Os cinco museus mais estranhos de Lisboa

Esta selecção teria lugar numa suposta Ala de Insólitos de um hipotético Museu dos Museus. Se acha que conhece todas as atracções obrigatórias da cidade, explore agora os museus mais estranhos em Lisboa
Museu do Hospital Miguel Bombarda
Museu do Hospital Miguel Bombarda
Por Luís Leal Miranda |
Publicidade

Se já foi várias vezes ao Museu Nacional de Arte Antiga, conhece os cantos à Casa das Histórias da Paula Rego e sabe enumerar toda a Colecção Berardo, então se calhar está a precisar de um novo desafio. A verdade é que há muito mais, e insólito quanto baste, para descobrir nos museus mais estranhos em Lisboa e arredores. Dos gessos à extinta cera, com uma pausa pelo caminho na Polícia Judiciária, conheça estes cinco.

Recomendado:

20 museus que tem mesmo de visitar em Lisboa

+ Museus em Lisboa: as obras de arte que tem mesmo de ver

Os cinco museus mais estranhos de Lisboa

1
Camera

Museu de Dermatologia

Este museu tem centenas de máscaras de cera onde é possível testemunhar os efeitos dermatológicos de uma série de doenças, sobretudo sífilis. A colecção, situada no Salão Nobre do Hospital dos Capuchos, é visitada por alunos de medicina que a procuram pelo seu valor didáctico.

Hospital de Santo António dos Capuchos. 96 399 7916. Aberto apenas na quarta-feira, das 14.30 às 18.00.

2
Camera

Casa dos Gessos

É um museu cheio de estátuas, mas sem estátuas. Está lá o D. José I do Terreiro do Paço e o Dr. Sousa Martins do Campo dos Mártires da Pátria, mas na sua versão larvar. Ou seja, o molde de gesso de onde iriam sair as suas versões definitivas, em bronze. Ao todo são 12 peças que fazem parte da história da cidade que podem ser vistas em poucos metros quadrados. Perfeito para turistas com pressa.

Antiga Fundição de Cima, em frente às escadarias do Panteão Nacional, ao fundo de uma rua sem saída. Aberto quartas das 10.00 às 13.00 e quintas das 14.00 às 17.00.

Publicidade
3
Camera

Museu da Polícia Judiciária

Fica numa simpática quinta em Loures que serve também como escola para a Polícia Judiciária. Só é visitável através de marcação e exibe um impressionante acervo de artigos relacionados com bandidagem: armas, dinheiro falso, obras de arte forjadas e retratos de criminosos. Está lá, por exemplo, a faca com que tentaram assassinar o Papa João Paulo II em 1982.

Quinta do Bom Sucesso, Barro, Loures, Seg-Sex, 09.00-12.30/ 14.00-17.30. Marcação obrigatória: 21 984 4200.

4
Camera

Casa Veva de Lima

É o Ramalhete da adaptação para o cinema de Os Maias e uma das casas mais fascinantes da cidade. Lá dentro viveu Genoveva da Lima Mayer, escritora e socialite conhecida pelas suas festas, tertúlias e serões literários muito falados por toda a Lisboa dos anos 20 e 30. A decoração deste palacete nas Amoreiras pode descrever-se como exuberante, espalhafatosa e dramática, mas nenhum desses adjectivos lhe faz justiça. É uma bela e misteriosa cápsula do tempo que nos apresenta a uma das mais excêntricas lisboetas de sempre – só um exemplo: Veva de Lima chegou a ter um leopardo bebé como animal de estimação.

Rua Silva Carvalho, 238. Visitas apenas por marcação pelo 21 386 4408.

Publicidade
5
Camera

In Memoriam: Museu de Cera de Lisboa (2000 - 2004)

O Madame Tussauds português ficava no Armazém 2 do Passeio Marítimo de Alcântara. Lá dentro estava uma espécie de arca de Noé de celebridades nacionais e estrangeiras, uns quantos desportistas e algumas figuras históricas. A falta de visitantes, pouco deslumbrados pela fraca qualidade das esculturas, ditou o seu fim em 2004.

Mais museus

Museu do Oriente
©Museu do Oriente
Museus

Os melhores museus em Lisboa: 20 que tem mesmo de visitar

Alguns museus ainda funcionam como a arrecadação lá de casa: servem para amontoar tralha. Mas as coisas estão a mudar, a começar pelo impressionante Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia e a acabar na proposta do Governo de fixar a entrada gratuita para quem tem menos de 30 anos de idade. Deixamo-lo com uma visita guiada aos melhores museus em Lisboa, dando razões para redescobrir os clássicos e ideias para explorar colecções surpreendentes.

white afrodisiac telephone dali
©Jose Manuel Costa Alves/Berardo
Museus

Museus em Lisboa: as obras de arte que tem mesmo de ver

Conhece as propriedas do pó de múmia? E o nome da imagem do arcanjo que seguiu nas naus portuguesas em jeito de protecção? Não imagina as histórias que guardam os museus em Lisboa, com peças para todos os gostos. É obrigatório conhecer estas obras de arte.  + Museus em Lisboa: 20 que tem mesmo de visitar

Publicidade
Centro de Arte Moderna, Fundação Calouste Gulbenkian
©Cam/Paulo Castanheira
Miúdos

Museus para crianças em Lisboa? São mais que as mães e bem divertidos

É uma grande injustiça dizer que a palavra museu cheira a mofo. Mas se começou por arrastar os miúdos para uma exposição interminável que só interessou aos pais... é bem possível que o programa enfrente alguma resistência. Não desanime. Fomos à procura dos melhores museus para crianças em Lisboa. Para ir ao passado e ao futuro, sem sair do presente.

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com