Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right E o Óscar devia ir para...
Why I’m bored of the Oscars… already

E o Óscar devia ir para...

Eles nem sempre estão de acordo, mas às vezes acontece

Por Eurico de Barros e Joshua Rothkopf
Publicidade

Eurico de Barros e Joshua Rothkopf, crítico da Time Out Nova Iorque, fazem apostas sobre os vencedores desta edição dos Óscares, que acontece já neste domingo em Los Angeles, e discutem sobre quem merecia ganhar cada estatueta. Esquecendo a justiça, os dois críticos apostam ainda nos vencedores – eles nem mereciam, mas quase de certeza que vão ganhar, dizem. Mas como isto tem sempre alguma coisa de aleatório, decidimos criar um jogo do bingo para o entreter nas partes chatas da noite. A Favorita, de Yorgos Lanthimos, e Roma, de Alfonso Cuarón, são os favoritos aos prémios mais importantes de Hollywood com dez nomeações cada.

Recomendado: Os injustiçados das nomeações aos Óscares

E o prémio devia ir para...

Filme, Cinema, Green Book - Um Guia para a Vida (2018)
Filme, Cinema, Green Book - Um Guia para a Vida (2018)
© Ascot Elite

Filme

QUEM VAI GANHAR

Eles dizem: É a previsão mais difícil da noite, com ecos do confronto de 2016 entre The Revenant: O Renascido, A Queda
de Wall Street, O Caso Spotlight e Moonlight. Vamos usar esse ano como guia e escolher Green Book – Um Guia para a Vida, uma robusta montra de interpretação (os actores representam o maior bloco de votantes nos Óscares) que lisonjeia o melhor lado do seu público. Vejam-no prevalecer sobre filmes dominados pelos seus realizadores como Roma e A Favorita.


QUEM DEVIA GANHAR

Joshua diz: Nenhum dos oitos nomeados é tão revoltado e indignado como BlacKkKlansman: O Infiltrado, de Spike Lee, um filme de época passado nos anos 70 e com ressonâncias contemporâneas, e um grande regresso à boa forma do realizador. Black Panther era empolgante para um filme de super-heróis, mas a Hollywood da era Trump pede um engajamento que só Spike pode dar.

Eurico diz: Roma vem com muito embalo de prémios, de excelentes críticas e de visibilidade mediática, e portanto nem estou certo que não ganhe. Além disso, é muito melhor cinema. Devia ganhar.

Alfonso Cuaron on set ‘Roma’
Alfonso Cuaron on set ‘Roma’
Carlos Somonte

Realizador

QUEM VAI GANHAR


Eles dizem: Roma, de Alfonso Cuarón, ganhou o prémio da Directors Guild of America (DGA), que costuma prever o Óscar desta categoria com segurança. Só por sete vezes desde 1948 é que o prémio da DGA não foi repetido no respectivo Óscar.

QUEM DEVIA GANHAR


Joshua diz: Cuarón será um merecido vencedor, a sua recordação de infância é ao mesmo tempo íntima e épica. Mas A Favorita de Yorgos Lanthimos supera-a através de um estilo visual mais singular, melhores interpretações e um sentido de humor venenoso.

Eurico diz: Roma e Alfonso Cuarón não têm igual este ano na corrida às estatuetas, apesar de todas as qualidades de A Favorita, calmamente o melhor filme de Yorgos Lanthimos.

Publicidade
A Mulher
A Mulher
©DR

Actriz

QUEM VAI GANHAR


Joshua diz: Não se metam na frente do comboio de Glenn Close. O seu trabalho em A Mulher será uma oportunidade para os votantes honrarem devidamente um ícone subvalorizado. Eurico diz: A instável, caprichosa, patética mas também trágica Rainha Ana de A Favorita deve garantir a Olivia Colman este prémio, e merecidamente.

QUEM DEVIA GANHAR

Joshua diz: É quase uma vergonha que o triunfo de 
Close venha no mesmo ano da magnificamente caprichosa Rainha Ana de Olivia Colman em A Favorita, uma interpretação que dominou o caminho até
 aos Óscares. Um dia, Colman chegará ao pódio.

