Os bares com melhor vista em Lisboa

Está na altura de se sentar a contemplar a cidade com um copo na mão. De água ou de gin, é como quiser, o importante é escalar até um dos bares com melhor vista em Lisboa
The Garden
Manuel Manso
Por Clara Silva |
Publicidade

Este artigo não é recomendável a pessoas com vertigens. E também não é recomendável a quem não gosta de ver o pôr-do-sol com um cocktail na mão. Descanse os olhos do computador, do telemóvel e dos seus colegas de trabalho e lave as vistas num dos bares com melhor vista em Lisboa.

De um bar de hotel com uma piscina épica ao parque de estacionamento mais trendy da cidade, a olhar para a ponte, a ver navios ou a olhar para o castelo, damos-lhe uma lista dos bares com a melhor vista em Lisboa.

Recomendado: Os novos bares em Lisboa

Os bares com melhor vista em Lisboa

Esplanada Rio Maravilha
Fotografia:Arlindo Camacho
Restaurantes, Fusão

Rio Maravilha

icon-location-pin Alcântara

Entre os petiscos para acompanhar uma das melhores vistas da cidade, a do terraço do Rio Maravilha, estão, por exemplo, os tremoços marinados em wasabi, os corndogs de alheira ao molho de coentros e alho doce, o crocante de arroz com chutney de tomate ou as chips de mandioca com torresmo. Quanto aos cocktails, a lista é longa e recomenda-se. Ao pôr-do-sol, principalmente aos fins-de-semana, conte com música e festas.

+ 22 coisas para fazer na LX Factory

A Time Out diz
The Garden Rooftop
Fotografia: Manuel Manso
Bares

The Garden

icon-location-pin Santos

O The Garden é o novo rooftop da cidade. Fica no Edifício Dom Luís, onde também está o café-restaurante e o ginásio Fitness Hut Santos, e tem uma vista para Tejo de fazer inveja a qualquer um. No terraço destacam-se os muitos canteiros de flores. “Se olhares à volta o que vês nos terraços é cimento, é betão. O grande objectivo é conseguirmos fazer crescer plantas e oferecê-las a jardins da cidade”, explica Francisco Rafael,um dos sócios do bar. Ao El Clandestino e à Poké House, situados no início do rooftop, junta-se ainda a Palettas, uma nova marca de gelados em pauzinhos com frutos tropicais. O deck de madeira leva-nos, por um passadiço que também tem espaço para sentar, ao topo sul do The Garden. Uma zona mais ampla, com espreguiçadeiras, e que deve servir a programação musical da casa, a cargo do director artístico do espaço: Moullinex. 

Publicidade
Park
© ARLINDO CAMACHO
Bares

Park

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

Podemos afirmar com certeza que este é o parque de estacionamento mais concorrido da cidade. E o que tem mais pinta. É quase impossível conseguir lugar numa das mesas ao pôr-do-sol e o sítio tornou-se muito popular entre os turistas que visitam a cidade. Há sempre DJ sets (geralmente com dois DJs por dia, um no turno da tarde, outro no turno da noite) e a lista de cocktails inclui daiquiris de limão, morango ou banana, cocktails de gin, caipirinhas, whisky sours ou piñas coladas. 

Outro dado a não ignorar no Park é a criação da Parkbeat Records, uma editora que promete dedicar-se à música de cultura urbana, entre o hip-hop, o funk e a electrónica, com a primeira edição da label a ficar a cargo de DJ Glue, figura central da electrónica lisboeta e ex-membro dos Da Weasel. E, como é evidente, isso vai-se notar na selecção de música que vai continuar a animar a casa. 

Le Chat
© Le Chat
Bares

Le Chat

icon-location-pin Estrela/Lapa/Santos

Ao lado do Museu Nacional de Arte Antiga, o envidraçado Le Chat é o sítio perfeito para beber um copo ao fim do dia e ver o trânsito na ponte, lá ao longe. A vista para o rio, os petiscos e os cocktails (há novidades na carta todos os meses) fazem com seja um dos melhores bares em Lisboa. Faça chuva ou faça sol. Nem nos dias de mau tempo a vista fica tapada (já dissemos que o bar é todo envidraçado) e se quiser mesmo aquecer peça um Egg(less)nog meg, com brandy aquecido, licor de amêndoa, licor de baunilha, natas, leite e noz moscada.

