A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Ilustração desportistas
Ilustração: José Carlos Fernandes

Sete actividades para miúdos desportistas em Lisboa

Fomos à procura dos melhores programas na cidade para cricanças com genica.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

Miúdos que não param sossegados um segundo. Eles saltam, eles rebolam, eles correm, gritam e até dançam se lhes derem espaço para isso. Se tem um desses em casa, vai gostar de saber que há vida além do futebol e que lhes pode gastar toda a energia em excesso, para que libertem tudo isso em actividades desportivas. Ora no skate, ora na escalada ou a saltar que nem loucos em trampolins. Tem sempre a vantagem de que a atividade desportiva é essencial para a saúde e bem-estar de qualquer um, até das crianças. É certo que, no fim, vão dormir que nem pedras. 

Recomendado: Os melhores museus para crianças em Lisboa

Actividades para miúdos desportistas em Lisboa

  • Coisas para fazer
  • Cascais

São mais de 80 trampolins e nove actividades abertas para todas as idades, no UPUP em Rio de Mouro, Sintra. Se pensa que se tratam de meros trampolins, engana-se. Há um espaço para praticar basquetebol e futebol e ainda um recinto dedicado ao dodgeball (o antigo jogo do mata). Há também uma zona de insufláveis e outra chamada de "Saco no Ar", que conta com quatro pistas de aceleração, com um metro e meio de profundidade, permitindo o aperfeiçoamento da técnica do trampolim. Com uma lotação para 90 pessoas, o espaço oferece ainda aulas de fitness e de iniciação aos trampolins. Os miúdos, que são habitualmente quem mais gosta destas coisas, têm também a oportunidade de ter uma festa de aniversário bem mais especial. Os preços rondam entre os 12€ (preço para uma sessão de 60 minutos), os 39,50€ para famílias de dois adultos e duas crianças e 50€, preço para cinco sessões individuais de 60 minutos.

Ser o fixe do skate
©Manuel Manso

Ser o fixe do skate

Nunca é tarde para se tornar um Tony Hawk, mas mais vale começar cedo. Na Roller Skate, as crianças entre os três e os cincos anos já se podem pôr em cima de um skate e aprender umas manobras básicas em aulas individuais. A partir dos cinco, com mais alguma agilidade, estão prontos para virarem os mais cool da escola. Só precisam de vontade e, claro, de um skate e material de protecção – joelheiras, capacete e cotoveleiras. As aulas são ao fim-de-semana ou sob marcação, podem ser dadas em grupo a partir dos seis anos e acontecem em diferentes skateparks da cidade: na Bela Vista, em Campolide, em Monsanto e no Parque das Nações. Este último é especialmente destinado à fase de iniciação. As inscrições podem ser feitas por telefone (211 929 076) ou e-mail (skate@rollerskate.pt). Os professores não prometem que os miúdos saiam de lá a fazer airwalks em rampas ou halfpipes, mas garantem um bom equilíbrio em cima do skate. Ou tábua, se quiser parecer mesmo fixe ao pé dos mais novos.

Publicidade
  • Coisas para fazer
  • Campo Grande/Entrecampos/Alvalade

Antes que pergunte: não, não é aquele desporto com prancha e remos, praticado na água. Esse chama-se paddle. Falamos de padel, prática desportiva que inclui bolas e uma raquete, mas não é ténis nem squash. Enquanto os pais aproveitam a esplanada no Jardim do Campo Grande, os miúdos batem bolas. Além de gastarem energia, aprendem o que é o espírito de equipa e, claro, convivem à grande. A padel kids class paga-se mensalmente (27€) e inclui uma aula por semana, para miúdos dos 7 aos 12 anos.

  • Coisas para fazer
  • Estrela/Lapa/Santos

O breakdance é o remédio ideal para miúdos com bicho carpinteiro, daqueles que fazem o pino por tudo e por nada e que passam os dias a cantar Beyoncé. Só precisam de um fato de treino largo e uns ténis da moda. E, claro, boa disposição e energia. A dança mistura hip-hop com acrobacias, num festival de saltos, rodopios no chão e até batalhas de dança. Promove o espírito de equipa e entreajuda e acaba com qualquer criança – no bom sentido. Depois de uma aula desta modalidade, que nasceu nas ruas de Nova Iorque nos anos 70, os miúdos vão finalmente sossegar. A Jazzy tem turmas para crianças dos 7 aos 9 anos e dos 10 aos 12 anos. A primeira aula, para experimentar, é grátis. As aulas avulso custam 20€ e a mensalidade (uma aula por semana) é de 30€.

Publicidade
Estender-se no tapete de yoga
  • Miúdos
  • Crianças

O projecto Kids Go Zen – Yoga para Crianças Felizes ajuda os miúdos a potenciar o desenvolvimento integral através dos benefícios do yoga. Joana Santos é a criadora do projecto e a instrutora que leva o yoga a vários locais da cidade como é o caso da Escola de Formação Ana Durão (todas as quartas, das 18.30 às 19.30, crianças dos 4 aos 12 anos) e ao Yoga Lab Lisboa (segundas e sábados, várias idades e horários). O projecto estende-se por vários modelos: workshops, festas de aniversário (50€/ hora), aulas em estúdios de yoga (a partir de 25€/mês) e ao domicílio (50€/sessão). Ah pois: se não conseguir ir ao Kids Go Zen, o Kids Go Zen vai até si. Joana dá aulas em casa e adapta-as à idade da criança. 

Ser o rei dos desportos
  • Coisas para fazer
  • Lisboa

No Ginásio Clube Português a única coisa que vai faltar é tempo para que os miúdos possam praticar todas as actividades que quiserem. Da ginástica rítmica à capoeira, passando pelo judo, esgrima, dança contemporânea ou hip hop. Também há baby gym, a partir do primeiro ano de vida e até aos três, e recomenda-se a presença dos pais: há aulas às terças, quintas e sábados. Para festas de aniversário ao fim-de-semana, tanto pode optar por actividades desportivas na sede como jogos aquáticos na piscina.

Publicidade
  • Desporto
  • Alpinismo
  • Marvila

Com o primeiro rocódromo de Lisboa nunca foi tão fácil subir paredes. Este espaço dedicado à prática de escalada indoor e tem uma área escalável de 300 m2, conta com um café e uma esplanada com vista para o rio, um ginásio e uma loja com tudo o que é preciso para escalar com segurança. Os cursos de escalada são remédio infalível para casos de acrofobia aguda e o melhor programa para os miúdos desportistas que adoram desafiar limites e passam a vida a tentar subir às árvores, com a vantagem de estarem num ambiente controlado e seguro. Para além dos encontros e competições de escalada, o Vertigo tem ainda uma agenda cultural rica em exposições de fotografia, exibições de filmes, espectáculos e festas temáticas.

Mais para crianças

Publicidade
  • Compras

Não se faça de difícil: visitar lojas de crianças não é um pesadelo assim tão horrível – a maioria dos pais até gosta. Afinal, qual é o coração empedernido que resiste a um vestido cheio de laços e folhos, ao triciclo de madeira ou àquele papel de parede com estrelinhas a fazer pendant com as cortinas? A Time Out foi à procura das melhores lojas para crianças em Lisboa. Chegou a casa com a conta depenada e o coração cheio.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade