O que há de novo na Comporta e em Tróia

Nem só de praias se faz uma das mais belas costas do país. Entre Tróia e a Comporta há restaurantes e lojas que merecem a visita. Aqui encontra as novidades deste Verão que não pode perder

Fotografia: Manuel Manso

As praias são as mesmas de sempre, de areia branca e fina e água verde-água. Mas há novidades fresquinhas para conhecer este Verão na costa entre Tróia e a Compota. Faça bom proveito. 

O que há de novo na Comporta e em Tróia

Pizzaria Nella Sabia

Pizzaria Nella Sabia

É uma das primeiras tabuletas que se avista à saída do ferry em Tróia e, palavra Time Out, é mesmo para segui-la. A nova pizzeria do Pestana serve pizzas, massas e saladas, tanto numa bonita sala, como numa idílica esplanada com vista para o pinhal.

Paulo Mestre e Elisabete Gonçalves são o duo à frente do negócio, responsável por uma ementa onde entra a pizza Spiaggia, com camarão, creme de gorgonzola e coentros, a de presunto e mel, a Alentegénia, com mousse de farinheira, espargos bravos, azeitonas, cogumelos, ovos, parmesão e salsa ou a simples, mas sempre boa, Margarita.

“Temos também algumas pastas, como a de camarão selvagem com amêijoas”, conta Paulo. Para sobremesa há gelados artesanais da Ice Gourmet, assinados pelo chef Bertílio Gomes, com sabores fora da caixa como o de amendoim ou o de eucalipto.

Pestana Tróia Eco Resort & Residences. 96 366 6685

Piadinas Zanotta

Piadinas Zanotta

Um dos novos pontos de encontro de fim de dia na Comporta chama-se Piadinas Zanotta e é uma food truck amarela cheia de pinta, vinda de Londres, reconstruída para albergar um novo negócio de, adivinhou, piadinas. A carrinha está estacionada no centro até meados de Setembro, tem uma esplanada com uma mesa corrida que apetece levar para casa (impossível, mas saiba mais sobre ela aqui), e vende piadinas salgadas e doces. Há de presunto com rúcula, tomate e pesto, de queijo de cabra com espinafres, nozes e mel, de Nutella e de doce de leite.

“A massa é feita por um italiano, Oscar Giunta, que participou no SharkTank, e que tem uma receita da Emilia-Romagna”, explica Joana Zanotta, professora primária de formação, mas que se atirou de cabeça este Verão para abrir as Piadinas Zanotta com Susana, produtora de audiovisuais, também uma estreia nesta área. A aventura, acredite, está a correr-lhes muito bem.

Largo de São João, Comporta

Publicidade
Cavalariça

Cavalariça

Londres-Comporta-Londres-Comporta. Eis a rota percorrida nos últimos anos pelo chef Bruno Caseiro e pela namorada, Filipa Gonçalves – mulher de sete ofícios que tanto faz design gráfico como pastelaria. Bruno passou pelas várias cozinhas do chef Nuno Mendes, veio para o Sublime em 2016, onde passou a temporada de Verão, voltou para Londres, como sous chef do Ours, até ter sido contactado pelo dono da Cavalariça, o britânico Christopher Morrell, que o convidou a cavalgar até este paraíso à beira do arroz plantado. A dupla instalou-se dia 1 de Junho e montou uma ementa que, explica Filipa “não é fine dining apesar de ter um perfil e apresentação diferente, mas também não é comida tradicional portuguesa.” É o quê então? “São produtos de cá com apresentação mais internacional, alguma influência do mundo, também.”

Deste conceito saem especialidades como o alho francês, queijo de Alcácer e pinhões (9€), a tiborna de corações de galinha (10€), um curioso prato de choco, amendoim, malagueta doce e coentros (12€) ou a salada de rosbife e anchova (14€). E isto só nas entradas. Para partilhar há costeleta de vaca maturada (79€/kg), polvo inteiro grelhado (49€) ou frango do campo ao sal (47€). “São quase todos pratos de partilha”, acrescenta.

