A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Televisão, Séries, Drama, A Very British Scandal (2021)
©DRA Very British Scandal

Um escândalo na nobreza britânica

Claire Foy e Paul Bettany são magníficos nesta segunda temporada de ‘A Very British Scandal’, para ver na HBO.

Escrito por
Eurico de Barros
Publicidade

★★★★☆

Depois da minissérie sobre o escândalo com o político bissexual Jeremy Thorpe, que tentou mandar matar o amante em 1975, eis agora Argyll Contra Argyll (HBO), de Sarah Phelps, o segundo segmento de A Very British Scandal. É o caso que envolveu, em 1963, o duque e a duquesa de Argyll (Claire Foy e Paul Bettany), que se separaram dos respectivos consortes após se apaixonarem e depois protagonizaram um divórcio litigioso que fez as delícias dos tablóides por causa dos detalhes sórdidos. Nomeadamente, uma fotografia da duquesa a fazer sexo oral a um homem não identificado.

Tanto ela, nascida Margaret Whigham, filha mimada e promíscua de um milionário, como ele, o alcoólico e oportunista capitão Ian Campbell, herdeiro do ducado de Argyll, eram egocêntricos crónicos, e Phelps não cai na facilidade de transformar a duquesa – que tinha uma personalidade forte e nunca se fez de vítima, e pensava única e exclusivamente nos seus interesses –, num ícone protofeminista ou numa mártir da “sociedade paternalista”. Foy e Bettany são magníficos neste casal privilegiado e desassossegado, que passou a combater-se com a mesma intensidade com que se amou no início, e Phelps mostra a hipocrisia cúmplice e camuflada que se vivia então no estanque meio da aristocracia inglesa.

Mais que ver

Publicidade
Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade