Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Lisboa tem um lado burlesco

Lisboa tem um lado burlesco

Na verdade, são dois. A Pensão Amor e o Clube Royale são paragens obrigatórias para quem procura espectáculos de burlesco

Por Editores da Time Out Lisboa |
Publicidade
clube royale
Fotografia: Arlindo Camacho Lady Myosotis no Clube Royale

Pode não ser um roteiro extenso, mas tem as estrelas suficientes para o entreter noites a fio. De copo na mão, sentado numa poltrona ou de pé do lado de fora da montra, pode assistir aos melhores (e únicos) espectáculos de burlesco de Lisboa. Entre plumas, lantejoulas e tapa-mamilos, artistas da Pensão Amor, do Clube Royale e do Maxime têm o material todo. E não tem de se ficar pelo papel do espectador que grita ou manda uns piropos para cima do palco: pode aprender todos estes truques atrevidos em workshops.

Recomendado:  32 Coisas Incríveis Para Fazer em Lisboa

Lisboa tem um lado burlesco

cabaret d'ourique
©Mercearia do Campo
Teatro, Cabarets

Cabaret D'Ourique

Mercearia do Campo, Estrela/Lapa/Santos

Na Mercearia do Campo pode beber um copo, petiscar uma salada de polvo ou uma tábua de queijos e enchidos. E agora também pode assistir a um show de burlesco. Chama-se Cabaret d’Ourique e inclui showgirls, música, burlesco e magia, um espectáculo com direcção artística da performer de burlesco Louise L’Amour que todas as quintas-feiras tem convidados de peso. Veronique DiVine, Miss Tea, Lady Lasagna, Mr. Bruleske, Miss Hurricane, le Noir, Lôlô Visage ou Hugo Ferracci são alguns dos nomes que irão subir ao palco, numa viagem no tempo às noites boémias do século XIX e aos anos 20 do século passado. Pode passar e espreitar (a entrada custa 5€) ou aproveitar para fazer uma reserva para jantar e apreciar o espectáculo de barriga cheia.

pensão amor
Fotografia: Inês Calado Rosa
Noite

Pensão Amor

Cais do Sodré

A abertura da Pensão Amor, no final de 2011, foi um dos primeiros sintomas da mudança radical que ia acontecer no Cais do Sodré nos anos que se seguiram. Este bairro é hoje um dos preferidos dos lisboetas, com uma mistura entre jovens e turistas curiosos, bares para se beber à porta e outros para se demorar lá dentro. A Pensão Amor inscreve-se nestes últimos. Antes, naquele prédio, funcionavam quatro pensões que alugavam quartos à hora a prostitutas e a marinheiros que atracavam no Cais do Sodré, vindos de várias partes do mundo. Agora, há um bar de cocktails e muito mais, desde concertos de jazz a espectáculos de burlesco, passando por peças de teatro, DJ sets e lançamentos de livros. A sua decoração remete-nos para esse imaginário burlesco.

Publicidade
clube royale
Fotografia: Arlindo Camacho
Noite, Cabaret e burlesco

Clube Royale

Chiado/Cais do Sodré

Uma vez por mês? Aqui, só tem de esperar até sexta-feira. Em cartaz, as grandes estrelas do burlesco lisboeta – Lady Myosotis (fundadora do Lisbon Underground Burlesque), Manu de La Roche e Veronique DiVine revezam-se para aquecer o serão. Cantam, dançam e despem, quase sempre ao som do piano. Além da boa forma física, há que dar mérito ao guarda-roupa, investimento de uma vida, quando não se quer andar sempre a repetir o modelito. Lingerie, plumas, corpetes, vestidos, saias, tapa-mamilos e, feitas as contas, a soma pode ultrapassar os mil euros num único figurino. Raras são as noites em que o espectáculo não começa na montra. Chama-se a clientela para mesa, seja para jantar ou para beber um cocktail xpto, e tira-se algum proveito do enquadramento da fachada. Se ficar com vontade de experimentar, estas estrelas partilham os truques todos. Volta e meia, o Clube Royale recebe workshops de burlesco, e olhe que têm fama de conseguir desinibir os mais acanhados.

maxime hotel
Fotografia: Manuel Manso
Notícias, Vida urbana

Madame Liz Bonne no Maxime

É uma novidade, mas já parece querer ficar. O jantar-espectáculo que tem animado as sextas e sábados no restaurante do novo Maxime Hotel é um caso de sucesso. Chama-se Madame Liz Bonne Dinner-Show, acontece às sextas e sábados pelas 20.30 e o sucesso tem sido tal que o espectáculo, que iria terminar a 22 de Dezembro, vai continuar em 2019: de 11 de Janeiro a 30 de Março, a madame voltará a pisar o palco decorado com um mural da artista Alexandra Prieto. Roger Mor é o mentor deste projecto, ele que também foi o autor de Alice no País dos Bordéis na Pensão Amor, mais um jantar-espectáculo, embora ligado à temática do antigo bordel que ali funcionou.

Lisboa picante

Motel Requinte
©DR
Hotéis, Motéis

Motéis em Lisboa: vai uma rapidinha?

Camas redondas, lofts com piscina interior, garagens privadas, acessórios picantes, luzes psicadélicas e tarifas à hora – porque o amor não tem hora marcada. Eis os melhores motéis em Lisboa para uma rapidinha ou para passar longas horas dedicado ao amor. Os motéis multiplicam-se pela cidade e arredores. Em alguns consegue até entrar pela porta das traseiras, sem que ninguém o veja – isto sem trocadilhos dignos de uma música pimba.

sex
Ilustração: Rui Pita
Música

10 músicas para fazer sexo

Os tabus, por aqui, ficam à porta. Como a gravata suspensa na maçaneta, por exemplo. Mas faça o favor de deixar as canções entrar. É que não tem jeito nenhum a música não ser a ideal num momento que se quer perfeito. Do rap, ao r&b e ao rock, há opções para todos os ritmos. O melhor talvez seja criar uma playlist com todas as músicas para fazer sexo e ver o resultado. Tome nota.

Publicidade
purple rose
Fotografia: Ana Luzia
Compras

As melhores sex shops em Lisboa

As lojas de sexo não são sítios obscuros para visitar às escondidas ou com preconceitos. Para apimentar a relação com os últimos brinquedos, para escolher uma lingerie arrojada e surpreender a cara-metade no Dia dos Namorados ou simplesmente para passar um bom bocado, considere uma visita às melhores sex shops em Lisboa.

Publicidade