Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right 'Ramy': Sexo, Erva e Alá
Televisão, Séries, Comédia, Ramy, HBO
©Hulu Ramy Youssef em Ramy

'Ramy': Sexo, Erva e Alá

A série cómica 'Ramy' valeu ao autor e protagonista Ramy Youssef um Globo de Ouro de Melhor Actor na categoria de Comédia.

Por Eurico de Barros
Publicidade

★★☆☆

Criada (com mais dois autores) e interpretada pelo cómico de stand-up, actor e argumentista americano de origem egípcia Ramy Youssef, a série de comédia Ramy (HBO) é a primeira a ter como protagonista um muçulmano e valeu-lhe um Globo de Ouro de Melhor Actor na categoria de Comédia. Muito autobiográfica, Ramy explora as desventuras familiares, profissionais e, mais insistentemente, amorosas e sexuais do seu herói em Nova Jérsia e arredores. Ramy vive todas as contradições da sua dupla herança, a de americano de segunda geração, filho de emigrantes egípcios tradicionalistas, e de millennial muçulmano que trabalha numa startup, fuma erva e engata miúdas, mas vai à mesquita, não bebe álcool, evita drogas duras e é conservador em matéria sexual.

Tirando meia dúzia de particularidades relacionadas com a cultura, o ambiente familiar e a fé, as andanças de Ramy não são assim tão diferentes das de qualquer outro rapaz da sua geração. O que dá mais picante cómico à série são personagens como Naseem, o tio joalheiro e politicamente incorrectíssimo, que debita estereótipos ofensivos em rajada e em todas direcções; e Steve, o amigo deficiente de Ramy, tão desbocado como agressivo para quem quer que se mexa ou fale junto dele. Só por eles, Ramy merece uma espreitadela.

Mais que ver

Publicidade
Publicidade
Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade