25 de Abril. Um roteiro para celebrar a Revolução com comes e bebes

O desfile que marca o 25 de Abril enche a Avenida e estende-se até à Baixa. No rescaldo da marcha, siga estas propostas nas imediações para continuar a celebrar a Revolução dos Cravos. Agora, à mesa.

©DRMi Dai

Aqui vai o nosso 11 de Abril — 11 sugestões para comer e beber depois de festejar a Revolução dos Cravos. 

Comes e bebes para celebrar Abril

Zé da Mouraria

Nunca se deve ir comer ao Zé da Mouraria sem companhia. Aqui as doses são colossais, e mesmo que divida com alguém vai levar o resto numa cuvete para casa. Qualquer prato vale a pena com menção honrosa para o bacalhauna brasa e o arroz de pato. Num dia para juntar os amigos, na avenida e/ou à mesa, nem pense duas vezes.

Ler mais
Martim Moniz

Bastardo

Com uma vista privilegiada para o Rossio, este é bem capaz de ser o mais bonito restaurante da zona. Na cozinha faz-se boa comida portuguesa e, no mesmo prato, misturam habilmente o tradicional e o sofisticado. Vai daí, não deixe escapar o risoto de abóbora, espinafre, goji e azeite de trufa, ou então o famoso arroz doce, feito à moda da avó.

Ler mais
Baixa Pombalina
Publicidade

Nicolau Lisboa

É o fenómeno dos últimos meses. Na mesa e no Instagram. Tudo o que está na carta serve bem para pequeno-almoço, almoço ou lanche, e se é daquelas pessoas que já não vivem sem uma taça de iogurte com fruta e granola, ou uma tosta de abacate com pimenta caiena ou de salmão, não procure mais onde lanchar.

Ler mais
Baixa Pombalina

Bella Ciao

É uma cantina italiana, daquelas em que a TV está sempre sintonizada na Rai, e garantimos que não verá a hora de se lambuzar com uma generosa pasta. Se já conhecer a casa, e as suas maravilhosas sobremesas, é possível que tente agilizar todo este processo, já a contar com o tiramisu de remate. Imperdível. 

Ler mais
Chiado
Publicidade

The George

É um pub inglês em plena baixa, um daqueles onde por vezes a babilónia de idiomas abafa a língua de Camões. Quer melhor liberdade que esta? Celebre o multiculturalismo (e o brilharete de algum clube desportivo, caso se deixe enfeitiçar pelas pints e pelas exibições nos vários ecrãs).

Ler mais
Baixa Pombalina

Uma

Escolha dos críticos

Vai-se ao Uma por uma enorme razão: comer o melhor arroz de marisco da cidade. Caseiro, generoso, malandrinho, servido num tacho fumegante. Um caldo onde nadam camarões, lagostins, sapateiras e mexilhões. Já dizia o nosso crítico Jaime Abreu que aqui “Nada mais interessa, só o arroz de marisco. Não interessa a decoração, ultrapassada desde a revolução". Referia-se à de 1926, mas hoje pode concentrar-se na de 1974. 

Ler mais
Baixa Pombalina
Publicidade

Hotel Mundial Rooftop Bar

Se quer ir ver um sunset a um rooftop, beber um long drink  num sítio chill e esticar-se num lounge, o nono andar do Hotel Mundial é para si. Se prefere assistir a um pôr-do-sol, beber um copo num sítio descontraído e esticar-se num sofá, pode fazer o mesmo. Com ou sem anglicismos, a vista bate a de muitos miradouros e o serviço é mais descontraído do que na maioria dos bares de hotel. E há croquetes (meat croquette, em inglês).

Ler mais
Santa Maria Maior

RIB Beef & Wine

O Norte entrou em força Terreiro do Paço adentro. Onde antes funcionava o Lisboeta, na Pousada Lisboa, existe agora um restaurante que ganhou fama no Porto, que serve carne minhota a quem por lá passa, e tem uma carta pensada por Rui Martins A ideia é simples. Há dez cortes de carne, que vão do entrecôte, aos chuletón, passando por vazias maturadas durante 60 dias, RIB eye ou cowboy steaks, algumas das estrelas da casa (os preços variam entre os 16€/150g e os 55€/1kg). 

Ler mais
Santa Maria Maior
Publicidade

Pestana CR7 Lisboa

Um dia na vida do melhor do mundo é o que propõe o grupo Pestana com o CR7, o segundo hotel da cadeia (depois do primeiro no Funchal) com o número sete da Seleção Nacional, virado para os millennials, aquelas criaturas bastante interactivas e modernas.

 

Ver preços Ler mais
Baixa Pombalina

Tasca Kome

Como se diz revolução em japonês? Se o sushi o fez ganhar amor à cultura japonesa, então este é o melhor sítio apra aprender que o Japão é muito mais do que peixe cru com arroz. Aqui há uma boa entremeada, bons carapaus panados como molho tártaro, e umas bolas de polvo fritas de comer sem parar.

Ler mais
Baixa Pombalina
Publicidade
Mostrar mais

Comentários

0 comments