A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Televisão, Séries, Drama, The Gilded Age (2022)
©DRThe Gilded Age de Julian Fellowes

‘The Gilded Age’: patrões e criados

‘The Gilded Age’ é a nova série de Julian Fellowes, o criador de ‘Downton Abbey’.

Escrito por
Eurico de Barros
Publicidade

★★★☆☆

Nos EUA, chamou-se “The Gilded Age” às três últimas décadas do século XIX, após o fim da Guerra Civil, que foram de um rápido crescimento económico, a par com uma crescente industrialização e modernização, a expansão galopante dos caminhos de ferro, uma melhoria dos rendimentos médios e das condições de vida de parte da população, em especial a urbana, e o aparecimento de várias grandes fortunas. A série The Gilded Age (HBO Max) é passada nesta época, em Nova Iorque, e nela, Julian Fellowes faz o que já fez em filmes como Gosford Park, de Robert Altman, de que foi o argumentista ou, na televisão, em Downton Abbey e Belgravia. Conta uma história bem incrustada no tempo a que pertence, com verismo e bastante pormenor, e que combina as vidas dos membros de uma família abastada e as dos criados que os servem.

Em The Gilded Age, o enredo está melhorado por via de um confronto entre uma família com pergaminhos e do chamado “dinheiro velho”, os Van Rhijn-Brook, e outra de novos-ricos, que fez fortuna com os caminhos de ferro, os Russell, e que quer ser aceite na boa sociedade, nem que seja a golpes de notas de 100 dólares. Fellowes sabe o que faz, se bem que tendam a ser variações sobre um mesmo tema, como um compositor limitado mas habilidoso quanto baste.

Mais que ver

Publicidade
Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade