Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Há várias coisas para fazer no Dia da Mulher

Há várias coisas para fazer no Dia da Mulher

Em Lisboa há quem aproveite a boleia do Dia Internacional da Mulher para fazer algo mais especial.

dia da mulher
©DR
Por Renata Lima Lobo |
Publicidade

O Dia Internacional da Mulher, a 8 de Março, é mais profundo do que uma simples oferenda de coloridos bouquets. Foi oficializado pela ONU em 1975, mas já era celebrado por todo o mundo, tendo origem no movimento operário feminista dos EUA. Uma data tão importante pede reflexões, debates, manifestações, mas também eventos, mesmo que não sirvam para alimentar o pensamento. Em Lisboa há música, há dança, há comida e até um striptease muito especial que vai animar todos os presentes, sejam homens ou mulheres, num dos bares mais históricos de Lisboa. Siga estas sugestões.

Recomendado: Os melhores sítios para fazer compras em Lisboa

Mulheres na música e no cinema

Ocean's 8
@2018 Warner Bros
Filmes

Sete filmes sobre mulheres assaltantes

Não são só os homens que levam a cabo ousados assaltos no cinema. Nos sete filmes desta selecção, há mulheres que se juntam para concretizar roubos de todo o tipo, ou que então lideram homens (e dão-lhes a volta ao mesmo tempo). Jamie Lee Curtis, Jada Pinkett Smith, Queen Latifah, Diane Keaton, Katie Holmes, Kristen Stewart, Emma Watson, Sandra Bullock ou Cate Blanchett são algumas das actrizes que personificam essas mulheres, em títulos que não se limitam à acção, ao suspense e ao drama, incluindo também algumas comédias, caso de Um Peixe Chamado Wanda ou Apanhem Essa Garota.

Gillian Anderson as Bond, from her Twitter @GillianA, 2016
@GillianA
Filmes

Seis mulheres que podiam ser James Bond

Daniel Craig ainda anda a torturar-se sem saber se quer ou não quer fazer mais um filme de James Bond. Não há muito tempo saiu uma notícia onde se dizia que ele tinha mesmo recusado para cima de 80 mihões de euros para interpretar mais duas vezes o famoso agente secreto criado por Ian Fleming. Ao mesmo tempo, Gillian Anderson postou no Twitter um cartaz de si própria como Jane Bond, candidatando-se ao lugar. Pegando na deixa, aqui ficam seis actrizes que gostaríamos de ver na corrida para o papel.

Publicidade
Filmes

Mulheres no cinema: a luta continua em cinco filmes

Lutas sindicais, ambientais e políticas, o altruísmo de servir, mas também de conservação da memória e do património, e principalmente de reivindicar a verdade. Lutas, pessoais e colectivas, que o cinema acolheu em muitos filmes. A propósito do Dia da Mulher, juntamos estes cinco. 

Pearl Jam
Photograph: Danny Clinch
Música

Cinco canções para o movimento #MeToo

Há práticas inadmissíveis que se instalam e subsistem durante décadas ou até séculos, mas que apesar de serem do conhecimento geral apenas são mencionadas “à boca pequena” e são encaradas com complacência, como se fossem irrelevantes ou inevitáveis. O assédio sexual só deixou este limbo quando em Outubro de 2017 surgiram reportagens detalhadas e circunstanciadas no New York Times e na New Yorker relatando o longo e tenebroso historial do produtor de cinema Harvey Weinstein. Foi o princípio do movimento #MeToo, que não tardou a revelar que estas práticas não eram correntes apenas em Hollywood, mas (pasme-se!) estavam presentes em muitas outras facetas da vida em sociedade, da moda ao desporto.

Publicidade