Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Bly Manor, A Mansão Assombrada
Televisão, Séries, A Maldição de Bly Manor
©DR A Maldição de Bly Manor de Mike Flanagan

Bly Manor, A Mansão Assombrada

‘A Maldição de Bly Manor’ é a nova série de terror da Netflix, inspirada no clássico ‘The Turn of the Screw’, de Henry James.

Por Eurico de Barros
Publicidade

★★★★☆

Um casarão isolado no campo inglês, um par de crianças com atitudes estranhas, uma perceptora zelosa, aparições sobrenaturais. Eis os principais ingredientes de A Maldição de Bly Manor (Netflix), e que nos são familiares. Mais precisamente do clássico de terror The Turn of the Screw, de Henry James, já várias vezes filmado. A Maldição de Bly Manor é obra da mesma equipa que nos deu A Maldição de Hill House, e tal como esta era uma versão modernizada e expandida do livro de Shirley Jackson, também aquela o é do de James.

A série preserva o essencial da estrutura de The Turn of the Screw e, sobretudo, é fiel aos preceitos da tradição da ghost story à inglesa. O terror é de pavio longo, de elaboração pausada, dependente da exposição narrativa e do desenvolvimento da intriga, quase sempre sugerido e elíptico, que se pressente mas pouco se vê, manifestando-se nas sombras dos enquadramentos ou em fundo nos planos. E é um terror ligado aos ambientes da história e incarnado nas personagens, que elas arrastam consigo, surdo e torturado, de gerar incómodo e calafrios, e não choques e estrondos. A qualidade homogénea das interpretações e a consistência inquietante das atmosferas, reforçam a recomendação da visita a esta mansão assombrada.

Mais que ver

Publicidade
Publicidade
Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade