Três sítios para comer até 10 euros

Uma nota de 10 euros no bolso é o que basta para ser feliz num destes três restaurantes em Lisboa.

Fotografia: Ricardo Dias Felner

Mi Dai, Templo Hindu Radha Krishna e The Food Temple. Três restaurantes, dois estilos de comida (chinesa e vegetariana), uma única nota de 10 euros. Em tempo de poupança, coma muito e muito bem.  

Três sítios para comer até 10 euros

Mi Dai
©DR
1/3

Mi Dai

5 /5 estrelas

Fica no número 7 da Calçada da Mouraria, não tem nome à porta e é conhecido entre os frequentadores da zona como a “cantina chinesa”. O modus operandi para fazer o pedido assemelha-se, de facto, ao de um exemplar da espécie. Entra, dirige-se ao balcão do fundo, aponta para os ingredientes que quer e vê-os serem levados dali para o wok, de onde saem perfumados a alho, gengibre e pimentas - peça o arroz branco para acompanhar. Há ainda sopas de noodles para sorver (esqueça a etiqueta à mesa, a Paula Bobone aqui não entra).

Perfeito para: uma refeição estilo DIY, sendo que só escolhe (CIY?) e desfruta do resultado.

Obrigatório provar: a sopa de noodles com carne.

Ler mais
Martim Moniz
Templo Hindu Radha Krishna
Fotografia: Arlindo Camacho
2/3

Templo Hindu Radha Krishna

5 /5 estrelas

Caro leitor, tome nota: nesta cantina não há ementa, não há álcool, não há facas, não há garfos (e não há frango cru…). Feito o aviso prévio, vamos ao que interessa. A cantina do Templo Hindu, ex-segredo de Lisboa, funciona em regime buffet (8€ ao almoço e 10€ ao jantar), com uma cozinha 100% vegetariana de linhas orientais, onde têm sempre sopa, arroz branco, roti (pão indiano, a servir de talher), leguminosas, caril de vegetais, entre outros pratos. Chegar lá é uma aventura, mas como pode perceber, compensa.

Perfeito para: uma refeição diferente de tudo o que há na cidade.

Obrigatório provar: as chamuças.

Ler mais
Lumiar
The Food Temple
Fotografia: Ana Luzia
3/3

The Food Temple

4 /5 estrelas

Nem tudo é comida étnica na Mouraria. Este The Food Temple é uma boa surpresa para quem gosta de experimentar restaurantes diferentes, onde pode até encontrar alguns pratos com ascendências noutras cozinhas, com um menu que muda todos os dias. A trabalhar as ideias e cozinhar tudo está Alice Ming, uma canadiana de ascendência chinesa adepta de frutos secos, seguidora da sazonalidade, que serve as refeições ora na esplanada, ora na mesa comunitária do interior. Uma refeição-experiência, portanto.

Perfeito para: jantar num dos mais pitorescos becos da Mouraria.

Obrigatório provar: aquilo que Alice Ming quiser.

Ler mais
Castelo de São Jorge

Outros restaurantes baratos em Lisboa

Tascas a não perder em Lisboa

O que é uma tasca? O dicionário diz-nos que é "um estabelecimento modesto que vende bebidas e refeições", mas também nos ensina que "tasca" é o nome do "utensílio em que se espadela o linho". Para que não haja dúvidas: estamos a falar dos restaurantes. Mas para um restaurante ser uma tasca precisa de cumprir uma série de requisitos. 

Ler mais
Por Inês Garcia

Os melhores restaurantes na Mouraria

É o sítio ideal para quem quer visitar o que resta da Lisboa do fado e das tascas e para provar um pouco de tudo: chinês, goês e o mais típico do português. Se procura uma viagem pelos sabores do mundo opte por estes cinco restaurantes na Mouraria. Recomendado: Onde comer em Lisboa a melhor comida do mundo

Ler mais
Por Mariana Correia de Barros
Publicidade

Três sítios para comer kebabs

Desengane-se quem apenas pensa em kebabs no fim da noite ou para curar a ressaca. Há cada vez mais sítios onde comer kebabs em Lisboa e entre a Baixa, Martim Moniz e Santos encontram-se pelo menos três que valem a visita e não pesam na carteira. Um conselho: carregue no picante. Procura mais ideias de sítios onde comer em Lisboa? Espreite as nossas sugestões.

Ler mais
Por Luís Filipe Rodrigues

Comentários

0 comments