Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right ‘Iskander’: crime e terror na Guiana Francesa
Televisão, Séries, Crime, Drama, Thriller, Iskander (2018)
©DR Iskander de Aurélien Molas

‘Iskander’: crime e terror na Guiana Francesa

Em exibição na RTP1 e na RTP Play, ‘Iskander’ é uma competente série policial francesa.

Por Eurico de Barros
Publicidade

★★★☆☆

É uma convenção da ficção literária, televisiva e cinematográfica policial que, quando um polícia de uma grande cidade faz algo que desagrada aos seus superiores, é desterrado como castigo para um lugarejo na província. No caso da impulsiva agente Chloé Bresson (Stéphane Caillard), em Iskander (RTP1. Sex 00.45; RTP Play), a coisa ainda é pior, pois de Paris vai parar à Guiana Francesa, na costa atlântica da América do Sul, sendo-lhe dado como parceiro Joseph Dialo (Adama Niane), que conhece bem a cultura, as tradições e as pessoas do território. E Chloé mal tem tempo para se ambientar, porque ficam logo ambos com um caso complicado: o do macabro assassínio de um casal branco de uma ONG no seu catamaran, e do desaparecimento do seu filho de nove anos.

Iskander parte de uma situação-tipo deste género – o agente colocado num meio que lhe é completamente estranho e em que não se consegue integrar logo de início – para desenvolver, com segurança, habilidade e comando do suspense, uma intriga que junta o policial realista e uma forte dimensão de terror sobrenatural ligada às crenças, superstições e ao misticismo específicos da região. Mais uma série que mostra que podemos sempre contar com os franceses para fazer boa televisão nos formatos clássicos.

Mais que ver

Publicidade
Publicidade
Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade