Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right 'Space Force' nunca entra em órbita
Televisão, Série,  Space Force, Steve Carell, Netflix
©Aaron Epstein/Netflix Steve Carell em Space Force

'Space Force' nunca entra em órbita

'Space Force', foi criada e escrita por Steve Carell e Greg Daniels, e tem um elenco de luxo, mas esperava-se mais propulsão cómica

Por Eurico de Barros
Publicidade

★★★☆☆

Imaginem que a NASA mobilizava os seus melhores cientistas, técnicos e astronautas e investia uma fortuna na construção de um foguete high tech para exploração espacial. E que o foguete era lançado com sucesso, mas tinha dificuldade em seguir viagem com a facilidade e a presteza previstas, por apresentar vários problemas nos seus sistemas.

Space Force (Netflix) é como este foguete. Foi criada e escrita por Steve Carell e Greg Daniels (Os Simpsons, The Office), tem o mesmo Carell à frente do elenco, onde também aparecem John Malkovich, Lisa Kudrow ou Fred Willard, e a Netflix não se poupou a despesas.

Em Space Force, Carell interpreta um general encarregue de encabeçar o novo ramo das Forças Armadas do título, cujo objectivo é dar aos EUA a liderança da militarização do espaço. Nem farsa delirante, nem sátira política decapante, Space Force estaciona num meio termo de comédia desaparafusada, com momentos muito bem achados (o chimpanzé enviado para reparar a nave “desmontada” pelos chineses). Steve Carell parece pouco à vontade na pele do general Naird, Malkovich rouba-lhe protagonismo com a secura sardónica da sua personagem e Kudrow é posta na cadeia logo no segundo episódio, e desperdiçada. Tudo considerado, esperava-se mais propulsão cómica.

Mais que ver

Publicidade
Publicidade
Recomendado

    Também poderá gostar

      Publicidade