Três novos pratos para provar no Zazah este Verão

O bar-restaurante com galeria de arte e comida para partilhar tem uma carta de Verão com novos pratos do mar e da terra.
©Arlindo Camacho O restaurante Zazah no Príncipe Real
Publicidade

Moisés Franco quis que a cozinha do Zazah, o restaurante que chefia deste Outubro no Príncipe Real, fosse essencialmente internacional e para partilhar – os croquetes de alheira de caça que se mantêm na nova carta de Verão, são aliás um best-seller e o crítico da Time Out Alfredo Lacerda ficou surpreendido com o recheio e o crocante do polme feito com queijo parmesão. Houve uns quantos upgrades a pratos que já existiram, caso do tachinho de cogumelos-ostra agora servido também com pão, mas a nova leva de pratos traz mais elementos do mar e da terra.

Prove estes três novos pratos e não se esqueça de, no fim, pedir os gulosos cones de brigadeiro Três Marias, que ninguém se atreve a tirar da carta de sobremesas (leva brigadeiro de chocolate negro, branco e flor de sal).

Recomendado: Onde comer bem no Príncipe Real



Três novos pratos para provar no Zazah este Verão

Carabineiro do Zazah
Marcelo Duarte

Carabineiro

Este prato faz uma vistaça assim que chega à mesa, culpa também da cor desta dupla de carabineiros algarvios abertos. São empratados em cama de puré de tinta de choco e têm um molho meunière.

Preço: 36€

Bacalhau com grão do Zazah
Marcelo Duarte

Bacalhau com grãos

Moisés Franco fez a sua própria versão do tradicional prato de bacalhau com grão. Vem num pequeno tacho com um húmus cremoso e a salicórnia a dar frescura.

Preço: 17,50€



Publicidade
Ceviche de corvina do Zazah
Marcelo Duarte

Ceviche de corvina

O ceviche de atum feito com o tradicional leite de tigre, puré de batata doce e funcho marítimo da carta anterior é substituído na nova por um de corvina, agora com puré de tinta de choco.

Preço: 11,50€



Novidades para o Verão

memmo principe real
Fotografia: Manuel Manso
Restaurantes

Três novos pratos para o calor no Café Príncipe Real

A viagem pela lusofonia e pelos países em que os portugueses deixaram a sua influência continua a ser o foco na carta de jantar para o Verão no Café Príncipe Real. O restaurante do hotel Memmo Príncipe Real acrescentou alguns novos pratos de influência sul-americana, africana e asiática à sua carta, mantendo best sellers como o escabeche de perdiz ou o tártaro de salmão. Para além da renovada carta de jantar, o espaço do terraço tem agora carta própria, para poder sentar ao final da tarte, assistir a um jogo do Mundial e ir pedindo salgados como os que estão na carta do restaurante – há croquetes de pato, camarão ou chamuças –, hambúrgueres ou tábuas de queijos e enchidos. À noite, dentro do restaurante com vista sobre a casaria lisboeta pode pedir estes três novos pratos. 

Estoril Mandarim
ManuelManso
Restaurantes

Mesas da semana: Novidades tradicionais ou exóticas para celebrar o bom tempo

Baixelas novinhas em folha, para que o serviço esteja a preceito, e um all you can eat deluxe para quem não consegue imaginar a sua vida sem sushi. Mal seria se Junho não trouxesse também sardinhas no pão, aqui em versões modernas quanto baste. Ceviches de peixe branco, tártaros de atum e pratos de massa fresca completam a lista de novidades para os próximos dias, preparada para receber o bom tempo de braços abertos. Só tem que escolher uma destas mesas da semana, dentro do espírito tradicional ou com o devido toque de exotismo, para agradar a todos.   

Publicidade
Nigiri de sardinha braseada do Aruki
©DR
Restaurantes

Sardinhas alternativas: três opções para as comer fora da brasa

A sardinha já começa a ficar gorda e já pinga nas grelhas espalhadas pela cidade e em vários restaurantes tradicionais ou não estivéssemos em Junho, esse querido mês de Festas e arraiais em Lisboa. Ainda assim é peixe que não agrada a toda a gente, alguns porque implicam mesmo com o sabor, outros porque preferem o primo carapau ou porque não se querem ralar com espinhas pequenas. Em lombinho e braseada numa pequena bolinha de arroz, com especiarias ou com toque sul-americano, há três espaços em Lisboa que se dedicaram a arranjar alternativas de edição limitada, sem espinhas, em homenagem ao peixe da época. 

Publicidade
Esta página foi migrada de forma automatizada para o nosso novo visual. Informe-nos caso algo aparente estar errado através do endereço feedback@timeout.com