A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Televisão, Série, Comédia, Drama, The White Lotus
©DRConnie Britton em The White Lotus

White Lotus, um falso paraíso

‘The White Lotus’ parece ser morada VIP, mas é um “duas estrelas” a armar ao pingarelho.

Escrito por
Eurico de Barros
Publicidade

★★☆☆☆

A nova série de Mike White (Escola de Rock, Uma Vida Nova), The White Lotus (HBO), parece O Barco do Amor virado às avessas e passado num resort de luxo do Havai (o White Lotus do título) em vez de num paquete. Nele, os funcionários, em especial o gerente de sorriso postiço e a frustrada directora do spa têm de sofrer com um grupo de hóspedes quase todos tão ricos como insuportáveis. Uma milionária de lifestyle, o marido bronco, a filha e uma amiga, más como as cobras, e o filho mais novo, que só pensa no seu iPhone e em masturbar-se; um casal em lua-de-mel, ele rico, mimado e arrogante, ela linda e sem cheta, e já assaltada por dúvidas; e uma solteirona copofónica e insegura que traz as cinzas da mãe para espalhar no Pacífico.

Os “ricos horríveis” são alvos velhos e gastos, e White não consegue elevar as personagens acima de caricaturas prontas-a-execrar e fáceis de zurzir, com excepção da jornalista e da solteirona, mesmo assim apenas esboçadas. O tom vagueia entre comédia negra, drama crispado e crítica social vitriólica, mas é quase tudo bastante denunciado, há muita palha de pontuação visual (ver os planos aquáticos) e a meio já deitamos cânticos tradicionais havaianos pela boca. The White Lotus parece ser morada VIP, mas é um “duas estrelas” a armar ao pingarelho.

Mais que ver

Publicidade
Publicidade
Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade