Gaydar 2018 - o melhor da agenda LGBT para o novo ano

Da nova discoteca gay do Príncipe Real à websérie LGBT da RTP, passando pelo filme mais elogiado de 2017 – que chega com o devido atraso, como é óbvio –, mostramos-lhe o que não pode perder no ano que acabou de começar.

#CasadoCais

O ano novo ainda agora arrancou e já conta com sete eventos que prometem marcar a vida LGBT de Lisboa em 2018. Séries, filmes, festas e até uma nova discoteca: descubra agora o que vai dar mais cor à cidade.  

Gaydar 2018 - o melhor da agenda LGBT para o novo ano

#CasadoCais

#CasadoCais

“Para quem é jovem, parvo e feliz na sua incoerência.” A websérie #CasadoCais estreia a 15 de Janeiro no YouTube e na RTP Play e o trailer já está por aí a abrir o apetite nas redes sociais. O elenco, que também escreve os episódios, é composto por alguns youtubers conhecidos, como Peperan (Ana Correia), Kikoishot (Francisco Soares) e Djubsu (Soraia Correga), e conta ainda com André Mariño e Helena Amaral. Cinco amigos, uma casa caótica, festas, sexo, drogas, álcool e temática LGBT. Ingredientes perfeitos para começar o ano em grande e para a RTP estar a ser bombardeada com comentários homofóbicos.

Posh Lisbon

Lisboa vai ganhar uma nova discoteca gay e a inauguração será já em Fevereiro. O projecto resulta de uma colaboração entre Stéfan Matarazzo, produtor da festa Together, e o responsável pela discoteca Posh Beirut, no Líbano. Por enquanto podemos adiantar que fica no Príncipe Real e que vai funcionar todos os fins-de-semana com várias atracções. Shows drag, música electrónica, estrelas nacionais e internacionais e “festas famosas não só na Europa como nas Américas”, escreve Stéfan. Estamos curiosos.

Publicidade
Variações

Variações

Na próxima semana, a 11 de Janeiro, é apresentada oficialmente no Fórum Lisboa a Variações – Associação de Comércio e Turismo LGBTI em Portugal. A associação, a primeira dedicada ao turismo LGBT, reúne um grupo “de mais de duas dezenas de empresas, de norte a sul do país, unidas para promover, interna e externamente, Portugal como um polo comercial e destino turístico LGBTI de referência”, explicam num comunicado. O presidente é Carlos Sanches Ruivo, também dono da guesthouse gay The Late Birds (na foto), no Bairro Alto. Contas feitas, “no mercado nacional existem pelo menos um milhão de consumidores LGBTI”, afirmam. “Se somarmos o sector do turismo LGBTI, há mais dois milhões de pessoas LGBTI a visitarem-nos anualmente.”

Matinés de domingo no Rive-Rouge

O ano passado, o Rive-Rouge trouxe-nos uma surpresa do Porto: a festa Groove Ball, inspirada nos ballrooms nova-iorquinos da década de 90. Em 2018, a discoteca continua a apostar em festas LGBT e em fazer-nos dançar cedo e aos domingos. Há que apontar na agenda: para 21 de Janeiro, entre as 17.00 e a 01.00, já está marcada uma matiné Groove Ball com Lessa, DJ Saliva, Jay Jay Revlon e Simone. A 11 de Fevereiro reencontramo-nos para um chá dançante com a festa Sha La La, com Retro Tropical e Bill Onair.

Ler mais
Cais do Sodré
Publicidade
Chama-me pelo teu nome

Chama-me pelo teu nome

É um dos filmes mais elogiados de 2017 e está nomeado para o Globo de Ouro de Melhor Filme – é provável que também seja nomeado para o Óscar, mas isso só vamos saber a 23 de Janeiro. Realizado pelo siciliano Luca Guadagnino (Eu Sou o Amor) teve a sua antestreia em Portugal no Lisbon & Sintra Film Festival, onde ganhou o Prémio do Público. Às salas de cinema chega a 18 de Janeiro e promete dar que falar. A história é a da relação entre um jovem de 17 anos e um aluno do seu pai que vai passar férias na mesma casa de Verão em Itália.

+ Globos de Ouro 2018: e os nomeados são...

 

Kiki Party

Do Porto continuam a chegar bons ventos e boas festas. A 20 de Janeiro, e depois de nove edições a Norte, a KiKi Party ruma a Lisboa para festejar a sua 10.ª edição. O lugar escolhido para a estreia na capital é o Titanic Sur Mer e os DJs são Jordann e Tiago Martins. Stefani Duvet (do Finalmente), Sylvia Koonz (Miss Drag Lisboa 2017) e Miss Moço animam a plateia. A entrada são 5 euros.

Ler mais
Cais do Sodré
Publicidade
Pabloo Vittar em Lisboa?

Pabloo Vittar em Lisboa?

Por enquanto é só um rumor, mas é bem possível que Pabblo Vittar, a drag queen brasileira considerada pela Folha de São Paulo artista de 2017 no Brasil, venha dar um ar da sua graça a Lisboa no próximo Verão. Por cá a febre drag continua a bater e este ano está prometida mais uma edição do concurso Miss Drag Lisboa, onde Vittar certamente continuará a servir de inspiração para as concorrentes. É esperar pelas próximas notícias.

Lisboa arco-íris

Os melhores bares gay de Lisboa

Os primeiros bares gays em Lisboa começaram a espreitar pela fresta do armário nos anos 60. Hoje, os dedos de duas mãos não chegam para os contar. Este é só um sinal de que a cidade está cada vez mais arejada e pronta para acolher toda a gente. Para que as suas noites sejam sempre arco-íris e nunca cinzentas, preparámos-lhe uma lista com os melhores bares gay.

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa

Os melhores filmes gay

Pedro Almodóvar, Gus van Sant, Wong Kar-wai, Kimberly Peirce e Ang Lee: a história dos melhores filmes gay é feita de alguns dos grandes nomes do cinema. Descubra os melhores entre os melhores do género queer na Sétima Arte e repare como um mundo nos separa hoje do que era o cinema homossexual nos anos 90 do século passado.

Ler mais
Por Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Comentários

0 comments