carros e agora só se faz a pé ou de bicicleta. Há novos banquinhos, um passadiço de madeira e um parque de estacionamento. A vista continua a mesma. Já na praia, a esplanada de apoio à piscina natural, e que pertence ao restaurante Azenhas do Mar, também foi renovada. Tem novas mesas e cadeiras com paletes de madeira e tardes com jazz e DJ sets.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Grande Lisboa
  • preço 2 de 4

Rui Monteiro jogou no Torreense e depois no clube francês Lusitanos de Saint-Mur, até deixar os relvados para pegar no restaurante da família, o Duna Mar, em cima da Praia do Magoito. O restaurante estava fechado e era apenas conhecido pela esplanada com uma vista deslumbrante. Agora quer começar uma nova era a deslumbrar também pela comida.

Roteiro Madonna
©Duarte Drago

10. Roteiro Madonna

No meio de tantas empresas de visitas turísticas ainda ninguém se lembrou de criar uma rota Madonna com pontos de interesse ligados à cantora em Sintra. Nós tratamos
 do assunto. Comece pela Quinta Nova da Assunção, em Belas, onde Madonna filmou partes do videoclipe “Indian Summer” e onde estalou a polémica com o presidente da Câmara, por proibir que um cavalo pisasse 
o soalho deste edifício do século XIX. Nas Azenhas do Mar e já sem cavalos, Madonna gravou partes do videoclipe “Batuka”, lançado este Verão, com a orquestra Batukadeiras, e gravado numa casa em frente ao mar com janelas laranja. A Casa Branca, ou Casa do Marco, como também 
é conhecida, foi construída em 1920 pelo arquitecto Raul Lino (falecido em 1974) e era a sua casa de férias. Ainda mantém as cores originais. Outra parte deste videoclip de Madonna foi filmado na Praia de São Julião.

Viagens que valem a pena

  • Coisas para fazer

Nem sempre é fácil avistar uma praia na zona do Oeste quanto mais colocar os pés na areia. Mas descanse: nos momentos em que o sol aparece, são as melhores para se estar. Os areais são extensos, o mar convida a mergulhos ou desportos com prancha (surf, windsurf, stand up paddle e afins), e das esplanadas dá para ver o sol a ir para a cama mais tarde. Siga as nossas dicas — e o ponto cardeal que aponta para o Atlântico — e viaje pela costa, entre a Ericeira e Torres Vedras.

  • Restaurantes

O mote da iniciativa que promove a tradição piscatória e a cultura gastronómica da vila diz quase tudo. Sesimbra é tudo de bom do que vem do mar. E tanto podem ser uns carapaus gordos, como umas sardinhas, robalos ou pregados, salmonetes ou imperadares. Falta dizer que é também a arte que há em terra para cuidar tanto tesouro – não é só na grelha que se esconde o segredo de um bom prato à mesa. Sesimbra não é apenas um destino de praia, pode bem ser uma escapadinha gastronómica. Ora atente nesta lista dos melhores restaurantes em Sesimbra.  

Publicidade
  • Viagens

O que era visto como trabalho é agora motivo de romaria pelo país: as vindimas. Com data incerta (tanto podem começar em meados de Agosto como prolongar-se até Outubro), a técnica de podar as uvas, acartá-las em cestos (ou em recipientes mais modernos), deixá-las no lagar para serem pisadas numa amena cavaqueira que pinta as pernas de roxo — até se separar o vinho do mosto —, armazenar o líquido em barricas ou bacias de inox, esperando que o tempo trabalhe depressa e bem, é um ritual que está ao alcance de todos.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade