Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Perry quem?
Televisão, Séries, Perry Mason (2020)
©DR Perry Mason de Ron Fitzgerald e Rolin Jones

Perry quem?

O Perry Mason da série homónima da HBO é uma descarada, grosseira e lamentável deturpação do original

Por Eurico de Barros
Publicidade

★☆☆☆☆

O Perry Mason criado por Erle Stanley Gardner, uma das maiores e mais carismáticas personagens da história da literatura policial, é um cavalheiro e um advogado de defesa interessado em investigação criminal que combateu na II Guerra Mundial, e foi interpretado de forma impecável e inesquecível por Raymond Burr na célebre série de televisão com o seu nome dos anos 50 e 60, vista então na RTP. O Perry Mason “reinventado” na série homónima da HBO e interpretado por Matthew Rhys é um advogado sem casos que, para sobreviver, tem que trabalhar como detective particular, e é manhoso, mal-ajambrado, desbocado e sem pinga de ética profissional, rouba as gravatas aos mortos na morgue e combateu na I Guerra Mundial (tendo em conta que a acção deste novo Perry Mason decorre nos anos 30, durante a Grande Depressão, a personagem teria que ser muito mais velha que Rhys). Ou seja, este Perry Mason é uma descarada, grosseira e lamentável deturpação da criação original de Gardner, concebido para ser vendido a uma nova geração e um novo público que nunca ouviu falar nele e tanto se lhe faz como se lhe fez como é caracterizado. O que virá a seguir? Um Nero Wolfe de Rex Stout amante dos espaços livres e de caminhadas a pé, com alergia a flores e apreciador de junk food?

Mais que ver

Publicidade
Publicidade
Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade