Lisboa icon-chevron-right Actividades com crianças: as melhores atracções para os dias frios

Actividades com crianças: as melhores atracções para os dias frios

O frio não tem de ser um impedimento, temos muitas sugestões de actividades para crianças em espaços fechados.
Oceanário de Lisboa
@Abílio Leitão
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

Ao parque, com este frio, nem pensar. Mas podemos ir andar de bicicleta? Não, que o chão está todo molhado e também não os pode largar na rua, por causa das constipações. Afinal de contas, este tempo não dá para grande coisa. Ou dá? Se entreter os miúdos é um desafio nos meses quentes, no Inverno então pode ser um pesadelo. Mas só para quem não se quiser inspirar na nossa lista de atracções indoor em Lisboa, com actividades para crianças em espaços fechados e quentinhos. Desde o Oceanário até à Cinemateca Júnior, há escolha para todos os gostos – e é muito provável que os pais gostem dos programas tanto quanto os filhos.

Recomendado: Os melhores restaurantes para ir com os miúdos

Dormindo com os tubarões no Oceanário de Lisboa
©Pedro A. Pina
Atracções

Oceanário de Lisboa

icon-location-pin Parque das Nações

Obrigatório para todas as idades, o Oceanário é especialmente irresistível para os mais novos, com aqueles janelões gigantes para o aquário (com cinco milhões de litros de água salgada), peixes iguais aos d'A Pequena Sereia ou do Nemo e actividades para crianças como o programa Dormir com os Tubarões. Calma pais galinha: eles não dormem literalmente com os predadores, mas podem passar uma noite acampados à frente do tanque que mais parece um oceano. E a exposição permanente tem uma novidade: agora há sardinhas da costa portuguesa, para dar a conhecer esta espécie e sensibilizar para a importância das escolhas conscientes no que respeita ao consumo de pescado.

Até aos 3 anos, as crianças não pagam. Se têm entre 4 e 12 anos, os bilhetes custam entre 9€ e 11€ 

Museu do dinheiro
Fotografia: Arlindo Camacho
Museus

Museu do Dinheiro

icon-location-pin Baixa Pombalina

O museu dedica-se ao dinheiro, mas não lhe pede nem um cêntimo para entrar. Inaugurado em 2016, com uma forte aposta na interactividade, convida a percorrer a história do dinheiro e a sua relação com a sociedade, mas também a aceder ao Núcleo de Interpretação da Muralha D. Dinis, contruída no século XIII. Pode também cunhar uma moeda à sua imagem e tocar numa barra de ouro de 12kg. Não faltam actividades para os miúdos se entreterem, incluindo oficinas para pais e filhos, e aos fins-de-semana há vários programas especiais. É a oportunidade perfeita para ensinar aos miúdos a importância de poupar.

Publicidade
Museu das Comunicações
DR
Museus, Ciência e tecnologia

Fundação Portuguesa das Comunicações | Museu das Comunicações

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Os telefones de antigamente e uma casa do futuro: há melhor forma de dar largas à imaginação? Todos os sábados há oficinas que prometem entreter miúdos e graúdos, como a Oficina de Televisão ou um Peddy Paper pelo Bairro de São Paulo, para uma tarde diferente. Também é possível organizar festas de aniversário no museu, para crianças com idades entre os três e os 14 anos.

Kidzania-maternidade
©Patrício Miguel/Kidzania
Miúdos

Kidzania

icon-location-pin Grande Lisboa

"O que queres ser quando fores grande?" Se o miúdo nunca sabe o que responder, leve-o a este parque temático, onde ele poderá brincar aos crescidos. Há mais de 60 profissões por onde escolher numa cidade em ponto pequeno, mas com tudo a que eles têm direito: aeroporto, fábricas, teatro, lojas, esquadra da polícia, bombeiros e até estádio de futebol. Aos domingos, é dia de família para que os pais possam brincar com os seus filhos.

Miúdos de 3 e 4 anos pagam 14€, dos 5 aos 15 o preço sobe para 19,50€

Publicidade
Cinemateca junior, actividades
Fotografia: Arlindo Camacho
Miúdos, Eventos cinematográficos

Cinemateca Júnior

icon-location-pin Santa Maria Maior

Nada como combater o frio e a chuva com uma bela sessão de cinema. Se querem fugir das enchentes dos centros comerciais, dos baldes de pipocas e dos refrigerantes cheios de picos – e ainda querem descobrir clássicos da animação, corram para a Cinemateca. O ecrã pode não ser muito grande mas vive para os mais pequenos e, além de filmes, há ateliers e visitas guiadas ao Museu do Cinema. Já há programação para os sábados em família em Janeiro de 2019, incluindo uma sessão com a realizadora Joana Toste, que apresenta onze curtas-metragens, da filosófica Gruta de Darwin ao saboroso Guisado de Galinha, uma carta-branca cheia de cor.

1,10€ até aos 16 anos

Projector final Planetário
©Bruno Neves/Planetário
Atracções

Planetário Calouste Gulbenkian

icon-location-pin Belém

Mesmo quando não há estrelas no céu, porque estão escondidas atrás das nuvens, há estrelas no Planetário. Na cúpula de 23 metros é possível ver constelações, luas, planetas, nebulosas, galáxias e outras coisas do infinito. E há mais actividades para crianças em Belém, caso queiram passar um dia em família muito cultural: o vizinho Museu Berardo, por exemplo, organiza muitos workshops e oficinas para artistas em potência.

Grátis para crianças até aos 3 anos; entre os 4 e 12 anos o bilhete custa 2,50€

Publicidade
Museu Nacional da História Natural e da Ciência
©Museu Nacional da História Natural e da Ciência
Museus, História natural

Museu Nacional de História Natural e da Ciência

icon-location-pin Princípe Real

É uma recomendação clássica, mas conquistou o título por mérito próprio. É, habitualmente, uma aposta segura. Qual é o miúdo que não gosta de ir ao Museu Nacional de História Natural e da Ciência? Eles até podem não ir convencidos, mas saem de lá com vontade de voltar. Até há visitas dramatizadas destinadas a famílias com crianças a partir dos 6 anos. E, para além da peça de Teatro Histórias da Carochinha já em agenda, há uma nova exposição, Temperamento, dedicada ao pintor português Amadeo de Souza-Cardoso.

Ter-Sex. 10.00-17.00; Sáb-Dom. 11.00-18.00. 12,50€ Famílias (dois adultos + duas crianças) e grátis para crianças menores de 6 anos

Vertigo Climbing Center
© Diogo Garcia
Desporto, Alpinismo

Vertigo Climbing Center

icon-location-pin Marvila

Se a ideia de ficar trancado em casa com os miúdos o faz trepar paredes, então mais vale ir directo para o Vertigo Climbing Center – e levá-los a reboque, claro. O primeiro rocódromo de Lisboa dedica-se à prática de escalada indoor e tem uma área escalável de 300 m2. Se prefere manter-se à distância das alturas, ponha o arnés às crianças e instale-se no café ou na esplanada com vista para o rio. Além disso, o Vertigo também tem uma agenda cultural rica em exposições de fotografia, exibições de filmes, espectáculos e até festas temáticas.

As crianças até aos 12 anos pagam 6€ 

Publicidade
Bounce lisboa
©DR
Coisas para fazer

Bounce

icon-location-pin Grande Lisboa

"Tudo a saltar! Tudo a saltar!", é provavelmente o grito de guerra deste espaço fechado com mais de 100 trampolins. O miniBounce é uma zona reservada a crianças em idade pré-escolar, onde vale tudo – até saltos mortais. A ideia é divertirem-se, enquanto trabalham a parte física e estimulam o imaginário. Mas os miúdos mais velhos também têm muito para explorar. Se fizerem anos num mês especialmente frio, aposte numa festa indoor no Bounce, para um aniversário verdadeiramente radical.

Reservado a maiores de 3 anos. 10€ (primeira sessão), 8€ (segunda consecutiva)

Exposição Risco no Pavilhão do Conhecimento ( 2016)
©DR
Museus, Ciência e tecnologia

Pavilhão do Conhecimento

icon-location-pin Parque das Nações

Por um dia, esqueça lá o "Não se mexe aí" ou o "Ver é com os olhos e não com as mãos". O Pavilhão do Conhecimento é um dos museus preferidos das crianças por um motivo: elas podem tocar em tudo (ou quase). Junte-lhes um laboratório que se transforma em cozinha e está resolvido aquele dia de Inverno em que não sabiam o que fazer. Mas há mais: na exposição, Tcharan! Circo de Experiências, as crianças entre os 3 e os 12 anos vão poder percorrer um labirinto de espelhos ou saltitar num chão musical. Se a sua família é pet friendly, agora pode levar o cão no primeiro domingo ou participar em workshops sobre gatos no segundo domingo de cada mês.


As crianças até 2 anos não pagam; para as que têm entre 3 e 6 o bilhete custa 5€; já os adolescentes dos 7 aos 17 pagam 6€

Publicidade
Playprincess da PlayBowling de Cascais
Fotografia: Ana Luzia
Miúdos

Playprincess

icon-location-pin Cascais

Cor-de-rosa, cor-de-rosa, cor-de-rosa. Uma overdose de cor-de-rosa. Para miúdas com tiques de princesa, o Playbowling de Cascais oferece um paraíso que inclui manicure, pedicure, passagem de modelos, pinturas faciais, massagens e penteados num ambiente onde não faltam plumas, roupões, tiaras, varinhas de condão e saias de tule farfalhudas. Uma espécie de spa para miúdas de palmo e meio onde praticamente tudo é cor-de-rosa (já tínhamos dito?) - incluindo o cabelo das funcionárias.

Preço sem lanche: 20€. Com lanche: 25€

Miúdos

Museu das Crianças

icon-location-pin Sete Rios/Praça de Espanha

O Museu das Crianças é um espaço didáctico e pedagógico onde as crianças podem tocar, ouvir, brincar e explorar sem receios. As exposições, adaptadas à curiosidade das crianças e aos planos escolares, mudam de três em três anos. A nova exposição, "A minha aventura pela História de Portugal", foi inaugurada em Outubro e é interactiva. Entre as várias salas disponíveis, os miúdos vão poder assaltar um castelo medieval, enfrentar monstros marítimos, explorar vários instrumentos musicais de várias partes do mundo e até divertir-se na reconstrução de Lisboa, depois do Terramoto de 1755.

Seg-Dom 10.00-18.00. 

Outras coisas para fazer com miúdos

Chérie Paloma
©Manuel Manso
Coisas para fazer

Novidades de Inverno a não perder em Lisboa

O Inverno não tem de ser sinónimo de sofá, mantas e filmes a repetir na televisão. As temperaturas podem já não ser tão agradáveis, mas a cidade continua viva, ansiosa para que saia da rotina e vá explorar – agora com um casaco mais enchouriçado e, se é daquelas pessoas que tem sempre as mãos frias, talvez umas luvas novas possam animar o seu visual. Desde cafés a lojas verdes ou exposições de fotografia, há sempre novidades para animar os dios frios de manhã à noite. Só tem de decidir onde quer ir primeiro, sozinho ou acompanhado, em família ou com a cara-metade.  Recomendando:  Ideias para tirar os miúdos de casa (sem os constipar)  

Actividades para crianças no Museu Berado
©Museu Berardo
Miúdos

Museus para crianças em Lisboa? São mais que as mães e bem divertidos

É uma grande injustiça dizer que a palavra museu cheira a mofo. Mas se começou por arrastar os miúdos para uma exposição interminável que só interessou aos pais... é bem possível que o programa enfrente alguma resistência. Não desanime. Fomos à procura dos melhores museus para crianças em Lisboa. Para ir ao passado e ao futuro, sem sair do presente. Se preferir também lhes pode dar a conhecer os cinco museus mais estranhos de Lisboa.

Publicidade

More to explore

Publicidade