Estão abertos para jantares todos os dias da semana, para almoços também aos fins-de-semana, mas a preparação começa cedo. “Fazemos o pão todos os dias com massa mãe”, exemplifica Bruno, enquanto corta fatias dessa maravilha de crosta estaladiça e interior húmido. “Compramos os legumes em Melides e as carnes a um talho em Grândola que faz a própria criação dos animais.” Tudo para trabalhar com o melhor da região.

Rua do Secador, 9. 93 054 1879. Seg-Dom 17.30-00.00, Sáb e Dom 13.00-15.00

Sublime Comporta

Ao mesmo tempo que entrava pela televisão dos portugueses adentro, Ljubomir Stanisic instalava-se de facas e bagagens no hotel de charme Sublime. Na Primavera, anunciou a abertura do Sem Porta, restaurante principal do hotel, com uma cozinha cheia de produtos locais, muitos deles plantados no jardim do Sublime. Recentemente anunciou outra novidade: o Food Club, uma cabana no Jardim Gastronómico, com um balcão onde se sentam no máximo 12 pessoas e tudo é cozinhado com recurso a fogo vivo, a arder em frente aos clientes.

Vamos por partes. O Sem Porta, com reserva altamente recomendável por estes meses, é como se fosse a sala de jantar do hotel. “Este é o quarto Verão em operação”, explica Gonçalo Pessoa, dono do hotel. “Queríamos associar o restaurante a um nome conhecido e convidámos o Ljubo.” A inspiração da carta é o Alentejo, os produtos são locais, muitos deles biológicos. Aconselha- -se que divida umas entradas, como a burrata com repolho e tomate confitado (14€) ou a cabeça de xara com pickles caseiros (12€) e depois parta para o linguado amanteigado com açorda de ovas (31€), ou para o leitão com maçã e aneto (27€).

No Food Club, “que vem de fight club, a minha inspiração de combate”, conta Ljubomir (cada vez mais magro graças ao kickboxing), não há punhos, mas facas, e o ringue é uma cabana fechada com uma rede, no meio da horta criada com a ajuda de Graça Saraiva, da empresa Ervas Finas, que abre para jantares com chefs convidados para combater. O próximo combate acontece de 11 a 15 de Setembro, traz João Rodrigues do Feitoria, à arena de cozinha, em cinco jantares consecutivos (menu de degustação com vinhos: 125€).

A partir de Setembro, Manuel Maldonado, chef da Ostraria, e já instalado na Comporta, fica como chef executivo do Sublime. Mas sempre apoiado por Ljubomir, claro.

EN261-1, Muda. 269 449 376. Sem Porta: Seg-Dom 13.00-15.00/ 20.00-22.30

Ler mais
Publicidade
Casa da Cultura

Casa da Cultura

A Casa da Cultura é um projecto que já vem do ano passado, mas está cheio de novidades fresquinhas. Com várias lojas em pop-up até dia 17 de Setembro, pode perder a cabeça pelos biquínis da Latitid, as almofadas da Cush Cush, os acessórios da Our Sins ou as roupas para miúdos da DOT.

Escapadinhas de Verão

Todas as praias da Arrábida

A menos de uma hora de Lisboa, a Arrábida é um postal encaixado entre a serra e o Atlântico, onde não faltam praias para todos: os que levam os miúdos a reboque e querem estacionar mesmo à porta e os que não se importam de percorrer trilhos mais ou menos complicados para poder usufruir de areais paradisíacos.   Navegámos esta costa de 40 quilómetros para cartografar 13 praias da Arrábida. Decida em qual vai estender a toalha. + 10 coisas para fazer na Arrábida

Ler mais
Por João Pedro Oliveira

O melhor de Melides

130 kms. É apenas isso que separa Lisboa desta aldeia de areais extensos. Apetece-lhe fugir da cidade? Dizemos-lhe as melhores coisas que pode fazer em Melides

Ler mais
Por Mariana Correia de Barros
Publicidade

Os novos restaurantes no Algarve

Na temporada 2016-2017, abriram uma data de sítios novos no Algarve. Andámos para trás e para diante à procura de todas as novidades da estação, batemos a uma série de portas e descobrimos mais de uma dezena de restaurantes novos no Algarve. Todos dignos de visita. 

Ler mais
Por Inês Garcia

Comentários

0 comments