Os melhores sítios para ficar em São Miguel

O dia de um aventureiro pode ser difícil mas sabemos onde pode descansar as pernas. Conheça os melhores sítios para ficar em São Miguel.
Santa Barbara Resort
©DR
Por Luís Leal Miranda |
Publicidade

Escolhemos seis sítios em São Miguel onde vai querer ficar. Hostels, resorts ou casas de campo de onde não vai querer sair depois de atinar com a temperatura do chuveiro.

Os melhores sítios para ficar em São Miguel

The Nook Hostel
©DR
Hotéis, Albergues

The Nook Hostel

O The Nook é um hostel moderno, funcional e bem decorado – queríamos usar a palavra “mimoso”, mas parámos a tempo. Fica no edifício mais azul do centro histórico de Ponta Delgada, tem quartos duplos com WC partilhado ou as mais económicas camaratas onde pode escutar o ressonar de pessoas dos quatro cantos do mundo. Inclui ainda as essenciais áreas comuns – cozinha e sala – para a conversa do costume: “De onde és? Em que parte da ilha estiveste”? Uma cama em quarto partilhado fica a 18€/noite e um quarto duplo custa 45€.

Pico do Refúgio
©DR
Hotéis, Hotéis de charme

Pico do Refúgio

Esta quinta na costa norte de São Miguel já foi muitas coisas: um forte de milícias, uma quinta de laranjais e uma fábrica de chá. Mas é o seu passado como casa da escultora Luísa Constantina que está mais presente. Nestas casas de campo há residências artísticas e por lá já passou, por exemplo, o músico Thurston Moore, dos Sonic Youth. A quinta é um dos ex-líbris do turismo açoriano e oferece alojamento em duas tipologias: apartamentos ou lofts. O apartamento (2 pessoas) fica a 118€ por noite com pequeno-almoço; e o loft (2 pessoas), a 128€.

Publicidade
Villa Várzea
©DR
Hotéis, Hotéis de charme

Villa Várzea

Esta casa de campo fica na costa oeste da ilha de São Miguel, junto às termas da Ferraria e a meio caminho da Lagoa das Sete Cidades, numa aldeia pacata e longe do circuito turístico mais convencional. Sossego é o que não vai faltar nesta mansão rodeada de palmeiras que parece saída de um filme de época. Tem quatro quartos e aloja no máximo oito pessoas. A cozinha e o salão são áreas partilhadas. Preços sob consulta.

casa dos barcos
©DR
Hotéis, Hotéis de charme

Casa dos Barcos

Há muitos sítios belos e misteriosos perto da Lagoa das Furnas mas a costa oeste é uma das mais intrigantes. Está lá a Ermida da Senhora das Virtudes, a Mata José do Canto e esta Casa dos Barcos, um edifício de arquitectura nórdica do século XIX, antigo pavilhão dos barcos da família do aristocrata José do Canto. Os preços vão dos 300€ por noite (6 pessoas) aos 120€, dependendo da altura do ano.

Publicidade
casa grande
©DR
Hotéis, Apartamentos para alugar

Casa Grande

Ficar na casa mais bonita das Sete Cidades, junto a uma das lagoas mais bonitas dos Açores não tem preço. Ou tem? A Casa Grande, construída em 1853, tem cinco quartos, quatro casas de banho e acolhe até 10 hóspedes. Um palácio que pode ser seu por 300€ por noite, com uma particularidade: a casa só é alugada por um mínimo de sete noites. Junte a família e amigos e seja rei por uma semana. Procure “Casa Grande” no Airbnb. 

Santa Barbara Resort
©DR
Hotéis, Hotéis de luxo

Santa Barbara Resort

Está à beira da maior praia de areia da ilha e ainda tem uma piscina virada para o mar com espreguiçadeiras submersas (leu bem!). O Santa Bárbara Eco-Beach Resort é um dos mais recentes e luxuosos hotéis dos Açores (quatro estrelas) com 14 villas: sete T1 e sete T2. O preço por noite varia consoante a tipologia e a altura do ano, mas vai dos 280€ (T1) aos 370€ para a villa deluxe.

Mais escapadinhas na calha

Noélia & Jerónimo
Fotografia: Ana Luzia
Restaurantes

Escapadinhas gastronómicas que valem a viagem

Lisboa importou restaurantes de todo o país, sobretudo (mas não só) do Alentejo e de Trás-os-Montes. Nada se compara, contudo, à experiência de ir comer à terra de origem. O caminho pode ser demorado, mas estas escapadinhas gastronómicas valem muito a pena. Passámos o país a garfo fino para lhe dizer quais são as 15 mesas que justificam cada quilómetro.

Quinta do alcube
Fotografia: Arlindo Camacho
Coisas para fazer

Os melhores enoturismos para uma escapadinha de Lisboa

E porque nem só da vinha e do vinho vive um homem, alargue horizontes com um passeio de balão ao pôr-do-sol, uma caminhada, ou um mergulho numa piscina salgada. Estes são os melhores enoturismos para uma escapadinha de Lisboa. 

Publicidade
Praia da Comporta
Fotografia: Ana Luzia
Coisas para fazer, Caminhadas e passeios

Praias, restaurantes, lojas e hotéis: o melhor da Comporta

O The New York Times fez uma lista de destinos obrigatórios em 2017, onde incluiu a Comporta. Nada que nós não soubéssemos: a escapadinha a menos de uma hora de Lisboa está entre as nossas preferidas graças às praias de sonho – mas não só. Se visitar a Comporta, já sabe: tem de pisar estes areais, comer nestes restaurantes, comprar nestas lojas e dormir nestes hotéis. 

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com