Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os espumantes perfeitos para a passagem de ano

Atenção, continuamos a tentar dar-lhe a informação mais actualizada. Mas os tempos são instáveis, por isso confirme sempre antes de sair de casa.

Meia Duzia de Champagne
©DR

Os espumantes perfeitos para a passagem de ano

Se ainda não tratou das compras para o réveillon, abasteça-se com um (ou mais) dos seis espumantes desta lista, perfeitos para uma passagem de ano animada.

Por Mariana Lopes
Publicidade

Passagem de Ano é sinónimo de espumante. Há qualquer coisa no líquido dourado efervescente que nos põe em mood “party animal” e nos faz entrar no novo ano com um optimismo contagiante. Mas antes de pegar no copo e começar os brindes, deixamos-lhe com uma lição, uma espécie de espumante for dummies. Existem alguns métodos para produção de espumante, sendo os dois principais o Método Clássico, ou “champanhês”, e o Charmat. O primeiro, inventado na região francesa de Champagne e o mais nobre de todos, implica que a segunda fermentação (que origina a libertação de CO2, dando as “bolhas” ao vinho), seja feita na própria garrafa. É utilizado para espumantes com uma maior ambição de qualidade e complexidade. Já no segundo, patenteado por Eugène Charmat, o vinho base faz a segunda fermentação em grandes tanques, geralmente de inox, sendo engarrafado já com gás carbónico. É o método mais indicado para produzir espumantes em maiores quantidades, com maior racionalização de custos e sem sacrificar qualidade. Lição aprendida, bota abaixo e muitos brindes.

Recomendado: Os melhores vinhos que provámos nos últimos tempos

Seis espumantes para a passagem de ano

Aliança Grande Reserva Branco 2012
Aliança Grande Reserva Branco 2012
©DR

Aliança Grande Reserva Branco 2012 - Bairrada

Da região com maior tradição neste tipo de vinho vem o melhor espumante que a Aliança – Vinhos de Portugal alguma vez fez. As duas idílicas caves são uma das maiores atracções da região, onde as garrafas em repouso convivem com peças arqueológicas, minerais raros, pinturas e esculturas sem igual, no museu Aliança – Underground. Neste vinho sente-se uma bela finura de bolha e intensidade no aroma, com mel e pão doce a brincar com os citrinos. Impactante na boca, é muito preciso e tem uma fantástica acidez e frescura final.

Preço: 19,99€

Vértice Cuvée Espumante Reserva Branco
Vértice Cuvée Espumante Reserva Branco
©DR

Vértice Cuvée Espumante Reserva Branco - Douro

Este Vértice, do Douro, é um cuvée, o que significa que é feito de uma mistura de vinhos de diferentes colheitas, das castas brancas Gouveio, Malvasia Fina, Rabigato, Viosinho, Códega e da tinta Touriga Franca. O seu produtor, Caves Transmontanas, é dos mais especializados nas bolhinhas em Portugal, originando alguns dos melhores espumantes do nosso país. Este é muito versátil com comida, sendo perfeito para o pré-refeição.

Preço: 13,50€

Publicidade
Elpídio Superior Branco 2013
Elpídio Superior Branco 2013
©DR

Elpídio Superior Branco 2013 - Bairrada

Voltamos à Bairrada com este Elpídio Superior do produtor Caves do Solar de São Domingos. Na Bairrada, produz-se espumante há quase 130 anos, desde 1890! Este é de Arinto e Chardonnay, com aroma elegante e perfumado de citrinos e maçã, e também leve tosta que dá complexidade. Cremoso na boca, mantém aqui as laranjas e frutas semelhantes, num corpo fresco, redondo, que se prolonga no sabor e encaixa muito bem com comida.

Preço: 14€

Casa de Santar Vinha dos Amores Branco 2014
Casa de Santar Vinha dos Amores Branco 2014
©DR

Casa de Santar Vinha dos Amores Branco 2014 - Dão

A Sociedade Agrícola de Santar é uma das casas mais emblemáticas e românticas do Dão, rodeada de jardins labirínticos e pintalgados com bonitas flores, cuja maior parcela de vinha é a que dá origem a este espumante: a Vinha dos Amores. No nariz tem zest, toranja, biscoito e uma pontada de frutos vermelhos. É um espumante fino, mas encorpado, de textura macia e sofisticada, muito atractivo e fresco. Para brindar (e não só) com aquela pessoa especial à meia-noite, não há melhor.

Preço: 24,90€

Publicidade
Raposeira Espumante Velha Reserva 2011
Raposeira Espumante Velha Reserva 2011
©DR

Raposeira Espumante Velha Reserva 2011

O Raposeira Velha Reserva é o topo de gama das Caves da Raposeira, empresa de Lamego que pertence aos mesmos accionistas da Murganheira, o grupo com maior know-how de espumantes em Portugal. Tem um aroma muito bonito e equilibrado, entre notas cítricas e com doçura frutada. Na boca segue a mesma linha, tem frescura e equilíbrio, maciez, bastante sabor e acidez q.b., muito aprumado e consensual. Ainda se encontra, também, a colheita de 2009 nas lojas e supermercados.

Preço: 12€

Cartuxa Reserva Branco 2012
Cartuxa Reserva Branco 2012
©DR

Cartuxa Reserva Branco 2012 - Alentejo

Esta é a melhor versão com bolhas desta marca alentejana, de Évora, que já não necessita de apresentações. O produtor, a Fundação Eugénio de Almeida, é dos melhores exemplos de consistência no mundo do vinho português. Esta pérola prima pela complexidade e sedução no aroma requintado, a sugerir mel, pólen, citrinos cristalizados, pêra e maçã cozida, e notas de tosta e panificação. É bem intenso, cremoso e amplo na frescura. Um luxo de espumante, que não deixa ninguém indiferente.

Preço: 35€

Passagem de ano em Lisboa

O restaurante LAB, de Sergi Arola vai servir um menu especial de passagem de ano
Matthew Shaw

22 menus para o jantar de passagem de ano

Restaurantes

É uma noite de glamour (dizem) e em que vale a pena subir a parada para se despedir da década e abraçar as novidades de 2020. Com mais pompa e circunstância, ou não, mas sempre com um banquete à séria, damos-lhe uns quantos menus de passagem de ano para quem quer e pode deixar uma nota preta na mesa. Se não está para gastar assim tanto, também encontra aqui sugestões do que comer na última noite do ano. Uma coisa é certa: não vai ter de andar de roda dos tachos. Mas assegure-se que capricha na indumentária. 

Adeus 2019: festas de passagem de ano em Lisboa

Noite

O difícil vai ser escolher porque oferta não falta. No dia em que toda a gente se veste a rigor, provavelmente como nunca o fez durante o resto do ano, convém que existam boas ideias e sítios onde celebrar, aliás, onde entrar em 2020 a ser o rei da pista. Sugerimos-lhe, por agora, 18 festas de passagem de ano em Lisboa, que duram até de manhã, até quando achar que está na hora de rumar aos lençóis – a única forma admitida de passar as primeiras horas de luz do ano. Estamos aqui para ajudar quem ainda não tem planos para a passagem de ano.

Publicidade

Saiba o que vestir na festa de passagem de ano

Compras Vestuário feminino

Algumas das tendências mais fortes da estação encaixam que nem uma luva na festa de réveillon. Esta passagem de ano use e abuse dos brilhos, das lantejoulas, dos metalizados fortes e do glitter sem vergonha nos olhos e nas unhas. Vale tudo, e até temos algumas sugestões de looks para os senhores. Espreite aqui as peças essenciais para a festa de passagem de ano e, convenhamos, é como se a água da chuva se tivesse tranformado em brilho. Até porque, nesta noite especial, queremos que brilhe mais do que as estrelas no céu. 

Christmas TV
Shutterstock

Cinco ideias de passagem de ano para pessoas que detestam a passagem de ano

Coisas para fazer

Não está para grandes festas nem shows de pirotécnia ao relento? Ainda não recuperou do Natal e a febre da passagem de ano já o está a deixar com dores de cabeça agudas? Trocava o vestido brilhante do reveillon ou o fato de gala por uma roupinha confortável? Recusa-se a deixar o ordenado do mês de Janeiro, que ainda nem recebeu, num restaurante com um menu de jantar especial? Nem a ideia de passar o ano a olhar para o mar o convence? Então as sugestões deste artigo são feitas especialmente para si.   

Recomendado

    Também poderá gostar

      Também poderá gostar

        Publicidade