Publicidade
Topo
Fotografia:Arlindo Camacho
Bares

Topo

icon-location-pin Martim Moniz

O primeiro dos três Topos, o do Martim Moniz (os outros dois ficam no Chiado e no Cais do Sodré), continua a ser o que tem a melhor vista. DJ sets, cocktails, brunch aos fins-de-semana (desde Março de 2017) e menus especiais à hora de almoço (a 14€, com entrada, prato principal, sobremesa e bebida) fazem com que seja bom para qualquer altura do dia. Prepare a bateria do telemóvel para tirar muitas fotografias para o Instagram.

A esplanada sofreu remodelações, com a reorganização do bar, que tem uma vista ainda mais desimpedida para a cidade. O interior também ganhou mais espaço, com a reorganização da cozinha, agora partilhada com a do restaurante KIN, na porta ao lado.

Entretanto roof top bar
©DR
Bares

Entretanto

icon-location-pin Chiado

Cocktails e vista sobre Lisboa é a melhor combinação possível e pode estar à distância dos sete andares que levam ao topo do Hotel do Chiado, no cimo dos Armazéns do Chiado. É aqui que fica o bar Entretanto, com cocktails elaborados pelo bartender João Fialho, e que sabem ainda melhor depois de um dia de trabalho. Cada mês há um cocktail especial na carta, mas podemos sempre contar com os habituais gin fizz, tequila sunrise, Bloody Mary e mojito Porto. Até o New York Times menciona este bar no seu livro 360 Horas em Lisboa.

Publicidade
esplanada lost in
©DR
Restaurantes, Cafés

Lost In

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Há várias razões para eleger o Lost In como poiso habitual ao fim da tarde e a vista é a primeira. Certifique-se de que chega em boa hora, que é como quem diz a tempo da happy-hour, entre as 17.00 e as 19.00, quando a imperial custa 1€ e os cocktails estão, segundo eles, "a metade do valor" – caipirinha, caipiroska, caipiblack e até uma especial caipilost. Também há mojitos, cuba libre e Porto tónico.

Às quintas, conte com sessões de jazz na esplanada (entre as 20.30 e as 23.30), "com trios improvisados de jovens talentos portugueses". 

panorama
© RXF_CM
Hotéis

Panorama Bar

icon-location-pin São Sebastião

Entre as 15.00 e as 02.00, tem uma das melhores vistas panorâmicas sobre a cidade. O bar do hotel Sheraton é um bom sítio para beber gin e comer sushi todos os dias, resultado de uma parceria com a marca Bulldog. Na compra de um gin (a escolha é entre o Triple S, o Sweet & Sour e o Spicy), oferecem-lhe seis peças de sushi. Um luxo, que pode custar caro: espere pagar 7€ por uma cerveja.

Publicidade
Rooftop Hotel Mundial
©DR
Bares

Hotel Mundial Rooftop Bar & Lounge

icon-location-pin Santa Maria Maior

O terraço do bar do Hotel Mundial é um dos clássicos da cidade e organiza as famosas "sunset parties" entre Abril e Outubro. O último piso do hotel no Martim Moniz oferece vista para o castelo e para o centro histórico da cidade. O "rooftop bar & lounge", assim se auto-intitula, tem sangria a copo, jarros de cerveja, espumante (garrafa ou copo) e vários cocktails. Experimente os da casa, como o Rooftop Sunset (sem álcool) ou o Rooftop Overview (com gin Bulldog, Blue Corazón, Drambuie, sumo de limão, água tónica e clara de ovo).

Sky Bar
Fotografia:Manuel Manso
Bares

Sky Bar

icon-location-pin Avenida da Liberdade

O rooftop do Hotel Tivoli, na Avenida da Liberdade, costumava funcionar apenas de Abril a Outubro. Mas desde 2017 que funciona o ano inteiro, para alegria dos empresários da Avenida da Liberdade que não abrem mão de um copo depois de sair do escritório. Se bater a fome, opte pelos clássicos pregos.

Publicidade
Jardim do Torel
Fotografia: Arlindo Camacho

BananaCafe do Torel

O BananaCafe tem um pequeno império espalhado pela cidade, mas nenhum dos seus espaços tem uma vista tão boa como o do Jardim do Torel, perfeito para aproveitar a partir da Primavera. Conte com cocktails refrescantes, petiscos e uma perspectiva diferente da cidade, de costas para o castelo.

Upscale Bar, Epic Sana
©Epic Sana
Hotéis

UpScale Bar

icon-location-pin Avenida da Liberdade/Príncipe Real

Nas Amoreiras, a piscina do hotel Epic Sana, no nono andar, é uma das mais apetecíveis da cidade. O UpScale Bar não lhe fica atrás. A funcionar de Abril a Setembro todos os dias da semana, serve champanhe, vinho, bebidas espirituosas e cocktails com e sem álcool. Tem uma longa lista de gins e entre os cocktails para refrescar destacamos o Upscale Ice Tea. Outra das hipóteses — e a mais eficaz — é um mergulho na infinity pool. São 50€ por dia e as crianças até aos 12 anos só pagam metade.

+ As melhores piscinas em Lisboa

Mostrar mais

Mais bares em Lisboa

esplanada lost in
©DR
Coisas para fazer

As melhores happy hours em Lisboa

A felicidade tem um preço – e a partir de certa hora é mais barata. Happy hour é aquela expressão estrangeira que ninguém vai enrolar a língua para dizer, ou recusar-se a compreender o conceito. Nas horas mais felizes dos lisboetas as imperiais passam a custar uma módica moedinha e os cocktails caem para metade do preço. Escolhendo bem, ainda encontra iguarias com preços reduzidos para acompanhar e esplanadas na cidade que não têm preço. Eis um roteiro dos melhores bares e esplanadas para beber um copo em Lisboa a preço de saldo. É como diziam os Jogos Santa Casa: há horas felizes.

level eight rooftop
Fotografia: Arlindo Camacho
Noite, Cafés/bares

Os melhores bares em rooftops em Lisboa

A palavra rooftop ainda não é reconhecida pelo dicionário Priberam (a alternativa é, rosto, rotos ou rolitos), mas cada vez é mais usada no vocabulário alfacinha, com muitas sunset parties em rooftops por essa cidade fora, onde cocktails não faltam. Não revire já os olhos se já está cansado destas palavras e expressões inglesas. Encare esta lista como uma sugestão de bares em terraços em Lisboa porque no fundo é que isto é. Seja como for, deixámos as vertigens no rés-do-chão e subimos aos terraços de hotéis, centros comerciais e parques de estacionamento para eleger os melhores bares em rooftops em Lisboa. 

Publicidade
Procopio
© ARLINDO CAMACHO
Noite, Cafés/bares

Os melhores bares históricos em Lisboa

Luís Pinto Coelho morreu em 2012, mas deixou para a história da cidade quatro dos mais emblemáticos bares da noite alfacinha. Foi ele o fundador do Procópio, d'A Paródia, do Fox Trot e do Pavilhão Chinês, que decorou com peças de uma colecção de velharias e objectos que acumulou desde a adolescência. 

Oitava Colina
Arlindo Camacho
Bares, Cervejaria artesanal

Os 14 melhores sítios para beber cerveja artesanal em Lisboa

A cerveja artesanal demorou a impor-se em Lisboa, mas hoje já não vivemos sem ela. E cada vez menos gente encara o consumo como uma "moda", mas antes como uma evolução natural da nossa relação com a cerveja. Não é por acaso que cada vez mais sítios, desde restaurantes típicos portugueses a auto-intituladas tabernas asiáticas, têm pelo menos uma marca e duas ou três variedades de cerveja artesanal por onde escolher. E depois há os sítios especializados, onde as pessoas vão de propósito para beber um bom néctar de cevada. Desde restaurantes a brewpubs, bares ou lojas, estes são os melhores sítios para beber cerveja artesanal. É só escolher. 

Publicidade