Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Lisboa tem um lado burlesco

Lisboa tem um lado burlesco

Na verdade, são dois. A Pensão Amor e o Clube Royale são paragens obrigatórias para quem procura espectáculos de burlesco

clube royale
Fotografia: Arlindo Camacho Lady Myosotis no Clube Royale
Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade

Pode não ser um roteiro extenso, mas tem as estrelas suficientes para o entreter noites a fio. De copo na mão, sentado numa poltrona ou de pé do lado de fora da montra, pode assistir aos melhores (e únicos) espectáculos de burlesco de Lisboa. Entre plumas, lantejoulas e tapa-mamilos, artistas da Pensão Amor, do Clube Royale e do Maxime têm o material todo. E não tem de se ficar pelo papel do espectador que grita ou manda uns piropos para cima do palco: pode aprender todos estes truques atrevidos em workshops.

Recomendado:  32 Coisas Incríveis Para Fazer em Lisboa

Lisboa tem um lado burlesco

maxime hotel
Fotografia: Manuel Manso
Notícias, Vida urbana

Madame Liz Bonne no Maxime

É uma novidade, mas já parece querer ficar. O jantar-espectáculo que tem animado as sextas e sábados no restaurante do novo Maxime Hotel é um caso de sucesso. Chama-se Madame Liz Bonne Dinner-Show, acontece às sextas e sábados pelas 20.30 e o sucesso tem sido tal que o espectáculo, que iria terminar a 22 de Dezembro, vai continuar em 2019: de 11 de Janeiro a 30 de Março, a madame voltará a pisar o palco decorado com um mural da artista Alexandra Prieto. Roger Mor é o mentor deste projecto, ele que também foi o autor de Alice no País dos Bordéis na Pensão Amor, mais um jantar-espectáculo, embora ligado à temática do antigo bordel que ali funcionou.

pensão amor
Fotografia: Inês Calado Rosa
Noite

Pensão Amor

icon-location-pin Cais do Sodré

A abertura da Pensão Amor, no final de 2011, foi um dos primeiros sintomas da mudança radical que ia acontecer no Cais do Sodré nos anos que se seguiram. Este bairro é hoje um dos preferidos dos lisboetas, com uma mistura entre jovens e turistas curiosos, bares para se beber à porta e outros para se demorar lá dentro. A Pensão Amor inscreve-se nestes últimos. Antes, naquele prédio, funcionavam quatro pensões que alugavam quartos à hora a prostitutas e a marinheiros que atracavam no Cais do Sodré, vindos de várias partes do mundo. Agora, há um bar de cocktails e muito mais, desde concertos de jazz a espectáculos de burlesco, passando por peças de teatro, DJ sets e lançamentos de livros. A sua decoração remete-nos para esse imaginário burlesco.

Publicidade
clube royale
Fotografia: Arlindo Camacho
Noite, Cabaret e burlesco

Clube Royale

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Uma vez por mês? Aqui, só tem de esperar até sexta-feira. Em cartaz, as grandes estrelas do burlesco lisboeta – Lady Myosotis (fundadora do Lisbon Underground Burlesque), Manu de La Roche e Veronique DiVine revezam-se para aquecer o serão. Cantam, dançam e despem, quase sempre ao som do piano. Além da boa forma física, há que dar mérito ao guarda-roupa, investimento de uma vida, quando não se quer andar sempre a repetir o modelito. Lingerie, plumas, corpetes, vestidos, saias, tapa-mamilos e, feitas as contas, a soma pode ultrapassar os mil euros num único figurino. Raras são as noites em que o espectáculo não começa na montra. Chama-se a clientela para mesa, seja para jantar ou para beber um cocktail xpto, e tira-se algum proveito do enquadramento da fachada. Se ficar com vontade de experimentar, estas estrelas partilham os truques todos. Volta e meia, o Clube Royale recebe workshops de burlesco, e olhe que têm fama de conseguir desinibir os mais acanhados.

Lisboa picante

Motel Requinte
©DR
Hotéis, Motéis

Motéis em Lisboa: vai uma rapidinha?

Camas redondas, lofts com piscina interior, garagens privadas, acessórios picantes, luzes psicadélicas e tarifas à hora – porque o amor não tem hora marcada. Eis os melhores motéis em Lisboa para uma rapidinha ou para passar longas horas dedicado ao amor. Os motéis multiplicam-se pela cidade e arredores. Em alguns consegue até entrar pela porta das traseiras, sem que ninguém o veja – isto sem trocadilhos dignos de uma música pimba.

sex
Ilustração: Rui Pita
Música

10 músicas para fazer sexo

Os tabus, por aqui, ficam à porta. Como a gravata suspensa na maçaneta, por exemplo. Mas faça o favor de deixar as canções entrar. É que não tem jeito nenhum a música não ser a ideal num momento que se quer perfeito. Do rap, ao r&b e ao rock, há opções para todos os ritmos. O melhor talvez seja criar uma playlist com todas as músicas para fazer sexo e ver o resultado. Tome nota.

Publicidade
purple rose
Fotografia: Ana Luzia
Compras

As melhores sex shops em Lisboa

As lojas de sexo não são sítios obscuros para visitar às escondidas ou com preconceitos. Para apimentar a relação com os últimos brinquedos, para escolher uma lingerie arrojada e surpreender a cara-metade no Dia dos Namorados ou simplesmente para passar um bom bocado, considere uma visita às melhores sex shops em Lisboa.

More to explore

Publicidade