Eurico diz: Olivia Colman parece muito difícil de bater nesta categoria, embora possa sempre haver 
uma surpresa. Que poderia muito bem ser a amadora Yalitza Aparicio, a devotada criada da família de Roma.

Bohemian Rhapsody
Bohemian Rhapsody
©2018 Twentieth Century Fox Film Corporation

Actor

QUEM VAI GANHAR


Eles dizem: Mesmo com todo 
o seu peso político, mais os 20 quilos em excesso e os chumaços de maquilhagem, o Dick Cheney de Christopher Bale em Vice não parece conseguir rivalizar com o Freddy Mercury de Rami Malek, 
e a sua dentuça postiça, em Bohemian Rhapsody – que ainda por cima é um estrondoso sucesso comercial, ao contrário do filme de Adam McKay.


QUEM DEVIA GANHAR

Eles dizem: O que Viggo Mortensen faz em Green Book – Um Guia para a Vida é difícil de conseguir – não o dobrar pizzas ao meio, mas dar profundidade real a um estereótipo óbvio.

Publicidade
A Favorita (2018)
A Favorita (2018)
©2018 Twentieth Century Fox

Actriz Secundária

QUEM VAI GANHAR


Joshua diz: Numa categoria sem favorita óbvia, esta poderia ser a oportunidade para um momento inesperado para Marisa Tomei. Vamos arriscar: Marina de Tavira foi uma nomeada caída de pára-quedas, prevalecendo sobre nomes esperados como Claire Foy e Emily Blunt

Eurico diz:
 A soberba e tenaz Lady Sarah Churchill de Rachel Weisz em 
A Favorita deverá dar-lhe o seu segundo Óscar, de novo nesta categoria. Embora não haja 
este ano uma favorita clara e inequívoca.


QUEM DEVIA GANHAR


Joshua diz: Regina King é o coração e a alma de Se Esta Rua Falasse – e já tem uma prateleira cheia de prémios da crítica, totalmente merecidos.

Eurico diz: Seria uma boa oportunidade para a Academia voltar a atribuir um Óscar ex aequo. Que neste caso iria, sem pestanejar, para 
as aristocratas maquiavélicas, inimigas e ávidas de poder 
como as crianças por doces de A Favorita, a inglesa Rachel Weisz e americana Emma Stone.

Filme, Cinema, Green Book - Um Guia para a Vida (2018)
Filme, Cinema, Green Book - Um Guia para a Vida (2018)
©Universal Pictures

Actor Secundário

QUEM VAI GANHAR

Eles dizem: Apesar de Moonlight ter só dois anos, Mahershala Ali tem este no papo. Vai juntar-se 
à minúscula lista – que inclui Christoph Waltz e Michael Caine – de actores que ganharam este Óscar duas vezes.


QUEM DEVIA GANHAR


Eles dizem: Até quem não é
 de Nova Iorque se derreteu
com o sobrevivente urbano de Richard E. Grant em Can You Ever Forgive Me? A sua refinada interpretação é o clímax de uma importante carreira.

Publicidade
BlacKkKlansman - O Infiltrado
BlacKkKlansman - O Infiltrado
©2018 Focus Features LLC

Argumento Adaptado

QUEM VAI GANHAR


Joshua diz: É aqui que podemos esperar que Can You Ever Forgive Me? prevaleça. O argumento é de Jeff Whitty e Nicole Holofcener, também uma boa realizadora, mas não aqui.

Eurico diz: Esta parece ser uma boa categoria para distinguir o argumento de BlacKkKlansman: O Infiltrado, de Spike Lee, tirado do livro 
do próprio herói do filme, Ron Stallworth.

QUEM DEVIA GANHAR

Joshua diz: Adaptar a prosa interiorizada por James Baldwin não deve ter sido fácil, mas é como se fosse a segunda natureza de Barry Jenkins em Se Esta Rua Falasse.

Eurico diz: Os irmãos Ethan e Joel Coen foram picar a Jack London e 
ao excêntrico Stewart Edward White para escreverem o seu desconcertante western-pastiche em seis episódios, The Ballad of Buster Scruggs. Mereciam bem a estatueta, nem que fosse pela lata de juntarem dois autores tão dissemelhantes no mesmo filme.

