Lisboa tem um lado burlesco

Na verdade, são dois. A Pensão Amor e o Clube Royale são paragens obrigatórias para quem procura espectáculos de burlesco
clube royale
Fotografia: Arlindo Camacho Lady Myosotis no Clube Royale
Por Mauro Gonçalves |
Publicidade

Pode não ser um roteiro extenso, mas tem estrelas suficientes para o entreter noites a fio. De copo na mão, sentado numa poltrona ou de pé do lado de fora da montra, assista aos melhores (e únicos) espectáculos de burlesco de Lisboa. Entre plumas, lantejoulas e tapa-mamilos, as artistas da Pensão Amor e do Clube Royale têm o material todo. O striptease faz parte do pacote. E não tem de se ficar pelo papel do espectador que grita ou manda uns piropos para cima do palco: pode aprender todos estes truques atrevidos em workshops.

Recomendado: Os melhores bares gay de Lisboa

Lisboa tem um lado burlesco

Burlesco na pensão amor
©André Pires - New Vintage Photo
Noite

Pensão Amor

icon-location-pin Cais do Sodré

Faltam duas horas para o espectáculo começar e a trupe Voix de Ville já se emperiquita no andar de cima. Enquanto colam as pestanas e põem os tapa-mamilos no sítio, as estrelas da Pensão Amor aproveitam para pôr a conversa em dia. Mais do que um espectáculo sensual, cada uma veste a personagem que melhor lhe assenta. Vanity Redfire é solista de serviço, nas primeiras quartas-feiras do mês. Um postal vindo de longe, cantado, dançado e bem dramatizado, em sintonia com os espectáculos de finais do século XIX e início de século XX. Miss Tea e Lily Blanche juntam-se com os seus números e habilidades. E como num cabaret que se preze, este quer-se vibrante, ao som dos blues mais atrevidos, mas também de aplausos, gritos, piropos e assobiadelas. O strip-tease faz sempre parte do pacote, mas em bom.

clube royale
Fotografia: Arlindo Camacho
Noite, Cabaret e burlesco

Clube Royale

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Uma vez por mês? Aqui, só tem de esperar até sexta-feira. Em cartaz, as grandes estrelas do burlesco lisboeta – Lady Myosotis (fundadora do Lisbon Underground Burlesque), Manu de La Roche e Veronique DiVine revezam-se para aquecer o serão. Cantam, dançam e despem, quase sempre ao som do piano. Além da boa forma física, há que dar mérito ao guarda-roupa, investimento de uma vida, quando não se quer andar sempre a repetir o modelito. Lingerie, plumas, corpetes, vestidos, saias, tapa-mamilos e, feitas as contas, a soma pode ultrapassar os mil euros num único figurino. Raras são as noites em que o espectáculo não começa na montra. Chama-se a clientela para mesa, seja para jantar ou para beber um cocktail xpto, e tira-se algum proveito do enquadramento da fachada. Se ficar com vontade de experimentar, estas estrelas partilham os truques todos. Volta e meia, o Clube Royale recebe workshops de burlesco, e olhe que têm fama de conseguir desinibir os mais acanhados.

Lisboa picante

Motel Requinte
Fotografia: Ana Luzia
Notícias, Sexo e encontros

Vai uma rapidinha?

Sugerimos-lhe seis motéis para uma rapidinha (alguns com garagem para entrar pela porta das traseiras, sem trocadilhos dignos de uma música pimba).    

purple rose
Fotografia: Ana Luzia
Compras

As melhores sex shops em Lisboa

Não são sítios obscuros para visitar às escondidas ou com preconceitos. Para apimentar a relação com os últimos brinquedos ou para escolher uma lingerie arrojada, visite as melhores sex shops em Lisboa.

Publicidade
sex
Ilustração: Rui Pita
Música

10 músicas para fazer sexo

Os tabus, por aqui, ficam à porta. Mas faça o favor de deixar as canções entrar. É que não tem jeito nenhum a música não ser a ideal num momento que se quer perfeito. Do rap, ao r&b e ao rock, há opções para todos os ritmos. 

Publicidade