Global icon-chevron-right Portugal icon-chevron-right Lisboa icon-chevron-right Os melhores bares no Chiado

Os melhores bares no Chiado

O mais difícil no Chiado é resistir aos encontrões dos turistas. Mas há muito para descobrir, como estes bares

Delirium Café
©Arlindo Camacho
Por Miguel Branco e Tiago Neto |
Publicidade

Não estamos aqui para enganar ninguém: se tem dificuldades em lidar com turistas e os seus paus-de-selfie, o Chiado pode ser um desafio. Mas não se deixe assustar e muito menos deixe de visitar esta zona da cidade. Afinal, o Chiado é muito mais do que isso e há tanto para ser descoberto e aproveitado. Há lojas vistosas que valem a pena e restaurantes que merecem uma visita. E há bares que, seguramente, lhe abrilhantam a noite. A lista que se segue junta os melhores bares no Chiado. Toca a beber. 

Recomendado: Os 50 melhores bares em Lisboa

Os melhores bares no Chiado

hotel do chiado
©DR
Bares

Entretanto Rooftop Bar

icon-location-pin Chiado

O Entretanto Rooftop Bar, no cimo do Hotel do Chiado, é tão incrível que tem uma vista digna de um miradouro. Na lista de bebidas há gin fizz, martinis, mojitos, margaritas e tudo o que combina com um bom pôr-do-sol na cidade.

Showroom Trindade
©Arlindo Camacho
Bares, Cervejaria artesanal

ODD Trindade

icon-location-pin Chiado

O projecto é do brasileiro Alexsander Wilkens, responsável pelo bar Enólogos Amadores, que em 2012 era frequentado por grandes morcegos lisboetas, aqueles com especial queda para cerveja artesanal e gin. Aqui há mais de 170 marcas de cerveja artesanal, numa cave que fica debaixo do palco do Teatro da Trindade e que também é o bar de serviço da casa. 

Publicidade
Minibar - Cocktail
©Ana Luzia
Restaurantes, Global

Mini Bar

icon-location-pin Chiado

Foi no São Luiz que José Avillez abriu o seu gastrobar, com um menu recheado de surpresas e dividido por actos, onde reina a cozinha molecular, capaz de gerar coisas como caipirinhas para comer ou ferrero rocher de foie gras. Há menus de degustação (45€-150€), vinhos, cocktails preparados com carinho e música preparada por Ramboiage, que também lá está a tocar ocasionalmente.

Toca da Raposa
©Arlindo Camacho
Bares

Toca da Raposa

icon-location-pin Chiado

Constança Cordeiro veio de Londres, onde esteve a aprender tudo o que sabe sobre mixologia, para abrir o seu próprio bar, onde todos os cocktails têm ingredientes frescos portugueses. Há mesas e serviço de sala para umas 30 pessoas, mas a peça central é uma ilha em mármore onde se sentam 12 pessoas, como numa mesa de jantar com espaço suficiente para se conseguir falar com a pessoa do lado que se acabou de conhecer, ou ignorá-la olimpicamente.

Publicidade
By the Wine - Sala
©Ana Luzia
Restaurantes

By the Wine

icon-location-pin Chiado/Cais do Sodré

É um dos melhores sítios do Chiado para beber um copo de vinho ao fim do dia. A “flagship store” da José Maria da Fonseca junta dois conceitos: o de winebar e o de loja de vinhos, com todos os produtos e marcas da empresa. A decoração é o mais impressionante, com garrafas a cobrir o tecto (diz quem teve muito tempo para contá-las que são 3267 garrafas). Para empurrar, conte sempre com petiscos como tábuas de queijo e de presunto.

Delirium Café
©Arlindo Camacho
Bares, Bares

Delirium Café

icon-location-pin Chiado

Neko Pedrosa e a mulher mudaram-se do Rio de Janeiro para Lisboa. Na bagagem trouxeram uma ideia, a de abrir um Delirium Café, como os do Brasil, da Holanda, Bélgica ou França. A ideia concretizou-se, e em 2017 abriu em pleno Chiado. Quem dá nome à casa é a marca belga Delirium, conhecida pelo elefante cor-de-rosa no rótulo e que tem franchisings em vários lugares.

Publicidade
Silk Club
©SILK
Bares, Clubes privados

Silk Club

icon-location-pin Chiado

Consegue viajar no tempo e imaginar os antigos clubes privados? Se a resposta é não, o máximo que podemos fazer é apresentar-lhe o Silk Club. Para evitar filas ou um porteiro carrancudo, deixe o nome na guest list do site desta discoteca, que também serve jantares. Ainda online pode utilizar o Bottle Service para ter uma garrafa à sua espera.

Double9
©Arlindo Camacho
Bares, Bares de hotéis

Double9

icon-location-pin Chiado

Cá está a melhor maneira de juntar tradições ancestrais, como o chá das cinco e o gin das seis. Todos os cocktails da carta do gastropub Double9 levam chá. Um dos mais populares do bar do 9 Hotel Mercy é o Cover-T-Club, com chá de frutos vermelhos, gin e puré caseiro de framboesas com gengibre e alecrim (9€).

Publicidade
©DR
Restaurantes, Português

Chiado Wine Bar

icon-location-pin Chiado

No Chiado Wine Bar, a aposta está nos melhores vinhos nacionais. Do Douro ao Dão, passando por Lisboa, descendo ao Alentejo e terminando, claro, por terras algarvias. Mas não é esta a única razão de ser da casa no 5 do Largo Trindade Coelho. A cerveja artesanal também lá mora, assim como os cocktails. Se a fome apertar, tem petiscos como as tábuas ou o chouricinho assado. Não falha. 

Topo Chiado
©Manuel Manso
Restaurantes

Topo Chiado

icon-location-pin Chiado

Mais do que uma esplanada com bons cocktails, o Topo Chiado é um restaurante ideal para petiscar durante todo o dia. Tem tábuas de queijos e enchidos, pica pau de novilho ou uns pregos para ir picando. Aos fins-de-semana há brunch. No que à envolvência diz respeito, o Topo Chiado tem uma visão panorâmica sobre Lisboa e um enquadramento perfeito para vislumbrar o Elevador de Santa Justa. Vá por nós, à noite é uma beleza. 

Publicidade
©DR
Restaurantes, Português

Wine Not?

icon-location-pin Chiado

Abriu em 2016 no coração da Baixa e trouxe consigo um conceito diferente daquele que habitava a casa anteriormente. No Wine Not? os argumentos passam pelos copos de vinho, petiscos e um adn de garrafeira, além da decoração – aquele candeeiro de garrafas é qualquer coisa.

The George pub
©DR
Bares

The George

icon-location-pin Baixa Pombalina

Um pub no Chiado, com pretensões de cuidar das pints mas também da cozinha. Há paredes bordeaux, há boas cervejas de pressão e televisões a passar futebol. Neste The George a especialidade da casa chama-se Erdinger, e vem na forma de trigo líquido (2,85€). 

Publicidade
Le Consulat
©Stefan von Laue
Hotéis, Pensão com pequeno-almoço

Le Consulat

icon-location-pin Chiado

O Le Consulat é mais um daqueles conceito híbridos que têm emergido em Lisboa: é hotel (e um hotel cheio de classe); é uma galeria de arte (cheia de obras de arte que merecem a sua visita); e é um bar com cocktails que até custam a beber, de tão bonitos que são.

o purista
©DR
Compras

O Purista

icon-location-pin Chiado

Apesar do ambiente de clube de cavalheiros, aqui entra toda a gente, fora os serões em que a casa fica composta e se junta um grupo à porta em amena cavaqueira. Sim, porque além de barbearia, O Purista também funciona como bar, ali, em pleno Chiado, onde espaços assim assentam que nem uma luva. Resumindo, merece uma visita, se não for para mudar o visual, pelo menos para uma partida de snooker mais um copo. 

O melhor do Chiado

Topo Chiado - Croquetes de Alheira
©Arlindo Camacho
Restaurantes

Os melhores restaurantes do Chiado

Os turistas tomaram conta do Chiado, mas não desista, ainda que o Largo esteja sempre cheio e o poeta esteja sempre com alguém ao colo. Fizemos um roteiro gastronómico pelos melhores restaurantes do Chiado para reclamar esta zona da cidade para si sempre que quiser.

le consulat
©Stefan von Laue
Hotéis

Os melhores hotéis no Chiado

É o bairro mais chique de Lisboa e não lhe faltam lojas para se perder, ruas por onde passear e restaurantes que roteiro gastronómico de durar o dia todo. No final do dia, de sacos e barriga cheia, aproveite as vistas e o conforto de alguns dos melhores hotéis no Chiado.  

Publicidade
Rua Garrett
©Manuel Manso
Compras

Vamos às compras? Estas são as melhores lojas no Chiado

É o coração de Lisboa e, apesar das subidas e descidas serem as maiores inimigas de quem passeia cheio de sacos, o Chiado continua a ser o grande centro comercial ao ar livre da cidade. Paredes meias com casas centenárias, há marcas todas moderninhas, peças de designers, cadeias internacionais e boutiques cheias de charme. Trocando por miúdos, sítios onde é muito tentador passar o cartão.

More to explore

Publicidade