A Favorita (2018)
A Favorita (2018)
©DR

Argumento Original

QUEM VAI GANHAR


Joshua diz: Nenhum destes argumentos são jóias perfeitas, nem estão ao nível de vencedores passados como Chinatown ou Pulp Fiction. Vemos A Favorita a agigantar-se.

Eurico diz: Deverá ser uma competição cerrada entre Green Book – Um Guia para a Vida e A Favorita, mas aquele tem sempre a vantagem de ser da casa e ter relevância sociopolítica, ainda por cima projectada para os dias de hoje.


QUEM DEVIA GANHAR


Joshua diz: É incrível que No Coração da Escuridão seja a primeira nomeação de Paul Schrader – devia ter sido
 por Taxi Driver ou Touro Enraivecido. Dêem-lhe a estatueta.

Eurico diz: Não ficaria nada mal dar também este Óscar a Alfonso Cuarón, um verdadeiro faz-tudo em Roma. Só lhe faltou também entrar no filme.

Publicidade
The Incredibles 2: Os Super-Heróis (2018)
The Incredibles 2: Os Super-Heróis (2018)
©Disney

Longa-Metragem Animada

QUEM VAI GANHAR

Eles dizem: Sim, há um filme da Pixar na liça (The Incredibles 2:
Os Super-Heróis) e este estúdio em geral limpa este Óscar. 
Mas não este ano: Homem- Aranha: No Universo Aranha impressionou o suficiente para 
se chegar a falar numa nomeação para Melhor Filme.

Eurico diz: Apesar de todo o entusiasmo em redor de Homem-Aranha: No Universo Aranha, a Pixar deverá juntar mais um Óscar à sua já considerável colecção, com o jubilatório The Incredibles 2: Os Super-Heróis, do genial Brad Bird.

QUEM DEVIA GANHAR

Joshua diz: Ilha dos Cães, de Wes Anderson, deu origem a muita adulação e valiosa conversa crítica – nem toda elogiosa – sobre apropriação cultural. É um filme complexo e também quase um remake de Fuga de Nova Iorque com cães.

Eurico diz: The Incredibles 2: Os Super-Heróis reafirma a superior qualidade, inventividade e sentido de comédia da Pixar, e ainda por cima com uma história de super-heróis criados dentro de portas.

Free Solo (2018)
Free Solo (2018)
©DR

Documentário de Longa-Metragem

QUEM VAI E (DEVIA) GANHAR

Eles dizem: O fabuloso Free Solo, sobre Alex Honnold, o alpinista que escala montanhas sem usar nenhum do equipamento convencional para esta actividade, merece este Óscar de olhos fechados (e não é por causa das vertigens).

Publicidade
Alfonso Cuarón
Alfonso Cuarón
©DR

Fotografia

QUEM VAI GANHAR


Eles dizem: Este ano será a primeira vez na história que 
um realizador que também foi
 o director de fotografia no seu filme – Alfonso Cuarón em Roma – vai ganhar este prémio.

QUEM DEVIA GANHAR


Joshua diz: Além de ser o pai
 de Zooey, Caleb Deschanel é o génio que fotografou O Cavalo Preto, Um Homem Fora de Série e Os Eleitos. E merece um prémio por Nunca Deixes de Olhar.

Eurico diz: O polaco Lukasz, tem um trabalho de mestre em Cold War – Guerra Fria, de Pawel Pawlikowski, e também a preto e branco, mas esta estatueta deve mesmo estar reservada para o mexicano.

Montagem

QUEM VAI GANHAR


Eles dizem: O trabalho muito suado do experiente Hank Corwin em Vice deve ser suficiente para lhe garantir a estatueta – que seria a sua primeira – nesta especialidade.

QUEM DEVIA GANHAR


Joshua diz: Outro veterano, Barry Alexander Brown, pode muito bem aspirar a este Óscar pelo muito, e muito bom, que fez em BlacKkKlansman: O Infiltrado, de Spike Lee.

Publicidade
Shoplifters - Uma Família de Pequenos Ladrões
Shoplifters - Uma Família de Pequenos Ladrões
©cineworx

Filme Estrangeiro

QUEM VAI GANHAR

Eles dizem: Mais um Óscar, da dezena para que foi nomeado, que deve estar reservado por antecipação a Roma, de Alfonso Cuarón, e que também lhe ficará muito bem.

