A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
Rock and Roll
©halayalex/Freepik

Os melhores bares de rock em Lisboa

A história do rock em Lisboa é longa e ainda tem capítulos por escrever. Descubra os melhores bares de rock em Lisboa.

Escrito por
Editores da Time Out Lisboa
Publicidade

O rock está vivo e recomenda-se. Apesar do fecho de inúmeros espaços nos últimos tempos – e da ameaça de fecho que paira sobre outros – continua a haver sítios onde os roqueiros de gema ainda podem ouvir uma boa guitarrada na cidade. E há opções para todos os gostos, do rock mais pesado ao mais indie e melódico, para abanar o capacete na pista ou para apreciar um solo de guitarra enquanto brinda à mesa com os amigos. Siga a nossa lista dos melhores bares de rock em Lisboa.

Recomendado: Discotecas em Lisboa. Quando cai a madrugada na cidade

Os melhores bares de rock em Lisboa

  • Noite
  • Alvalade

Em 2011 ocupou o espaço do antigo Gasoil e dois anos depois subiu uns números na mesma rua para substituir o polinésio Bora-Bora, onde parte da decoração foi aproveitada para conviver com imagens de Peter Murphy ou Siouxsie Sioux. Agora, mora em Alvalade. É um dos locais da cidade que ainda recebe a velha guarda do rock, muito por culpa das noites recheadas de hard rock, pós-punk, glam, heavy metal, thrash, new wave, música industrial e por vezes indie rock.

  • Bares
  • Bairro Alto

A porta está sempre escancarada para receber roqueiros de gema. O repertório a rodar pelas colunas pode ir de Pearl Jam a The Offspring, para gáudio de quem viveu a adolescência nos anos 90, mas também pode abanar a cabeça ao som de várias bandas indie que se têm dado a conhecer desde o início deste século. O espectro de idades dos clientes é amplo e a simpatia de quem serve atrás do bar é capaz de conquistar quem entra neste mundo do rock por engano. Ah e tem matrecos.

Publicidade
  • Restaurantes
  • Americano
  • Avenida da Liberdade/Príncipe Real

O Hard Rock Cafe foi fundado em Londres por Isaac Tigrett e Peter Morton, que decidiram combinar a música com pratos típicos dos Estados Unidos. Hoje, conta com mais de 180 restaurantes, 25 hotéis e 12 casinos espalhados por 74 países. A cadeia chegou a Lisboa em 2003 e por cá expõe a camisa que Bono usou durante a tour Elevation em 2001, umas calças forradas a cetim vermelho de Elvis Presley ou um vestido que veio directamente do guarda-roupa de Stevie Nicks, entre outros tesourinhos. A música, essa, não engana: rock. Com fartura.

  • Música
  • Alvalade

É uma das principais salas de espectáculos de metal e rock pesado de Lisboa. Fica na zona industrial de Alvalade e tem concertos ao vivo todos os fins-de-semana (e até nalguns dias da semana), quer sejam de bandas de versões ou de originais, portuguesas ou estrangeiras. Todos os meses há pelo menos um ou dois grandes concertos.

Publicidade
  • Bares
  • Pubs
  • Ajuda

Haverá melhor combinação do que rock, grelhados e cerveja da boa? Acreditamos que é difícil. É precisamente nesse combo que o Valhalla, casa do rock na Ajuda, faz a sua aposta. Isto numa altura em que há cada vez menos espaços do género na cidade, o que só lhe aumenta o valor. Se sempre quis experimentar um bar daqueles à americana, autêntico, só tem de rumar aqui.

Mais bares em Lisboa

  • Noite

A noite lisboeta está a recuperar e a prova disso são os novos hóspedes que vão aparecendo – e ainda bem. As novidades são das mais diversas espécies, com boa música, cocktails e seus derivados ou até cerveja artesanal. Por agora, estes são os novos bares em Lisboa que tem mesmo de conhecer.

  • Noite

Uma antiga alfaiataria, os bares do famoso coleccionador Luís Pinto Coelho, uma antiga pensão de prostitutas ou um wine bar coberto de garrafas de vinho. Lisboa é linda e tem bares lindos. Estes que aqui lhe apresentamos são algumas das mais distintas casas nocturnas da cidade, sobretudo pela arte decorativa.

Publicidade
  • Noite

Não estamos aqui para enganar ninguém: se tem dificuldades em lidar com turistas e os seus paus-de-selfie, o Chiado pode ser um desafio. Mas não se deixe assustar e muito menos deixe de visitar esta zona da cidade. Afinal, o Chiado é muito mais do que isso e há tanto para ser descoberto e aproveitado.

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade