Os melhores restaurantes abertos até tarde no Porto

Se gosta de jantar tarde ou fica com fome depois de beber um copos, aqui tem os melhores restaurantes abertos até tarde no Porto
Brasão Cervejaria
© João Saramago Brasão Cervejaria
Por Margarida Ribeiro e Inês Bastos |
Publicidade

Se a fome só lhe aparece tarde e a más horas, quando a maior parte das cozinhas da Invicta já terminou o serviço, não se aborreça. Nesta lista, que é também uma espécie de tábua de salvação, vai encontrar os melhores restaurantes abertos até tarde no Porto. Espalhados um pouco por toda a cidade, servem-lhe petiscos, pizzas, hambúrgueres mas não só.

Os melhores restaurantes abertos até tarde no Porto

BAO'S - taiwanese burger
© João Saramago
Restaurantes, Taiwanês

BAO'S – Taiwanese Burger

icon-location-pin Cedofeita

“Fiquei satisfeito e, mais do que isso, feliz. Há boa street food a acontecer no Porto.” Quem o diz é o crítico da Time Out, Ricardo Capitão, que deu quatro estrelas, em cinco, a este restaurante na Rua de Cedofeita, especializado em baos, uns pãezinhos recheados taiwaneses cozinhados a vapor. A carta é curta mas eficaz (e os indecisos agradecem). Por isso, leve companhia e experimente um pouco de tudo. Há baos recheados com barriga de porco, com frango crocante, nuggets de bacalhau, tofu, caranguejo de casca mole e pernil desfiado. Se não ficar satisfeito, há ainda taças de arroz com barriga de porco braseado, couve pak choi e gema curada; e sobremesas típicas para dividir. Para acompanhar pode pedir rodelas de mandioca fritas com molho cajun, batatas fritas com queijo cheddar e cebola caramelizada, ou salada formosa (com couve chinesa e roxa, cenoura, manjericão, hortelã, amendoim red sugar e molho de sésamo).

BB Gourmet Bolhão
Fotografia: João Saramago
Restaurantes, Fusão

BB Gourmet Bolhão

icon-location-pin Baixa

A dois passos do Mercado do Bolhão, este é um dos espaços da cadeia BB Gourmet mais frequentados. Pela localização e porque é possível passar um dia inteiro aqui sentado: há confeitaria, cafetaria, restaurante e bar de sobremesas. Aliás, as sobremesas são um aspecto fundamental deste espaço. Bonitas que se fartam, é difícil escolher entre as várias opções mas o nosso coração (e a nossa boca, claro) está eternamente apaixonado pela verrine praliné. Mas é possível que se sinta hesitante quando olhar para as tarteletes de caramelo, por exemplo... Para dar início à refeição vão sempre bem uns croquetes de vitela com maionese de alho. Vá por nós. Para não ter saudades quando for para casa, há uma montra com opções preparadas em vácuo para levar. E chás. Há uma colecção de chás de perder a cabeça.

A Time Out diz
Publicidade
Belos Aires
Fotografia: João Saramago
Restaurantes, Steakhouse

Belos Aires

icon-location-pin Baixa

Vamos passar um dia à Argentina? Comece pelo pequeno-almoço, servido entre as 08.00 e as 11.30 neste Belos Aires, ali no limite entre a Baixa e a Ribeira, com apontamentos tipicamente argentinos, e passe o resto dia a tentar apertar o botão das calças. Regresse à noite (com um pequeno-almoço de rei como este, vai dispensar o almoço) para um jantar cheio de boas carnes no grill, como o ojo de bife ou a colita de cuadril (maminha/ponta de alcatra). Quer um jantar mais leve? Opte pela salada de pêra, presunto e gorgonzola.

A Time Out diz
Boulevard Burger House
©DR
Restaurantes, Hambúrgueres

Boulevard Burger House

icon-location-pin Cedofeita

Andávamos nós a desesperar com a chuva de Novembro de 2015 quando vimos a luz ao fundo do túnel. Tinha aberto o primeiro diner americano no Porto. E, além de vir cheio de pinta – apesar de não ter referências dos anos 50 nas paredes –, chegou com muitos e bons hambúrgueres na manga. Na carta há também (prepare o sotaque americano) chicken wings, onion rings, milkshakes, mac&cheese e, claro, apple pie para terminar uma boa refeição à americana. O hambúrguer homónimo do espaço é um dos mais pedidos e por boas razões. Leva cogumelos e molho de queijo azul. Ah! E já lhe dissemos que pode escolher o tipo de pão que quer? Há brioche e de centeio. E também pode recusá-lo e pedir tudo no prato.

A Time Out diz
Publicidade
Brasão Cervejaria Coliseu
© João Saramago
Restaurantes, Cervejarias

Brasão Cervejaria

icon-location-pin Aliados

Qual das Brasão? Ora aí está uma questão de fácil resposta: qualquer uma das duas. A carta é igual nos dois espaços e isso é sinal de que as cadeiras da Brasão dos Aliados já não chegavam para sentar todos os esfomeados que por lá passavam. Que se abra outro espaço, então, ao lado do Coliseu (Rua Passos Manuel, 205). E quais as razões que atraem toda esta gente? A francesinha acompanhada por uma Sovina, criada especialmente para um feliz casamento entre o prato e o copo, a entrada de cebola frita com maionese de alho negro, os bifes da vazia no ponto, ainda com um pouco de sangue, ou a mousse de chocolate e avelã. Se já é difícil escolher, mais difícil é não querer agendar já o regresso.

A Time Out diz
Cafeína
©Tiago Lessa
Restaurantes

Cafeína

icon-location-pin Foz

Dizer que um restaurante está sob a alçada do empresário Vasco Mourão é já um selo de qualidade garantido na cidade. Ao Cafeína podemos ainda juntar 20 anos de casa feita e o chef Camilo Jaña, que veio do Chile e se apaixonou pela cozinha deste restaurante fozeiro na primeira refeição que fez em solo portuense. O resultado são clássicos gastronómicos como o Tornedó Wellington ou o Duo de porco bísaro com castanhas e legumes, que aparecem com frequência no menu de almoço.

A Time Out diz
Publicidade
Cantinho do Avillez
©Paulo Barata
Restaurantes, Português

Cantinho do Avillez

icon-location-pin Flores

Desejo frequente dos nossos leitores: “Quero sentar-me à mesa de um restaurante com chef estrelado sem ter que 1) deixar lá metade do meu ordenado e 2) ter de me vestir como se fosse para os Globos de Ouro.” E o nosso conselho habitual é: dirija-se ao Cantinho do Avillez. Primeiro, porque o espaço não podia ser mais relaxado e informal (ninguém vai olhar de lado se for de calças de ganga, portanto), e depois porque é possível comer alguns dos pratos mais emblemáticos do chef sem ter que ir a Lisboa. Escolha o que quiser – nós aconselhamos especialmente a Portuguesinha, uma empada de cozido à portuguesa, e o polvo assado com migas de batata e tomate – mas não saia da mesa sem se lambuzar numa Avelã. É a sobremesa mais pedida da casa e, possivelmente, a preferida dos empregados do restaurante, a contar pela falta de hesitação ao sugeri-la.

A Time Out diz
LSD Largo São Domingos
Fotografia: João Saramago
Restaurantes, Fusão

LSD Largo São Domingos

icon-location-pin Flores

Podíamos passar um dia inteiro sentados à mesa do LSD Largo de São Domingos, ao fundo da Rua das Flores. E não é por não termos mais nada que fazer. É mesmo porque aqui há opções para preencher todas as horas do dia. Começa-se pelo pequeno-almoço, com quatro menus diferentes, que incluem croissants, sumos naturais, bebidas quentes e até fruta. Ao almoço aposta-se em pratos mais leves, embora sem deixar de parte o bife do vazio ou a entrecôte grelhada, que alimenta facilmente duas pessoas. Uma inspiração profunda, e há enchidos para picar durante a tarde, sempre acompanhados por um copo de bom vinho. E assim se abre espaço no estômago para o jantar, onde as carnes são rainhas, a par das tábuas de tudo e mais alguma coisa: de salmão curado, de presunto ibérico, de salpicões portugueses e até de vários tipos de queijo.

A Time Out diz
Publicidade
museu d'avó
©DR
Restaurantes, Petiscos

Museu D'Avó

icon-location-pin Cedofeita

O Museu D'Avó é o local ideal para um petisco fora de horas. Escondido na Travessa de Cedofeita, está aberto até às 04.00 e sempre pronto a saciar a fome dos noctívagos, que aparece no início, no meio ou no fim da noite. Na carta vai encontrar alheiras, pataniscas, moelas, rojões e calamares. Tudo muito reconfortante, como se quer.

Pisca
©João Saramago
Restaurantes, Português

Pisca

icon-location-pin Foz

A dupla copos e petiscos é levada muito a sério no Pisca, na Foz. Aqui as tapas são as rainhas da noite, com destaque para os calamares com limão e alioli de amêndoa, os ovos rotos e a tortilha, muito elogiada por Marta Brown, nossa crítica. Se o piso de baixo for pequeno para todos os que quiserem petiscar, suba ao primeiro andar, onde encontra o restaurante propriamente dito. No final, um passeio pela beira-rio é sempre recomendado para facilitar a digestão. Pisque o olho a uma boa companhia e siga para a Foz.

A Time Out diz
Mostrar mais

Mais restaurantes onde tem de comer no Porto

Cafeína
©Tiago Lessa
Restaurantes

Os melhores restaurantes na Foz

O Porto é uma cidade que conhece como poucas a arte de bem comer. A Foz, uma das zonas mais famosas, não será a excepção que foge à regra. Nesta zona come-se bom peixe, boa carne e não só – sempre com o serviço cuidado e exímio que procura não descurar nunca a fama e qualidade que são atribuídas a este cantinho ao pé do mar. 

Antiqvvm
©João Saramago
Restaurantes

Os melhores restaurantes na Baixa

Comida tradicional portuguesa, hambúrgueres acompanhados de onion rings, lugares que prestam culto à mozarela, outros ao ramen japonês, comida saudável ou cozinha de autor. Nesta lista com os melhores restaurantes na Baixa vai encontrar espaços para todos gostos e para todas as carteiras. Bom apetite.

Publicidade
Portarossa
© Filipe Paiva
Restaurantes

Os melhores restaurantes com esplanada no Porto

Quando está bom tempo ninguém gosta de estar fechado em casa ou no escritório, por isso, aproveite o sol e vá almoçar aos melhores restaurantes com esplanada no Porto. Enquanto come boa comida, faz a fotossíntese necessária depois de tantos meses de frio. Nesta lista temos restaurantes com menus diferentes e para todos os gostos, que vão dos petiscos à cozinha internacional. 

Publicidade