A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Televisão, Séries, Kill Stalin
©DRKill Stalin

Da União Soviética, com amor

‘Kill Stalin’ não dá descanso ao espectador, com um pequeno exército de bons actores e uma recriação de época inatacável.

Escrito por
Eurico de Barros
Publicidade

★★★★☆

O youtube é uma cinemateca alternativa, uma videoteca inesgotável, um alfarrabista audiovisual e uma televisão paralela (e é grátis). Lá encontramos centenas de filmes e de séries, mais antigas ou recentes, e de países pouco representados no cabo ou nas plataformas de streaming. É no YouTube que está Kill Stalin, uma série policial de espionagem russa passada durante a II Guerra Mundial, e bastante melhor do que 95% do que nos é proposto habitualmente. Passada em 1941, quando os alemães estavam às portas de Moscovo e os soviéticos ponderavam a evacuação de Estaline e do seu governo, Kill Stalin põe em cena uma unidade de elite dos serviços secretos militares alemães, liderada pelo capitão Hess, e com a missão de matar o ditador comunista. Procurando detectá-la e eliminá-la, está um grupo de agentes do NKVD, comandada pelo capitão Berezhnoy. No afã narrativo, na sucessão de peripécias e reviravoltas, no suspense permanente e no ritmo intenso, Kill Stalin não dá descanso ao espectador, juntando a estas qualidades um pequeno exército de bons actores (os que interpretam Estaline e Beria são sósias deles...) e uma recriação de época inatacável, dos uniformes ao equipamento. Único senão: o retrato demasiado simpático de Estaline, um óbvio reflexo da era Putin.

Mais que ver

Publicidade
Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade