A Time Out na sua caixa de entrada

Procurar
2por1Deluxe 2022 - 10 Grandes Restaurantes de Lisboa
Time Out Portugal2por1Deluxe 2022 - 10 Grandes Restaurantes de Lisboa

2por1 Deluxe 2022 - 10 grandes restaurantes de Lisboa a metade do preço

Mesa farta o ano inteiro. Descubra as ofertas imperdíveis da caixa 2por1 Deluxe 2022 – 10 Grandes Restaurantes de Lisboa

Publicidade

As melhores refeições da cidade são servidas dentro de pequenas embalagens: as caixas 2POR1 Deluxe da Time Out Lisboa. Para aproveitar numa refeição a dois ou para oferecer de presente a alguém especial, são perfeitas para foodies, reis da pechincha, amigos do garfo e faca e de comer muito – e bem – e pagar pouco. 

Este ano, a edição dos Grandes Restaurantes de Lisboa (49,90€) traz-lhe 10 espaços para experimentar a metade do preço, numa refeição para duas pessoas. Toda a refeição está incluída no desconto – excepto as bebidas - o que significa que pode desfrutar de uma refeição a dois com tudo a que tem direito (entradas, pratos principais e sobremesas), e só pagar metade da conta.

Conheça, abaixo, os restaurantes aderentes e agarre já a sua edição limitada das caixas 2POR1 Deluxe 2022 nas Lojas FNAC

2POR1 Deluxe 2022: 10 Grandes Restaurantes de Lisboa

  • Restaurantes
  • Avenidas Novas
  • preço 2 de 4

Mais de 70 anos depois de Calouste Gulbenkian ter fixado residência em Lisboa, a cidade viu abrir o primeiro restaurante arménio do país. A ementa do Ararate inclui pratos tradicionais da Arménia bem como dos países vizinhos, mas sempre com um carácter português. Aos produtos locais maduros e carne fresca, adicionam temperos típicos e a mistura das ervas aromáticas trazida directamente dos vales montanhosos do Cáucaso. Feitas ao lume com carvão de madeira, as especialidades fazem viajar até uma velha casa arménia aos pés do Ararate sem sair de Lisboa.

Avenida Conde Valbom, 70 (Avenidas Novas). 92 545 1509. Terça a domingo das 12:30 as 22:30

  • Restaurantes
  • Sintra

O primeiro restaurante de Sergi Arola, uma espécie de estrela rock da gastronomia, já tem mais de uma década, durante a qual foi mudando e evoluindo. É o mais descontraído do chef catalão (a estrela Michelin está no vizinho LAB by Sergi Arola) e à mesa comem-se tapas quentes e petiscos ibéricos, com influências de todo o mundo. É daqueles sítios que vale a viagem até Sintra para, em amena cavaqueira com um grupo de amigos, ir pedindo, sem medos, ora os peixinhos da horta, ora as molejas assadas com cremoso de mostarda antiga.

Penha Longa Hotel Spa Golf Resort. Estrada da Lagoa Azul, Linhó (Sintra). 21 924 9011. Ter-Qui 09.00-18.00, / Sex-Seg 09.00-18.00 / 19.00-22.30

Publicidade
  • Restaurantes
  • Alcântara

Quando o chef basco Eneko Atxa chegou a Lisboa, veio em dose dupla, com o Eneko, de fine dinning e ambiente mais cerimonioso, e o Basque. Este ocupa a primeira sala do espaço do antigo Alcântara Café e oferece comida tradicional basca para partilhar, num ambiente mais ruidoso e festivo. Entre os pratos mais emblemáticos estão o lombo de bacalhau al pil-pil ou pescada de anzol com mistura tradicional de pimentos assados.

Rua Maria Luísa Holstein, 13 (Alcântara). 21 583 3275. Qua-Sáb 19.00-22.30, Dom 11.30-16.30.

  • Restaurantes
  • Petiscos
  • Cais do Sodré
  • preço 2 de 4

O Espada é um restaurante de peixe, inspirado nas cozinhas do mundo, nas viagens do chef Mário Cardoso e de toda a equipa. O ambiente é descontraído e boémio, tal como a vida que se vive no Cais do Sodré. Aqui é tudo para partilhar entre amigos e em boas doses – mas se não souber o que escolher, pode sempre optar pelo menu selecção Espada, com um conjunto de petiscos que são uma amostra da carta. Para acompanhar, há cocktails de autor.

Rua de São Paulo, 26 (Cais do Sodré). 21 347 1948. Ter/Qua/Qui e Dom 19.00-01.00 e Sex/Sáb 19.00-02.00

Publicidade
  • Restaurantes
  • Japonês
  • Alcântara

O okonomiyaki é um dos pratos estrela do Izanagi. Mas há muitas alternativas para quem não está inclinado para este género de panqueca e prefere sushi ou robata. A ideia deste restaurante do grupo SushiCafé é mostrar a Lisboa uma gastronomia semelhante à que se come nas ruas e lojas do metro no Japão, com opções que vão dos Noori Tacos aos Gunkan Guaka Salmon, das vieiras da Hotate Robata ou as Pork Ribs. A forma mais doce de terminar a refeição é com a nova mousse de Chocolate Salty Caramel. Não se esqueça de provar o Izanagi Spicy Mule, cocktail de assinatura, de preferência na esplanada.

​​Doca de Santo Amaro, Armazém 0 (Alcântara). 91 085 1920. Seg-Dom 12.30-23.30.

  • Restaurantes
  • Italiano
  • Princípe Real
  • preço 2 de 4

Jamie Oliver estreou-se em Portugal com o seu restaurante italiano mais famoso e tratou de fazer jus à fama, trazendo todos os seus pratos consagrados, desde as tábuas de partilha de queijos e enchidos para entrada, uma boa opção se for em família, à mais clássica carbonara. A massa fresca é feita todos os dias no restaurante e tem muita variedade. Conte ainda com as pizzas, saladas e sobremesas mais conhecidas do chef britânico.

Praça do Príncipe Real, 28 A. 92 530 1411. Dom-Qui 12.00-23.00, Sex-Sáb 12.00-00.00

Publicidade
  • Restaurantes
  • Mediterrâneo
  • Santa Maria Maior
  • preço 2 de 4

O espaço faz lembrar os pedaços da velha Lisboa – as paredes, o balcão, os móveis, o chão de mosaico hidráulico ou a sala ao fundo, com o painel azulejado, alegoria à estação de Santa Apolónia de outros tempos. Os pratos são uma viagem rumo ao sul, com os melhores sabores do Algarve, das cenouras roxas de conserva com azeitonas de sal, à canja de lingueirão, raia alhada, rissóis de berbigão, rabo de boi com grão ou galinha cerejada com pêra e amêndoas.

Rua dos Caminhos de Ferro, 98 (Santa Apolónia). 92 755 9359, reservas@albricoque.pt. Ter-Sex 19.00-23.00, Sáb 12.00-15.00 e 19.00-23.00.

  • Restaurantes
  • Grande Lisboa

Em pouco tempo, o Terroir conseguiu afirmar-se no panorama gastronómico. O espaço original, pequeno e elegante, com um balcão com meia dúzia de lugares e vista privilegiada para a cozinha ainda existe, mas a entrada para o restaurante faz-se agora na porta ao lado, numa nova sala com mesas e uma cozinha igualmente aberta. Mantém o requinte, sem perder o espírito descontraído. Os menus degustação evoluíram, e são a melhor forma de conhecer o Terroir – e os preços continuam tentadores.

Rua dos Fanqueiros, 186 (Baixa). 21 887 3823 Ter-Sáb 19.00-23.00

Publicidade
  • Restaurantes
  • Japonês
  • Oeiras

É relativamente frequente um empregado de mesa ficar com a posse de um restaurante. Mas quando esse restaurante leva o nome do antigo chef-proprietário, e quando esse antigo chef-proprietário foi o mais notável cozinheiro japonês dos últimos 15 anos a viver em Portugal, a herança é complicada. Tomoaka Kanazawa deixou o Tomo em 2015 e Portugal em 2017. De então para cá, foi Saif quem tomou conta do negócio. Na cozinha está Harry, com passagens pelos Meninos do Rio, Confraria Lx e Arigato Sushi House. Na carta, estão todos os clássicos da cozinha tradicional japonesa. O Tomo pode ter saído do radar dos foodies de Instagram, mas continua muito bom e com uma qualidade/preço difícil de bater.

Largo Comandante Augusto Madureira, 2 (Avenida Bombeiros Voluntários de Algés). 21 301 0705. Seg 19.30-22.30, Ter-Sáb 12.30-15.00/19.30-22.30

  • Restaurantes
  • Alfama
  • preço 3 de 4

Foi em 2020 que a chef Marlene Vieira abriu este projecto grandioso no Terminal de Cruzeiros de Lisboa, com uma esplanada bem vistosa. Aqui há espaço para a alta-cozinha a preço mais acessível, com uma carta bem composta de pratos para partilhar. Todos os dias há um prato e uma salada do dia, podendo também optar por uma degustação com as escolhas da chef. As técnicas são do mundo, mas os ingredientes e os sabores são bem portugueses.

Doca Jardim do Tabaco, Terminal de Cruzeiros de Lisboa (Santa Apolónia). Seg-Qua 12.00-15.00, 19.00-23.00, Qui-Sáb 12.00-23.00. Dom 12.00-17.00

Quer mais refeições a metade do preço?

Recomendado
    Também poderá gostar
      Publicidade