QUEM DEVIA GANHAR

Joshua diz: Num ano extraordinário para o cinema estrangeiro, muitos dos nossos favoritos não foram nomeados, caso do sul-coreano Em Chamas, do italiano Feliz como Lázaro, etc. Shoplifters, do japonês Hirokazu Kore-eda, foi o filme com mais compaixão de 2018 em qualquer língua.

Eurico diz: Shoplifters, do japonês Hirokazu Kore-eda, e Guerra Fria – Cold War, do polaco Pawel Pawlikowski, estariam ombro a ombro a competir por este Óscar.

Terence Blanchard
Terence Blanchard
©DR

Banda Sonora

QUEM VAI GANHAR


Eles dizem: Terence Blanchard (na foto) está encaminhado para triunfar aqui, graças à música muito electrificada e muito sugestiva da época em que o filme se passa, que compôs para BlacKkKlansman: O Infiltrado.

QUEM DEVIA GANHAR

Joshua diz: Os delicados arranjos de cordas de Nicolas Brittel
para Se Esta Rua Falasse são cruciais para a personalidade trémula do filme.

Eurico diz: À sexta nomeação nas categorias musicais (a primeira foi em 1994), o veterano e incansável Marc Shaiman bem podia levar o seu primeiro Óscar pelo que fez em O Regresso de Mary Poppins.

Publicidade
Assim Nasce uma Estrela
Assim Nasce uma Estrela
©2018 Warner Bros

Canção

QUEM VAI GANHAR:

Eles dizem: Se não está a escrever “Shallow “ de Assim Nasce uma Estrela no seu boletim de voto, está a falhar nesta categoria. É a aposta mais segura de todas.

QUEM DEVIA GANHAR

Eles dizem: “Shallow” impressionou-nos profundamente, mas “The Place Where Lost Things Go”, de O Regresso de Mary Poppins, soa a novo clássico.

Óscares 2019

Bohemian Rhapsody
©2018 Twentieth Century Fox Film Corporation

Conheça os nomeados a Melhor Filme

Filmes

Para já, A Favorita, de Yorgos Lanthimos, e Roma, de Alfonso Cuarón, cada um com dez nomeações, são os filmes na linha da frente, com Assim Nasce Uma Estrela, de Bradley Cooper, e Vice, de Adam McKay, na sua pegada, ambos com oito nomeações. Logo atrás está a única verdadeira surpresa, Black Panther, realizado por Ryan Coogler, nomeado em sete categorias. Mas isto nunca se sabe para que lado se vira o júri… Conheça os nomeados a Melhor Filme.  

Roma
©Netflix

O melhor filme estrangeiro

Filmes

O Melhor Filme Estrangeiro é o parente pobre na cerimónia de entrega de Óscares. Ainda assim, poucos são os países que não apresentam candidatos, e ainda menos os cineastas que não gostariam de uma estatueta na mão. Há um, no entanto, que se tem destacado: Roma, de Alfonso Cuarón. 

Publicidade
Vice
©DR

Estes são os nomeados para melhor actor

Filmes

É uma lista de pesos pesados, embora com duas estreias para Rami Malek e Willem Dafoe, já nomeado no passado na categoria secundária da representação, mas nunca na principal. Juntamente com Malek (Bohemian Rhapsody) e Dafoe (À Porta da Eternidade), estão na corrida Christian Bale, por Vice, Bradley Cooper, por Assim Nasce Uma Estrela e Viggo Mortensen, por Green Book – Um Guia para a Vida. 

A Mulher
©DR

Estas são as nomeadas para melhor actriz

Filmes

Uma cantora, uma desconhecida, uma veterana, uma cara da comédia agora num papel dramático e uma actriz que depois de anos no meio conseguiu finalmente o seu grande protagonismo. São assim, em traços gerais, as nomeadas na categoria de melhor actriz para a edição dos Óscares deste ano. Olivia Colman, Lady Gaga, Melissa McCarthy, Glenn Close e Yalitza Aparício são as escolhidas da Academia.

Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade